Início » Brasil » Conhecendo as Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro
Turismo

Conhecendo as Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro

Dicas sobre os passeios pelas Cataratas do lado Brasileiro em Foz do Iguaçu

Conhecendo as Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro
A área total de ambos os parques (argentino e brasileiro) corresponde a 250 mil hectares de floresta subtropical (Reprodução/Blog Viagens e Vivências)

As Cataratas do Iguaçu são um conjunto de aproximadamente 275 quedas de água formadas pelo Rio Iguaçu, que estão localizadas entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Estado do Paraná, e no Parque Nacional Iguazú, em Misiones, na Argentina. O lado Argentino corresponde a 80% das cataratas, e a área total de ambos os parques (argentino e brasileiro) corresponde a 250 mil hectares de floresta subtropical.

Antes de tudo, muita gente pergunta qual o lado que vale a pena conhecer. Não tem como dizer este ou aquele, ambos são diferentes e se completam. Mas achamos o lado argentino mais impressionante! Tanto visto do lado brasileiro, quanto visto do próprio lado argentino. E acaba que as trilhas do lado argentino também são mais estruturadas que as do nosso lado, o que acaba ficando bem melhor para caminhar.

Quanto tempo é necessário para fazer cada passeio?

Não dá para fazer os dois passeios em um único dia. Apesar dos parques estarem de frente um para o outro, as entradas não são no mesmo local, e para chegar no lado argentino é um pouco mais distante.

Você pode dividir da seguinte forma:

Dia 1: Cataratas do Iguaçu, lado brasileiro + Macuco Safari + Parque das Aves.

Dia 2: Cataratas do Iguazu, lado argentino.

Não faça o passeio somente a um dos parques. Os dois valem muito a pena e se completam! E se você for somente a um deles, ficará se questionando por não ter ido ao outro.

Como chegar nas Cataratas do Iguaçu, lado Brasileiro?

As Cataratas do Iguaçu, do lado Brasileiro, estão localizadas no Parque Nacional do Iguaçu, em torno de 15 a 20 minutos do Centro de Foz do Iguaçu, seguindo pela Av. das Cataratas.

Não tem como entrar de carro particular no parque. Mas há um estacionamento logo na entrada e de lá você pode seguir no ônibus disponibilizado pelo próprio parque!

Dicas e informações gerais sobre o Parque:

cat2

(Reprodução/Blog Viagens e Vivências)

– Chegue cedo, por volta das 9h, que é o horário que o Parque abre. Como as Cataratas recebe muitos visitantes por dia, a fila para adquirir os tickets costuma ser imensa! Mas os empregados são bem eficientes e a fila anda super rápido!- Leve uma bolsa ou mochila com água e algum lanche para comer durante o caminho na trilha. Vá com sapatilha confortável, que possa molhar. Lembre que a passarela para chegar próximo à Garganta do Diabo molha bastante! Não esqueça de levar a capa de chuva (no parque, é vendido por R$ 9,00, em outubro/14). Não deixe de levar um chapéu ou boné, passar protetor solar e repelente.- Não deixe de levar o mapa cedido na entrada do Parque. Ele é muito importante para você se localizar:
cat3
– Depois que você adquirir seu ticket, você irá para o local do ônibus do parque, que te conduzirá até os pontos de paradas demarcados no mapa. Nós escolhemos o Ponto 13, e fomos andando pela trilha das cataratas até a Estação Espaço Canoas. De lá, pegamos o ônibus, novamente, descemos no Ponto 10, acesso para a trilha do Macuco Safari. Depois, pegamos novamente o ônibus e descemos no Centro de Visitantes. Todas as vezes que você necessitar do ônibus não pagará nada, o valor já está incluído no ticket do parque.O que você pode fazer no Parque?
– Trilhas:O Parque possui três trilhas principais: Trilha do Poço Preto, Trilha das Bananeiras, Trilha Macuco Safari e Trilha das Cataratas. Fomos somente nas Trilhas das Cataratas e do Macuco Safari.- Passeio de Helicóptero sobre as Cataratas:

Uma experiência única que se tem como os voos panorâmicos de helicópteros sobre as cataratas!!! Apesar de ser um passeio caro, todos que foram disseram valer a pena! Não fizemos.

– Macuco Safari:

Trata-se de um passeio dividido entre: trecho em um carro/trenzinho, trecho de caminhada na mata e passeio em um barco inflável até as quedas das Cataratas.

– Rafting nas Cataratas:Possibilita que você enfrente as correntezas do Rio Iguaçu em bote com capacidades para 10 e 6 pessoas! Não fizemos.
Única Hospedagem no Parque das Cataratas:
Belmond Hotel das Cataratas:E para quem quiser uma experiência inesquecível e diferente, pode hospedar-se no Belmond Hotel das Cataratas, o único hotel situado dentro do Parque Nacional das Cataratas.

Conhecendo as Cataratas:

O ônibus double-deck panorâmico proporciona uma excelente visão da vegetação do parque, o que torna este trajeto bastante interessante!

Nossa primeira parada, foi no Ponto 13 (Parada Trilha das Cataratas), começo da trilha para as Cataratas. onde já começamos a ver vários Quatis (O quati é um animal silvestre que você verá durante quase toda a trilha do parque). Você também várias placas pedindo para que você não os alimente! Apesar de parecerem dóceis, eles tem uns dentes bem afiados e podem acabar lhe machucando. E eles são tão espertinhos, que viu minha sobrinha abrir a mochila para tirar um boné, e avançou para “furtar” um lanchinho.

cat4

(Reprodução/Blog Viagens e Vivências)

 Durante esta Trilha das Cataratas, você encontra pontos de observatório para as cataratas. Tudo muito bem informado através das placas, mas é só seguir o fluxo!E é neste ponto que você chegará mais próximo da “Garganta do Diabo”, do lado Brasileiro. As passarelas ficam sempre cheias, mas a rotatividade de turistas é muito grande! É possível você chegar bem próximo das quedas, onde se tem uma bela visão desta Maravilha da Natureza!
cat6

(Reprodução/Blog Viagens e Vivências)

Mas é neste ponto, também, que você mais molha! Então, guarde tudo o que não puder molhar em sacolas plásticas, especialmente, equipamentos eletrônicos, e sinta a vibe!Já na foto abaixo, estávamos no Espaço Naipi, um deque construído perto da queda Salto Floriano. Além da passarela, é outro ponto bem cheio do Parque Nacional, já que proporciona uma bela visão das quedas. Para quem não quiser andar pela trilha das Cataratas, pode descer diretamente no Ponto 15, e apreciar as Cataratas do mesmo jeito! Inclusive esta parte é totalmente adaptada para cadeirantes!No Espaço Naipi também existe um elevador panorâmico, uma lojinha de lembrancinhas/souvenir (que é bem carinha!). Esta parte é muito bacana, porque proporciona uma proximidade muito grande com as quedas. Dá para ver o impressionante volume da água!
cat7

(Reprodução/Blog Viagens e Vivências)

Depois deste ponto, um pouquinho de caminhada e você já estará no Espaço Porto Canoas, que possui banheiros, ambulatórios, lojas com artigos/lembrancinhas oficiais, lanchonete, cafeteria e o Restaurante Porto Canoas. O espaço, sem dúvida, é um excelente local para descansar, alimentar-se e repor as energias!*Fabiane Teixeira e Fábio Almeida escrevem no blog Viagens e Vivências, parceiro do Opinião e Notícia

Fontes:
Blog Viagens e Vivências-Conhecendo as Cataratas do Iguaçu - Lado Brasileiro

1 Opinião

  1. Carlos Furtado disse:

    É simplesmente Lindo !!!!!!!!!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *