Início » Brasil » Congresso anula sessão que depôs Jango em 1964
'resgate histórico'

Congresso anula sessão que depôs Jango em 1964

Anulação da sessão tem valor simbólico e não afeta legislação atual

Congresso anula sessão que depôs Jango em 1964
João Goulart foi deposto em abril de 1964 (Fonte: Reprodução)

O Congresso Nacional aprovou no início da madrugada desta quinta-feira, 21, um projeto que anula a sessão legislativa que depôs João Goulart, o Jango, da presidência em 1964.

A nulidade da sessão realizada pelo Congresso no dia 2 de abril de 1964 será proclamada em uma cerimônia solene com data ainda não divulgada.

A proposta de nulidade foi apresentada pelos senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AL). De acordo com os dois parlamentares, a anulação faz um “resgate histórico” porque a vacância permitiu o golpe militar de 1964 quando o presidente João Goulart estava em território nacional. A ideia seria retirar qualquer “ar de legalidade” do golpe de 1964.

Depois de 49 anos da sessão, o Congresso “repudia de forma veemente a importante contribuição ao golpe dada pelo então presidente do Legislativo [Auro de Moura Andrade]”, ressaltam os senadores.

A votação no Congresso foi acompanhada por João Vicente Goulart, filho do ex-presidente Jango, cujo corpo foi exumado na semana passada.

A anulação da sessão que depôs João Goulart tem valor simbólico e não afeta a legislação atual.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Após 49 anos, Congresso anula sessão que afastou Jango da Presidência

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. PAULO CALMON disse:

    Coisas da turminha do PT, fazer marketing com assuntos retirados do fundo do baú. Com o reconhecimento quem pagará a conta de todas as indenizações que virão???

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *