Início » Brasil » CPI da Petrobras é instalada com apenas um membro da oposição
CPI no Senado

CPI da Petrobras é instalada com apenas um membro da oposição

O tucano Cyro Miranda foi o único membro da oposição que concordou em participar. Parlamentares elegeram Vital do Rêgo para presidir a CPI

CPI da Petrobras é instalada com apenas um membro da oposição
Cyro foi indicado na última terça feira, 13, pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Com apenas um membro da oposição,  foi instalada nesta quarta-feira, 14, a CPI da Petrobras no Senado. O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) foi escolhido para presidir a comissão e José Pimentel do (PT-CE), líder do governo na Casa, para relator. Os nomes já eram esperados e a eleição se deu por votação simbólica, sem manifestações contrárias.

O tucano Cyro Miranda foi o único oposicionista presente na reunião, a pedido de Aloysio Nunes (PSDB). “Achamos importante não se ausentar de todo para que tomemos conhecimento de como o governo vai agir”, esclareceu o senador. Cyro foi indicado na última terça feira, 13, pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que também indicou os senadores Wilder Morais (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB), os quais se recusaram a participar da comissão.

Vital do Rêgo convocou outra reunião para votar o plano de trabalho já elaborado por Pimentel. De acordo com o líder da CPI, ainda nesta quarta-feira serão apreciados os requerimentos. “Foi elaborada uma minuta de plano de trabalho bastante detalhada, minuciosa, para que possamos ter em 180 dias um trabalho promissor, investigativo e bastante coerente com as provas”.

A pressa dos governistas em instalar a CPI no Senado tem o objetivo de esvaziar a CPI mista (com membros de ambas as Casas do Legislativo), defendida pela oposição. Apesar das tentativas, o próprio Vital acredita que a comissão mista será instalada até 25 de maio com senadores e deputados.

 

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Senado instala CPI da Petrobrás com PMDB na presidência

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *