Início » Brasil » Cunha recuará de medida que prevê passagens para cônjuges de deputados
Regalia na Câmara

Cunha recuará de medida que prevê passagens para cônjuges de deputados

A medida teve grande repercussão negativa e faz parte de um pacote de reajustes nos benefícios parlamentares que custará R$ 150,3 milhões

Cunha recuará de medida que prevê passagens para cônjuges de deputados
Eduardo Cunha convocou uma reunião às 11h desta terça-feira com a Mesa Diretora que aprovou o benefício, para discutir quais medidas serão tomadas (Reprodução/Internet)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deve anunciar nesta terça-feira, 3, o recuo do benefício que permite a compra de passagens para cônjuges de parlamentares com recursos da cota parlamentar.

A medida teve grande repercussão negativa e um abaixo assinado organizado na internet contra a aprovação do benefício já tem cerca de 135 mil assinaturas. O texto da petição do site Avaaz chama de “abuso” o benefício e diz que os salários dos deputados já são suficientes para pagar as passagens aéreas dos cônjuges.

Segundo a Folha, Eduardo Cunha convocou uma reunião às 11h desta terça-feira com a Mesa Diretora que aprovou o benefício, para discutir quais medidas serão tomadas. Uma das opções levantadas é que a medida se torne uma exceção que deverá ser analisada caso a caso quando o benefício for solicitado por algum parlamentar.

Na última quinta-feira, 25, um pacote de reajustes nos benefícios dos parlamentares, que causará um impacto de R$ 150,3 milhões nos cofres da Casa, foi aprovado.

Na segunda feira, 2, a bancada do PT na Câmara decidiu aderir à campanha iniciada semana passada pelos parlamentares do PSDB, PPS, PSOL e PcdoB que anunciaram que irão abrir mão do novo benefício. Com os 65 deputados do PT, ao todo 135 congressistas se comprometeram a não utilizar os recursos da Câmara para a compra das passagens.

Fontes:
Folha de São Paulo-Após críticas, Cunha recuará de passagem para cônjuge de deputado

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *