Início » Brasil » CPI da Petrobras aprova relatório final que poupa políticos
OPERAÇÃO LAVA-JATO

CPI da Petrobras aprova relatório final que poupa políticos

Apenas João Vaccari Neto, o ex-tesoureiro do PT, foi indiciado no relatório que faz críticas à Operação Lava Jato

CPI da Petrobras aprova relatório final que poupa políticos
No relatório final de Luiz Sérgio, constam mais de 70 nomes de pessoas indiciadas (Foto: Lula Marques/ Agência PT)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Por 17 votos a favor, 9 contrários e uma abstenção, a CPI da Petrobras aprovou o relatório final do deputado Luiz Sérgio (PT-SP) na madrugada desta quinta-feira, 22. O relatório propõe o indiciamento de apenas um político envolvido no esquema de corrupção, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, além de fazer duros ataques à Operação Lava Jato.

Leia mais: CPI da Petrobras termina sem indiciados e com Cunha blindado
Leia mais: CPI da Petrobras convoca presidente do Instituto Lula
Leia mais: Chovem elogios a Eduardo Cunha em CPI da Petrobras

O relatório de Luiz Sérgio foi muito criticado por parlamentares do PSDB, que apresentaram em voto separado a inclusão de dezenas de políticos acusados, como a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

A deputada Eliziane Gama (Rede-MA) afirmou que houve blindagem a políticos da CPI e que o relatório não reflete o tamanho do escândalo. Ainda lembrou o gasto de R$ 1,1 milhão para a comissão contratar a empresa norte-americana Kroll, afirmando que não teve o retorno esperado. “É um relatório pífio, que subestima a capacidade de raciocínio do povo brasileiro”,  afirmou Eliziane.

Luiz Sérgio alterou o texto ontem retirando de seu parecer o indiciamento de pessoas que nem sequer tinham sido nominadas. No seu texto final, constam mais de 70 nomes de pessoas indiciadas, todos sugeridos por sub-relatores. Luiz Sérgio acatou de última hora a sugestão do sub-relator André Moura (PSC-SE) e incluiu o nome de Vaccari entre os indiciados. Assim como ele, boa parte dos demais indiciados já são investigados na Lava-Jato, como os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Nestor Cerveró e o doleiro Alberto Youssef.

Dentre os ataques à Operação Lava Jato, o relatório pede a investigação de delegados que atuam na apuração por vazamento de informações e supostas escutas ilegais. O texto afirma ainda haver um “excesso de delações premiadas” na operação e sugere que uma comissão especial da Câmara discuta mudanças na lei para diminuí-las

Apesar das críticas, houve elogios do deputado Valmir Prascidelli (PT-SP) ao texto. “O debate aqui desde o primeiro dia não é entre aqueles que querem e não querem apurar irregularidades na Petrobras, não é entre os que são do bem e são do mal. É um debate político entre os que entendem papel da Petrobras e os que quiseram privatizar a Petrobras”, disse Prascidelli. Já o vice-presidente da CPI, Antonio Imbassahy, atacou o relator Luiz Sérgio, afirmando que ele “coloca a digital do PT no petrolão”.

Os votos em separado apresentados por parlamentares constarão dos autos da CPI, mas não são votados. Além do PSDB, o PSOL também apresentou voto pedindo indiciamento de Cunha e outros três políticos que já foram denunciados: o deputado Arthur Lira (PP-AL) e os senadores Fernando Collor (PTB-AL) e Benedito de Lira (PP-AL). Os deputados Carlos Marun (PMDB-RS) e Félix Mendonça Júnior (PDT-BA) também apresentaram votos.

Fontes:
Congresso em foco-CPI da Petrobras aprova relatório e poupa políticos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. João Cândido da Silva Neto disse:

    Já começaram a reunir os ingredientes da pizza que, a julgar pela reunião de ontem do PMDB com o presidente da Câmara, será ao gosto insípido dos parlamentares de plantão. Quem viver, verá (infelizmente).

  2. Rogerio Faria disse:

    Nada como uma “reuniãozinha entre amigos” chamada de CPI.

  3. Edvaldo Laurentino disse:

    O que é CPI neste nosso glorioso Brasil? Creio que a resposta é por demais fácil de responder.Em primeiro lugar, entendo que CPI é uma montagem de palanque com holofote de grande magnitude, onde seus participantes ganham horas na mídia de alta repercussão. Em segundo lugar é a grande oportunidade que a oposição tem em fazer sua campanha para a próxima eleição sem necessitar de guia eleitoral oficial. São vários os pontos que eu poderia citar, mas com o tamanho da vergonha e a desilusão que estou tendo dos políticos que hoje fazem politicagem, através de acordos, jeitinhos,toma lá, me dá o meu, eu fico aqui com a cara de otário, assistindo meu país ser degradado por esse bando de cafajeste chamado POLÍTICO.

  4. Joaquim Caldas disse:

    Fraudaram as eleições presidenciais e desmoralizaram a Democracia,imagina uma CPI? Dilma: a rainha está nua? O cordeirinho: Lula não abre a boca para não mostrar seus dentes de lobo. Dilma: a loba Capitolina que alimenta Roubo e Rombo.

  5. Joaquim Caldas disse:

    Nenhuma CPI tem força de Lei.Raposas fiscalizando raposas? Os chifres destes cordeirinho é maior do que nos mostram?

  6. paulo fernando disse:

    A CPI não atingiu a sua finalidade plena. Dessa forma nem precisava reunir em CPI, com
    custo elevados pra chegar onde chegou.

  7. Áureo Ramos de Souza disse:

    CPI : COMISSÃO PERMANENTE DE INCAUTOS, FOI ASSIM FORMADA E QUEM ROUBOU FICA E QUEM NÃO ROUBOU SAI, É IGUAL AO JOGO ONDE O CORONEL DOS TEMPOS DO CANGAÇO MANDOU O JUIZ MANDAR BATER O PÊNALTI A FAVOR DE SEU TIME. PARA QUER INVENTARAM E PERDERAM TEMPO, SÓ PARA NOS MOSTRAR QUE HOUVE CPI? QUE COISA MAIS HORRENDA É NOSSA POLÍTICA E MALFADADA A IDEA DE FORMAR CPI, PODEM ROUBAR QUE NÓS NÃO LIGAMOS, JÁ SABEMOS QUE SÃO LADRÕES.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *