Início » Opinião » Artigos » Cunha avalia oito pedidos de impeachment
Coluna Esplanada

Cunha avalia oito pedidos de impeachment

Agora, passa um pente-fino sob olhar jurídico nos textos. Ganhou sua atenção o que aponta crime de omissão

Cunha avalia oito pedidos de impeachment
Cunha, na mira da Lava Jato pelo caso dos US$ 5 milhões, retomou as atividades da Câmara simultâneas à prisão do ex-ministro José Dirceu, para quem foi todo o holofote (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Com uma obsessão por cassar o mandato da adversária – e pelo visto, inimiga – presidente Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reuniu um séquito próximo e fiel a ele nos últimos dias e avaliou um a um dos 12 pedidos de impeachment contra a presidente protocolados na Mesa Diretora. Resolveu descartar inicialmente quatro deles. Agora, passa um pente-fino sob olhar jurídico nos textos. Ganhou sua atenção o que aponta crime de omissão.

Sorte de ‘iniciante’

Cunha, na mira da Lava Jato pelo caso dos US$ 5 milhões, retomou as atividades da Câmara simultâneas à prisão do ex-ministro José Dirceu, para quem foi todo o holofote.

Chapa quente

O presidente Cunha apimenta o texto de seu discurso que fará para empresários do Centro-Oeste no próximo dia 18, no network Visão Capital do Jornal de Brasília.

Chama a turma!

Cunha manterá agenda nacional com a Câmara Itinerante, e encontros suprapartidários. Para o almoço do Visão, pediu para convidar líderes da Câmara Distrital.

Crise interna

A debandada da base governista envolvendo o PDT e o PTB tem mais a ver com suas situações internas do que com a crise entre o Planalto e o Legislativo. A bancada pedetista quer derrubar o ministro do Trabalho, Manoel Dias, e lançar ao cargo um deputado. Citam na liderança Ronaldo Lessa (AL).

Collor & Bob Jeff

O PTB saiu por pressão do ex-apenado Roberto Jefferson em solidariedade ao senador Fernando Collor, suspeito na Lava Jato de receber R$ 20 milhões de desvios de contratos de uma diretoria da BR Distribuidora.

Levantando a ficha

Os estudantes da USP voltaram a protestar contra a presença da PM no campus, onde vários já morreram por latrocínio e outros tantos foram assaltados e violentados, com pouco policiamento. A PM começa a desconfiar dos ‘manifestantes’.

Força, senador

O senador Magno Malta (PR-ES) foi internado no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo com um quadro de trombose. Amigos dizem que o quadro é estável.

COP21

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, fecha com a equipe nas próximas semanas a proposta que o Brasil levará a Paris para a COP21, sobre o clima.

‘Ninguém cuida’

A frase ‘Ninguém está cuidando do Brasil’ foi a mais repetida entre os empresários paulistas que passaram no gabinete do vice-presidente Michel Temer esta semana. Para eles, do setor da indústria de maquinas, o brasileiro assiste a duas brigas. De um lado, o Legislativo contra o Executivo. E de outro, a Lava Jato contra os empreiteiros.

Dever de casa

Os empresários cobraram a Michel Temer uma ‘fala positiva’ nas próximas semanas para tentar acalmar o mercado. Acham que o Governo não faz mais o dever de casa, diz o deputado Goergen (PP-RS), que acompanhou a turma.

Encontrão de gabinetes

A Associação Nacional de Chefes de Gabinete de Entidades Públicas e Privadas realiza de 21 a 23 de Outubro em Maceió (AL) o 10º CHEGAB – Reinventar: Construir Novas Perspectivas. Vão debater em especial como enfrentar a crise na gestão pública.

Motivo da crise

Não é só o cenário na economia e as trapalhadas da presidente Dilma na gestão. O inferno astral provocado pelo Legislativo no Planalto tem nome e sobrenome: Emenda Parlamentar. A torneira fechou, não há verba desde março, e o Congresso chia.

Saldo retido

‘Como volto a uma cidade para prometer o que já prometi?’, reclama um deputado. Os de primeiro mandato, mais de 100, não viram a cor da emenda parlamentar neste ano.

Fiquei

A despeito do blá-blá-blá sobre a reforma ministerial, tudo fica como está. Por enquanto. Manoel Dias, do Trabalho, que balança, foi garantido ontem à noite.

Ponto Final

Sabem o que o Papa Francisco falou para a brasileirinha que o encontrou ontem, o que arrancou boas gargalhadas deles? ‘E aquele Governo do Brasil, heim!?’

Com Equipe DF, SP e Nordeste

2 Opiniões

  1. vitafer disse:

    Esse Cunha é corajoso, mas a Dilma tem fibra.

  2. Joaquim Caldas disse:

    O congresso tem Cunhão! Isso tudo tá virando sacanagem com o povo,a Lava-Jato vai terminar lavando o eleitor e o povão. Estão dando uma canja política.Estão tramando escolher um novo presidente neutro.Querem exemplos 1 é Moro e outros com Lewandowiski.Nada impede sua indicação,mesmo que o povo não goste,as urnas tem poder!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *