Início » Brasil » Contra o impeachment, MTST bloqueia vias em oito estados e no DF
MANIFESTAÇÕES

Contra o impeachment, MTST bloqueia vias em oito estados e no DF

Movimento dos Trabalhadores Sem Teto realizou manifestações contra o impeachment na manhã desta quinta-feira, 28, e mais de 30 vias pelo país foram fechadas

Contra o impeachment, MTST bloqueia vias em oito estados e no DF
Às 8h da manhã, a cidade de São Paulo registrava 156 km de vias congestionadas (Foto: Reprodução/Facebook)

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) realizou na manhã desta quinta-feira, 28, protestos contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e um possível governo Michel Temer. Os manifestantes bloquearam 30 rodovias e avenidas em oito estados e o Distrito Federal. Somente em São Paulo, 14 vias foram interditadas.

“O objetivo da mobilização é denunciar o golpe em curso no país e defender os direitos sociais, que entendemos estarem ameaçados pela agenda de retrocessos apresentada por Michel Temer caso assuma a Presidência”, afirma o MTST em comunicado nas redes sociais.

Em São Paulo, as manifestações começaram por volta das 6h40 da manhã, quando as rodovias Régis Bittencourt e Raposo Tavares foram bloqueadas nos dois sentidos com queima de pneus e sacos de lixo. Outras vias como a rodovia Anchieta, a marginal Pinheiros e a Avenida Jacu Pêssego também foram bloqueadas pelo MTST. De acordo com o site de notícias G1, às 8h da manhã a cidade de São Paulo registrava 156 km de vias congestionadas.

No Rio de Janeiro, os manifestantes da Frente Povo Sem Medo, grupo que integra o MTST, bloquearam um dos acessos da ponte Rio-Niterói. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 80 pessoas interditaram a Avenida do Contorno, em Niterói. De acordo com os protestantes, também houve um ato na Avenida Brasil, próximo ao bairro de São Cristóvão.

Outros movimentos ocorreram em Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Pernambuco, além do Distrito Federal. Além de protestar contra o processo de impeachment, o MTST também cobrou medidas relacionadas à questão das moradias.

Fontes:
O Globo-Protestos contra 'golpe' interditam vias e geram transtornos em 7 estados
UOL-Contra "agenda de Michel Temer", MTST fecha vias em 8 Estados e no DF

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    A resistência de alguns setores auto-denominados “movimentos sociais” em abandonar um governo ruim sob todos os aspectos, remonta a resistência de alguns escravos em abandonar seus senhores quando proclamada a abolição. No fundo sabiam que ser livre é coisa séria que exige responsabilidade, melhor deixar que alguém cuide disso.

  2. João Ricardo disse:

    É claro q essa organização criminosa é parte da facção criminosa do PT. Caso contrário, este bando de bolo fecal estaria lutando pra tirar o PT do caminho, já q em 14 anos nada foi feito pra essa gentalha…

  3. Vitafer disse:

    Desta vez concordo com vc, Ludwig.

  4. Henrique de Almeida Lara disse:

    É a mesma motivação dos de 1950 e 1960: Fazer crescer a ênfase na desordem e anarquização da sociedade. Esses grupos anarquistas e criminosos deveriam ser colocados na ilegalidade, pois não respeitam o direito do outro.

  5. Ana Célia Oliveira Cardoso disse:

    Nós cidadão brasileiro precisamos lutar contra a manipulação
    política. Fora Temer. PSDB não responde aos desafios que o país está enfrentando.

  6. Vasco Antonio Duval disse:

    “Trabalhadores sem teto” é um eufemismo cínico. Nenhum componente deste grupo de agitadores tem carteira assinada. Vivem às custas de verbas do governo, que nos extorque.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *