Início » Brasil » Cunha e Renan desistem de sabatina para indicados para estatais
Lei de Responsabilidade das Estatais

Cunha e Renan desistem de sabatina para indicados para estatais

Proposta previa sabatina no Senado para indicados para comandar estatais e foi criticada por governo e oposição

Cunha e Renan desistem de sabatina para indicados para estatais
'Ninguém tirou nem pretende tirar a prerrogativa constitucional que cabe ao Poder Executivo de indicar os dirigentes de suas empresas estatais', disse Cunha (Foto: Flickr)

Os presidentes da Câmara, Renan Calheiros (PMDB), e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB), desistiram de incluir no texto do anteprojeto da Lei de Responsabilidade das Estatais o trecho que exigia sabatinas do Senado dos nomes indicados pelo presidente da República para comandar estatais, bancos públicos e empresas de economia mista.

Leia mais: Proposta dá ao Senado poder de aprovar indicados para grandes empresas

A proposta foi criticada pelo governo e até por membros da oposição, como o senador Aécio Neves (PSDB). A presidente Dilma Rousseff criticou a proposta, afirmando que a independência dos poderes tem de ser respeitada.

Após as declarações de Dilma, Renan Calheiros voltou atrás e disse que a sabatina dos indicados era “um detalhe menor”.  Na última quinta-feira, 4, foi a vez de Cunha recuar na proposta.

“Ninguém tirou nem pretende tirar a prerrogativa constitucional que cabe ao Poder Executivo de indicar os dirigentes de suas empresas estatais. O que queremos é transparência das contas do Estado “, disse Cunha, que está em viagem ao Oriente Médio.

Fontes:
O Globo-Depois de Renan Calheiros, Cunha também recua sobre sabatinas para estatais

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *