Início » Brasil » Construtora dá calote de R$ 3 milhões na Câmara Federal
Coluna esplanada

Construtora dá calote de R$ 3 milhões na Câmara Federal

A Câmara dos Deputados levou calote milionário e foi obrigada a lançar nova licitação para reformar apartamentos funcionais

Construtora dá calote de R$ 3 milhões na Câmara Federal
A PW Engenharia venceu a licitação para reformar 24 imóveis, por R$ 38 milhões (Reprodução/ Correio Brasiliense)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Câmara dos Deputados levou um tombo milionário e foi obrigada a lançar nova  licitação para reformar os blocos C,

Leandro Mazzini é escritor e jornalista

D e E dos apartamentos funcionais da Quadra  302 Norte. A PW Engenharia vencera a licitação para reformar 24 imóveis, por R$ 38 milhões, mas deu calote nos operários e sumiu dos prédios. Segundo assessoria da Câmara, ela realizou só 12% do programado, ou seja, a demolição dos apartamentos antigos. A Câmara agora cobra na Justiça a devolução de R$ 3.237.746,70.

Com o seu, o nosso

Desde março as obras estão paralisadas nos três blocos, cercados como esqueleto de  concreto. Com o seu, o nosso dinheiro. A PW não foi localizada.

Mais R$ 43 milhões

A nova licitação será dia 1º de novembro. As obras de reforma estão orçadas em R$ 43 milhões. O calote só não foi maior porque a Câmara liberava a verba após medições.

Meu Ap, Minha Vida

Obras recomeçam em dezembro, para alegria dos deputados. Só a sala de estar mede  R$ 78 m² (um apartamento de dois quartos na praça). São quatro quartos, duas suítes.

PROS e contras

Balanço do PROS até ontem à noite: Eduardo Campos, presidenciável do PSB, foi  o mais atingido. O PROS filiou seis deputados socialistas. Outros cinco do PR, dois do PDT , dois do PP e o restante de partidos variados. Givaldo Carimbão, ex-PSB e futuro líder do novo partido, estima que até hoje à noite chega a 28 excelências.

Governista, mas..

‘Será o sétimo maior partido da Casa’, diz Carimbão. ‘No primeiro momento, a ideia é formar a bancada governista. Eleição é outra história’, explica. O baque no PSB foi grande. Os federais filiados também trazem estaduais, prefeitos e vereadores.

O procurado

O deputado Hugo Leal troca o PSC pelo PROS, e vai dirigir a legenda no Rio. O autor da Lei Seca foi disputado pelo PMDB e PSB, sua primeira opção. Leal viajou ao Recife especialmente para explicar a Campos por que escolheu o PROS.

Bancada do coldre

Agentes da Polícia Federal de todos os Estados fecharam com o PEN51 e vão lançar centenas de candidatos a deputado, para a Câmara e Assembleias.

Epa, epa!

Ao saber pela Coluna da filiação de Rosane, ex-esposa, ao PEN51 para disputar a Câmara, o senador Fernando Collor ficou irado e procurou o partido.

Igreja atenta

Na análise da conjuntura feita por bispos, a CNBB cita o caso do senador boliviano Roger Molina, e dá dica: ‘É tradição conceder asilo político a quem solicita. Foi assim com Stroessner, ex-ditador do Paraguai, e, mais recentemente, com Cesare Battisti’.

No ar, Choque de gestão

A Infraero contratou a consultoria de Vicente Falconi, o pai do termo Choque de Gestão, tão propalado por Aécio Neves (PSDB-MG). Ele desenha nova estrutura  organizacional da estatal, e enxugamento de diretorias.

Take off

Em suma, nas palavras de quem vê de perto o desafio de Falconi: ele precisa adequar a Infraero à nova realidade, sem os aeroportos lucrativos e precisando manter o nível operacional dos aeroportos deficitários que continuará com a empresa.

Olho vivo, servidor!

Dezenas de servidores do TCU, Senado e Câmara estão descobrindo seus nomes na lista de apoiadores da fundação do Solidariedade, sem autorização. O protocolo é o nº 10.733, apresentado em 4 de Abril de 2013, na 14ª Zona Eleitoral do DF.

Mistério

Adilson Barroso, presidente do nanico PEN51 e esperança de porta de 2014 para Marina Silva, foi chamado ao Planalto ontem para conversar.

O chefão

Um dado curioso. São constantes as ligações da cúpula do PROS para o empresário Junior da Friboi (PMDB-GO) para aprovação a deputados que querem se filiar.

Ponto Final
‘Se hay gobierno, soy Pros!’
Do deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), parodiando pelo inverso a frase de Che Guevara, em
referência ao partido criado.

Com Equipe DF e SP

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. PC disse:

    …paisinho que só tem ladrão sô!

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    SINCERAMENTE O BRASILEIRO QUE LÊ ESTAS NOTICIAS NÃO FICAM ENOJADO. CRIA-SE PARTIDO PARA CAUSA PRÓPRIA E NÃO SE VER NADA EM PROL DO PAÍS. “NOJENTOS”

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *