Início » Opinião » Artigos » Depois da tempestade, vem o temporal!
Grita Brasil

Depois da tempestade, vem o temporal!

O trabalho que nós temos é grande. Muito grande. Temos que urgentemente desmitificar Lula. Temos que mostrar de verdade quem ele é

Depois da tempestade, vem o temporal!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Depois das manifestações de 15 de Março por todo o Brasil – eu fui – e que para o governo pareceu ser só um chuvisco, apesar de eles terem sido pegos de surpresa pela dimensão dos atos, principalmente com o mais de um milhão nas ruas de São Paulo – apesar da tentativa de querer vender um número bem aquém desse apurado – o céu de quem olha do lado de cá parece continuar com nuvens negras e carregadas.

dilma2015

Dilma ficou magoadinha, mas disse que mesmo assim, não vai se abater, pois quem foi às ruas não votou nela (Reprodução/Internet)

E não tentem dizer que a bonança está a caminho. Não, não está. E ela não vem. Ela inclusive já mandou avisar. Vem é mais temporal por aí. E o tipo de temporal que não irá acabar com a crise hídrica no país, mas que poderá acabar sim, com o país.

Não sou alarmista. Sou centrado, com os dois pés no chão e mesmo usando óculos não consigo acreditar na visão míope de parte da população. Alarmista é um empresário que jurou que o dólar chega até o final do ano em R$ 6,00. Isso é ser alarmista.

Mas voltando, para o governo as demonstrações de FORA DILMA, FORA PT, LULA NA CADEIA, e várias outras, não foi temporal nenhum. Foi, como disse, um chuvisco; o que foi confirmado pela hilariante ou patética entrevista dada no final do domingo, 15 de março, pelo então ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, e pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto. Entre muitos blá, blá, blá, fui obrigado a ouvir que as manifestações foram de pessoas que não votaram na Dilma, como se isso fosse algum tipo de justificativa e uma tentativa de explicar que existem os outros que votaram e que estariam satisfeitos. Será mesmo?

A verdade é que o governo sentiu sim alguma coisa, mas é claro que não dará o braço a torcer. Nunca.

Mas para não mostrar medo, fragilidade, Dilma resolveu mostrar a cara, lavada, mas mostrou. Acho até que demorou. Ela teria que ter falado alguma coisa no dia 15, e não enviado dois ministros com um discurso demagogo, cínico e covarde.

Mas quando ela falou, voltamos a ouvir muito blá, blá, blá, como sempre, e a tentativa dela de esquivar da culpa dizendo que vai fazer acontecer o pacote anticorrupção que ela pretende lançar, mas que infelizmente só valerá para o pós Petrolão, pois a lei não retroage. Mas quer saber? É tudo demagogia. Até isso acontecer, já apareceu até um novo escândalo. E podem estar certos que se cavucarem vão achar; Banco do Brasil, BNDS, Caixa… olha só quanta opção.

Ouvi-los falar me causa nojo na verdade. Todos eles. Da Dilma, passando pelos ministros que acham tudo azul, quero dizer, tudo vermelho, até mesmo o presidente do PT que continua defendendo com unhas e dentes o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Fora a maneira arrogante que eles falam.

Chega. Basta. Fim.

Lula, o grande perigo & Dilma, a incapaz!

Se alguém ainda não se convenceu que Lula ainda apita muito e, até demais, da conta para um ex-presidente, saibam que: na semana passada os dois bateram boca numa reunião no Palácio do Planalto.

dilmaelula

Depois que o Lula não apita nada… (Reprodução/Internet)

Mesmo essas rusgas entre eles não me convencem que tudo é maquiavelicamente arquitetado para que Lula, esse sim, o grande perigo do Brasil, volte triunfal em 2018.

Mesmo ouvindo um zum-zum aqui de que Lula teria se arrependido de não ter vindo candidato agora em 2014, nada me tira da cabeça que, já que eles falam em golpismo, esse seja o golpe mais bem bolado pelo PT para se perpetuar e ganhar mais 4 anos no poder com Lula em 2018.

Ninguém vai me convencer que Lula vai querer continuar pescando e bebendo sua pinga. É ruim. Ele nunca quis isso e nunca fez isso. Lula está aproveitando para fazer mais um pé de meia – fora o pezão de meia que ele já fez com o mensalão e o Petrolão, ninguém vai me convencer que não, o problema está em provar – dando palestras pelo mundo, para depois de perpetuar como o grande líder que irá salvar o Brasil de novo. Como, de novo? De quem? Deles mesmos?

O trabalho que nós temos é grande. Muito grande. Acho que não temos que nos ocupar em ficar gritando pelo impeachment da Dilma. Temos que continuar cobrando, gritando, esperneando se for necessário, mas temos que urgentemente desmitificar Lula. Temos que mostrar de verdade quem ele é. Temos que desnudá-lo, tirar a foto e mostrar para todo o Brasil. Principalmente para o Brasil que o idolatra.

Não é tarefa fácil, mas temos quatro anos pela frente. Não sei se o simples fato da Dilma não conseguir fazer um país melhor, do escândalo do Petrolão, de alguma inflação, seja páreo para o que as pessoas acham que Lula representa. Lula é algo maior, tanto que, mesmo com o mensalão ele lançou uma candidata e a elegeu.

Então, meus caros, Lula é e deve ser nossa maior preocupação para conseguir vislumbrar um país melhor.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

6 Opiniões

  1. Carlos Chacal disse:

    Que país é esse ,um analfabeto que não gosta de Brancos de Olhos azuis (só do EIKE ,quando tinha dinheiro ).querer ser um novo Imperador do Brasil.

  2. Ricardo disse:

    Boa lembrança, como está o câncer do Lula. Fui na manifestação do dia 15, gritei muito mais contra Lula que contra Dilma. Dilma está morta, mas 9 dedos ainda não.

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Então agora além de se gritar FORA DILMA temos que fazer placas em vermelho e preto LULA É O PERIGO, É NOSSA MAIOR PREOCUPAÇÃO.

  4. Revoltado disse:

    Como dizia o genial dramaturgo Nelson Rodrigues: “Desenvolvimento não é algo que se improvise; é obra de séculos!”

  5. Roberto1776 disse:

    NENHUMA NOVIDADE SOBRE O CÂNCER DE LULLA?

  6. Joma Bastos disse:

    “…Então, meus caros, Lula é e deve ser nossa maior preocupação para conseguir vislumbrar um país melhor.”

    É com afirmações como essa, que este Brasil não desenvolve social e economicamente.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *