Início » Brasil » Copom reduz juros para 10,25% ao ano
BANCO CENTRAL

Copom reduz juros para 10,25% ao ano

Banco Central sinalizou que deve reduzir o ritmo de cortes nas próximas reuniões

Copom reduz juros para 10,25% ao ano
Decisão de reduzir a taxa Selic foi unânime (Fonte: Reprodução/Uol/Getty Images)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira, 31, a redução da taxa básica de juros da economia brasileira de 11,25% para 10,25%.

A decisão de reduzir a Selic foi unânime. Trata-se do sexto corte consecutivo da taxa de juros, que atingiu o menor nível desde novembro de 2013, quando estava em 10% ao ano.

O Banco Central repetiu o corte feito em abril, quando derrubou a Selic em 1 ponto percentual, de 12,25% para 11,25%.

Analistas de mercado chegaram a prever um corte de 1,25 ponto percentual na taxa de juros. Isso ocorreu, no entanto, antes da crise política que atingiu o governo Temer na sequência das delações de executivos da JBS.

A expectativa no mercado é de que a Selic continue a cair nos próximos meses até chegar a 8,5% ao ano no final de 2017.

Em nota, o Banco Central informou que deve efetuar reduções menores de juros nas próximas reuniões: “Em função do cenário básico e do atual balanço de riscos, o Copom entende que uma redução moderada do ritmo de flexibilização monetária em relação ao ritmo adotado hoje deve se mostrar adequada em sua próxima reunião”.

O BC ressaltou ainda que “o aumento recente da incerteza associada à evolução do processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira dificulta a queda mais célere das estimativas da taxa de juros estrutural e as torna mais incertas. Essas estimativas continuarão a ser reavaliadas pelo Comitê ao longo do tempo”.

Fontes:
Uol - Juro cai a 10,25% e é o menor desde 2013, na 1ª decisão pós-delação da JBS

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *