Início » Brasil » Decisão sobre perda de mandato cabe aos deputados, diz Marco Maia
Julgamento do mensalão

Decisão sobre perda de mandato cabe aos deputados, diz Marco Maia

Presidente da Câmara diz que a Casa pode não acatar decisão dos ministros do Supremo

Decisão sobre perda de mandato cabe aos deputados, diz Marco Maia
Presidente da Câmara, deputado Marco Maia (Fonte: Reprodução/ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Enquanto os ministros do STF votavam nesta segunda-feira, 10, sobre a cassação do mandato dos deputados condenados no julgamento do mensalão, o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), disse que a Casa pode não acatar a decisão do Supremo caso ela seja favorável à cassação dos parlamentares.

Leia também: Julgamento do mensalão vai terminar antes do recesso?
Leia também: Deputados condenados devem ter mandatos cassados

A decisão do STF deve sair somente nesta quarta-feira, 12, quando será anunciado o voto do ministro Celso de Mello, que já se mostrou favorável à perda dos mandatos.

Crise entre Judiciário e Legislativo

“Se for tomada essa decisão, vamos encaminhar esse debate à mesa diretora da Câmara e vamos ver qual medida deverá ser tomada. Espero e defendo que o parlamento brasileiro não se curve a uma decisão dessa natureza”, disse Marco Maia, que ressaltou ainda que “um mandato de alguém que foi eleito pelo povo só deve ser cassado por alguém que foi eleito pelo povo”.

Os deputados em geral defendem que a cassação dos mandatos dos réus condenados João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar da Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT) tem que ser decidida pela Câmara. Caso contrário, pode haver uma crise entre os poderes Judiciário e Legislativo, afirma a vice-presidente da Casa, Rose de Freitas (PMDB-ES).

Fontes:
Veja - Marco Maia: Câmara pode não acatar decisão do STF

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Troiano disse:

    Sinto muito contradizer V. Excia. sr. Marco Maia mas é mais do que óbvio que bandidos condenados não podem continuar como representantes do povo brasileiro.

  2. Carlos U. Pozzobon disse:

    Mas o TSE tem cassado prefeitos e até governadores. Portanto, a cassação do mandato tem sido executada tanto pelo legislativo quanto pelo judiciário. Marco Maia pode abrir um precedente que termine numa crise institucional, pois aqueles que foram cassados por tribunais podem querer retornar aos cargos. Tudo isso é muito explosivo, pois abre um precedente para a desobediência civil. Se os deputados cassados pelo STF não abandonarem os cargos, então…..

  3. Rudy Lang disse:

    O que é que se poderia esperar de uma camarada que faz parte do partido que desmoralizou totalmente o poder executivo e que se fazia passar por uma virgem vestal?
    Proteger os seus filhotes. É tudo farinha do mesmo saco.

  4. Luis disse:

    A Camara jdos deputados julgar os mensaleiros, é o mesmo que o PCC julgar seus afiliados.

  5. helo disse:

    Penso que o líder deveria ser menos enfático. Criar polêmica com o STF em favor de políticos que cometeram crime grave, poderá irritar o poder judiciário. Esse mensalão não terá fim? Esse fôlego poderá até dar mais fôlego no processo do crime mais recente, tão grave quanto o do mensalão, e que atinge mais diretamente o ex-presidente.

  6. João Cirino Gomes disse:

    Sistema imundo criado por oportunistas, e politicagem porca!

    O insensível sistema.

    Ele não come, não bebe, não dorme.
    Não possui sentimentos.
    Vive à custa do sangue e suor dos oprimidos.

    Seus maiores inimigos são os de mente aberta.
    Pois vivem arrancando sua máscara.

    Descobri que é covarde.
    Não tem como esconder.
    É filho do hipócrita, com a conveniência.

    Criado por mentes capitalistas maquiavélicas.
    É sutil em arrecadar, e fascina os oportunistas.
    É o pai da violência, e causa repugnância.

    Usa e abusa dos inocentes…
    É constantemente aperfeiçoado por gananciosos.
    E seus criadores se passam por justos e virtuosos.
    Seu nome é sistema.

    Primeiramente, para passar o país a limpo, o povo brasileiro precisa saber como funciona uma eleição!

    Em segundo lugar, precisaria ter fim alei de imunidade e o foru privilegiado!

    Pois a lei de imunidade só serve para acobertar políticos corruptos e o foru privilegiado, só serve para facilitar vendas e negociatas de sentenças!

    Estas seriam as bases para que os políticos bandidos parassem de nadar de braçadas!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *