Início » Brasil » Cunha nomeia evangélicos sem experiência para cargos de chefia na Câmara
Câmara dos Deputados

Cunha nomeia evangélicos sem experiência para cargos de chefia na Câmara

A servidora evangélica Maria Madalena Carneiro vai comandar a Diretoria de RH da Casa. Sem experiência no setor, ela diz que Cunha foi o ‘instrumento de Deus’ para sua indicação

Cunha nomeia evangélicos sem experiência para cargos de chefia na Câmara
Na semana passada, Cunha já entregado a chefia de Comunicação da Câmara para a Cleber Verde, que não tem experiência no setor (Reprodução/Internet)

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nomeou a servidora evangélica Maria Madalena da Silva Carneiro para a Diretoria de Recursos Humanos da Câmara, setor responsável pela maior despesa com pessoal da Casa: R$ 4,189 bilhões.

Teóloga, advogada e evangélica, Madalena não tem qualquer experiência na função e jamais chefiou nenhum posto importante na Casa. Até então, suas únicas funções desempenhadas na Câmara se resumiam a guardar livros na biblioteca e emitir segunda via de crachás.

Mesmo assim, ela foi escolhida para comandar a diretoria que, na prática, só está abaixo da Secretaria-Geral da Mesa e da Diretoria-Geral. Madelena nega ter sido escolhida por Cunha por afinidade religiosa. Contudo, ela diz que o presidente da Casa foi o “instrumento de Deus” para sua indicação.

Na semana passada, Cunha já havia entregado a Cleber Verde (PRB-MA) a chefia de Comunicação da Câmara, que inclui os serviços de TV, rádio e mídia (impressa e online) da Casa. É a primeira vez que o setor será comandado por alguém que não é profissional no ramo de comunicação. Segundo seu registro oficial na Câmara, Cleber é “vendedor autônomo, professor, servidor público e bacharel em Direito”.

Madalena, Cunha e Cleber costumam participar de cultos evangélicos feitos nas dependências da Câmara, ao lado de outros servidores e parlamentares da bancada evangélica. Na quarta-feira, 11, deste mês, Cunha postou um desses cultos em sua página na internet.

As indicações de Cunha dividem opiniões na Câmara. Para o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), é preciso haver critério nas escolhas. “A gente precisa analisar. Indicar alguém da Casa, com longo tempo de serviço, tudo bem. Se isso significar até boa experiência para o coletivo, também tudo bem. O que não pode haver é escolha por critérios de simpatia partidária e, muito menos, de identidade religiosa”.

Já o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), não vê problemas na escolhas do presidente da Câmara. Só vejo problema se houver desvio de função ou a utilização do cargo em prol da religião. Aí, sim, é um desvio”.

Fontes:
Congresso em Foco-Cunha põe evangélicos no comando da Câmara

5 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    Fico admirado é com o currículo dos funcionários promovidos. Madalena da Silva Carneiro: teóloga, e advogada — e suas únicas funções desempenhadas na Câmara se resumiam a “guardar livros na biblioteca e emitir segunda via de crachás”?…
    Igualmente, Cleber Verde: vendedor autônomo, professor, servidor público e bacharel em Direito (segundo seu registro oficial na Câmara) — quais eram suas funções anteriores, o artigo não menciona, mas desconfio que também desempenhasse nada expressivo.

    Que Eduardo Cunha, dentro de suas prerrogativas de Presidente da Câmara de Deputados, queira nomear esse ou aquele servidor para um ou outro cargo, é algo normal e esperado. Na prática, não é diferente do que acontece em empresas na hora de ocupar as ‘caixinhas’; o gerente sênior dará muito mais preferência ao subordinado com quem tiver maior afinidade (e sobre quem tiver mais influência!) do que a outro que até tenha mais capacidade para o cargo, mas em quem o superior ‘não confie’…Vemos isso toda hora na selva corporativa!

  2. olbe disse:

    Gente, ele sabe o que faz, com este pessoal ele pode com muito mais facilidade “gerir”as contas da Câmara…

  3. Joma Bastos disse:

    Existem centenas de vereadores que não sabem o que é um Plano Diretor Municipal, portanto, do modo como estamos a ser governados, aparecem incompetentes em todas as chefias políticas do país.

  4. Vitafer disse:

    Espero que ela não decepcione a Deus com o presente que Ele lhe deu, através de Seu “instrumento”.

  5. ney disse:

    É o fim do mundo mesmo, isso sim é uma panelada. Gita Brasil…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *