Início » Brasil » Congresso não analisa reajuste do Judiciário
Falta de quórum

Congresso não analisa reajuste do Judiciário

Sessão foi encerrada na madrugada desta quarta, 23, por falta de quórum

Congresso não analisa reajuste do Judiciário
Governistas não conseguiram assegurar o quórum necessário para a votação (Fonte: Reprodução/Câmara dos Deputados)

Por falta de quórum, o Congresso Nacional encerrou na madrugada desta quarta-feira, 23, a sessão que apreciou vetos da presidente Dilma Rousseff sem analisar, no entanto, um dos pontos mais polêmicos, o que impede o reajuste de cerca de 59,5%, nos próximos quatro anos, dos salários dos servidores do Judiciário.

Os governistas tentaram manter o veto de Dilma, mas não conseguiram assegurar o quórum necessário para a votação. A oposição, por sua vez, queria derrubar o veto, mas esvaziou a sessão ao perceber que não teria força suficiente caso o tema fosse votado.

Entre os vetos de Dilma mantidos pelos parlamentares está o fator previdenciário e o que isenta a cobrança de PIS e Cofins para óleo diesel. Ainda não há data para uma nova análise de outros seis vetos de Dilma que não foram votados, incluindo o reajuste do Judiciário.

Juntos, os vetos provocam um impacto de quase R$ 128 bilhões até 2019.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Congresso encerra sessão sem analisar veto de Dilma a reajuste do Judiciário

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *