Início » Brasil » Cunha diz que não renuncia ‘em nenhuma hipótese’
DENUNCIADO PELO STF

Cunha diz que não renuncia ‘em nenhuma hipótese’

Presidente da Câmara diz que não pensa em deixar o cargo, enquanto PSDB estuda ‘uma saída honrosa’ para Cunha

Cunha diz que não renuncia ‘em nenhuma hipótese’
Investigações da Operação Lava Jato mostram que ele recebeu uma propina de US$ 5 milhões (Foto: ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), declarou nesta quarta-feira, 7, que em “nenhuma hipótese” pretende renunciar ao cargo. A afirmação foi feita durante o  27º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, em Brasília. No evento, Cunha foi questionado sobre a possibilidade do PSDB pedir sua renúncia, caso fique comprovado que ele mantém contas na Suíça.

Leia mais: Eduardo Cunha encarna Nelson Rodrigues: ‘Pior para os fatos’

Cunha foi denunciado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo órgão, investigações feitas pela Operação Lava Jato mostram que ele recebeu uma propina de US$ 5 milhões em contratos de navios-sonda da Petrobras. O dinheiro ilegal foi enviado a contas na Suíça.

Na última terça-feira, 6, o Ministério Público da Suíça informou que congelou as contas de Cunha no país. No dia 30 de setembro, procuradores suíços enviaram ao Brasil documentos que apuram as contas mantidas por Cunha e seus parentes no país.

Os documentos foram aceitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Eles serão enviados para o Departamento de Recuperação de Ativos do Ministério da Justiça e, depois, serão encaminhados para a Procuradoria-Geral da República.

Cunha disse que não comentará o assunto por orientação de seus advogados, mas afirmou que pretende trabalhar ‘em cima de fatos’. Ele também disse que mantém seu depoimento dado em março deste ano, na CPI da Petrobras. Na época, ele afirmou “não ter qualquer tipo de conta em qualquer lugar que não seja a conta que está declarada em seu Imposto de Renda”.

Em uma reunião feita na tarde da última terça-feira, a cúpula do PSDB reconheceu que a situação de Cunha está ficando insustentável. Por conta disso, tucanos estão cogitando “uma saída honrosa” para o presidente da Câmara. “Se o MP confirmar (a existência de contas na Suíça), a situação de Cunha ficaria insustentável”, disse o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Fontes:
Estadão-PSDB reavalia apoio a Cunha e estuda 'saída honrosa' para o presidente da Câmara
Estadão-Cunha afirma que 'não há nenhuma hipótese' de renunciar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site