Início » Brasil » Cunha libera bancada LGBT para regulamentar prostituição
Coluna Esplanada

Cunha libera bancada LGBT para regulamentar prostituição

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, autorizou o desarquivamento do projeto a fim de evitar uma crise maior por seus princípios religiosos

Cunha libera bancada LGBT para regulamentar prostituição
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que é evangélico, tratou de compensar a bancada feminista e progressista (Reprodução/Internet)

Declaradamente contra projetos de legalização do aborto, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que é evangélico, tratou de compensar a bancada feminista e progressista com seu aval para a tramitação de outro projeto, a fim de evitar crise maior por seus princípios religiosos. Autorizou o desarquivamento do PL 4211/12 do federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que regulamenta a profissão de ‘profissionais do sexo’. Desde que apresentada, a proposta virou novela num jogo de empurra entre comissões.

Pulando a cerca..

Em agosto de 2012 o deputado Wyllys tentou redistribuição do PL para cair direto na Comissão de Direitos Humanos e Conclusivo (sem ir a plenário) na CCJ. Foi barrado.

.. cara no muro

O PL foi arquivado por Henrique Eduardo Alves no fim da sua gestão, e desarquivado por Cunha em 6 de fevereiro. Na última terça, autorizou a criação de Comissão Especial

Com cautela

Até esta decisão, o cenário era muito ruim para Eduardo Cunha junto às bancadas progressistas e de direitos humanos das minorias. Ele tenta agora reverter o quadro.

Os Aéreos

Diante da tragédia com o Airbus da Germanwings, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) no Brasil determinou o princípio dos ‘quatro olhos’ nas cabines de voos comerciais. Mas até agora não regulamentou uma atividade de lazer que pode ser tornar o maior dos perigos: a utilização de drones por civis, sem qualquer preparo.

Risco real

Nos Estados Unidos existe lei para os drones. O perigo aqui é real e imediato: o comércio cresce, os aparelhos voam cada vez mais alto, e até crianças pilotam. Qualquer voo próximo de aeroporto é risco de colisão com aeronaves e tragédia.

Só debate

Desde 2014 a ANAC realizou apenas audiências públicas para tratar do assunto, esboçou normas generalizadas e permitiu o uso de aparelhos de ‘rotação pilotadas remotamente’, sem especificações. Falta uma lei para se cumprir, enquadrar e punir.

Memória

A despeito da conclusão dos trabalhos da Comissão Nacional da Verdade, a historiadora Maria Rita Kehl continua suas pesquisas sobre morte de indígenas na ditadura.

Sedex extraviado..

Só com investimentos em ações nas fajutas empresas do ex-bilionário Eike Batista (que continua rico), o Postalis, dos Correios, perdeu algo em torno de R$ 130 milhões.

..descontado na conta

Levantamento do sindicato da categoria mostra que, em 15 anos, os 120 mil funcionários dos Correios terão 25% de seu salário descontado para cobrir o rombo de R$ 5,6 bilhões de aplicações malfeitas e suspeitas de maracutaias no fundo Postalis.

Mai$ problema$

Piorou a situação da Petrobras junto a acionistas minoritários nos EUA. Um grupo acaba de impetrar na Comarca de Manhattan nova ação de indenização. Acusam a petroleira de fazer ‘vistas grossas’ para os ‘alertas vermelhos’ com a auditoria da PricewaterhouseCoopers LLP – contratada a peso de ouro, e sequer foi concluída.

Dois Brasis

A presidente Dilma e o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, divulgaram nota de pesar sobre a morte do filho do governador Alckmin, numa fatalidade em São Paulo. E foram ao velório. Nenhuma linha dedicada ou visita à família do garoto de 10 anos assassinado em operação policial numa favela do Rio de Janeiro no mesmo dia.

Era uma vez o Poder

O ex-secretário de Estado Evandro de Pádua Abreu foi condenado pela 2ª Câmara Criminal do TJ de Minas. Curador do ex-governador Hélio Garcia entre 2009 e 2012, foi acusado, com base no Estatuto do Idoso, de desviar dinheiro de custeio do patrão.

$ilêncio

O Palácio das Esmeraldas em Goiás virou um poço de silêncio sobre as citações do ex-senador Demóstenes Torres contra o governador Marconi Perillo (PSDB). Acusou o tucano de usar verba pública para se defender na CPI do Cachoeira dois anos atrás.

Tentou

À época, Marconi tentou contratar por carta-convite, por R$ 3 milhões, a FSB, a maior empresa de assessoria de imprensa e gestão de imagem e crise, para se blindar. Não deu.

Ponto Final

Depois do Mais Médicos, ‘Mais Casa’ (Minha Casa Melhor), falta a presidente Dilma lançar o que interessa: o Mais Dinheiro.

Com Equipe DF, SP e Nordeste

3 Opiniões

  1. Roberto1776 disse:

    Legalização da prostituição?
    Exijo uma passagem só de ida para INDIANA.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    Mais dinheiro para as farras. Foi a morte do filho do Governador e quanto ao garoto de 10 anos do Rio era um favelado

  3. Vitafer disse:

    “Mais dinheiro”, mas para quem?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *