Início » Brasil » Descarte sustentável: itens que também podem ser reciclados
Reciclagem de objetos

Descarte sustentável: itens que também podem ser reciclados

Materiais contidos em tênis, resíduos de aveia e até em embalagens de salgadinhos podem ser reciclados

Descarte sustentável: itens que também podem ser reciclados
Em 2013 foram produzidos 64 milhões de toneladas de lixo no Brasil (Reprodução/internet)

Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), em 2013 foram produzidos 64 milhões de toneladas de lixo no Brasil. Desse volume, cerca de 38% tiveram um destino inadequado – como lixões – e 9% sequer foram coletados.

A quantidade de lixo produzida pelos brasileiros aumenta a cada ano, por esse motivo urge o emprego de alternativas eficazes para o descarte de alguns materiais. Abaixo uma relação de itens, cujos componentes poderão ser reutilizados, uma vez que recebam tratamento adequado.

1. lâmpada fluorescente


Embora a lâmpada fluorescente contenha mercúrio (um metal extremamente tóxico), é possível reciclar esse objeto. Durante esse processo, um sistema a vácuo associado a altas temperaturas separa o mercúrio dos outros elementos que compõem a lâmpada, que podem ser reutilizados pelas indústrias. Para reciclar a lâmpada fluorescente basta levá-la ao posto de reciclagem indicado pelo fabricante ou procurar na internet empresas especializadas nesse serviço.

2. embalagem de salgadinhos


As embalagens metálicas de salgadinhos, tipo “chips” são confeccionadas com um material chamado ou película de polipropileno biorientada (BOPP). Ele também é empregado em embalagens de biscoito, café, chocolate, rótulos, etc. As cooperativas, em geral, consideram o BOPP não-reciclável, porém, há empresas que utilizam outras tecnologias para o reaproveitamento dessas embalagens. Dessa forma, outros produtos são criados a partir da película, como displays de varejo, bolsas e carteiras.

3. resíduos de aveia


Durante o processo de produção da aveia “Quaker” são gerados resíduos que, a princípio, não têm muita função no ambiente. Porém, a PepsiCo (empresa que fabrica o produto) passou a reciclar esses resíduos em 2011, usando-os como combustível (biomassa) no lugar do gás natural. A medida não só diminuiu o consumo do combustível fóssil, – em 1.042 toneladas -, como também representa uma alternativa mais verde de eliminar as 1.440 toneladas de casca de aveia por ano, uma redução de 20% na quantidade de resíduos. A iniciativa foi premiada pela AMCHAM.

4. cartuchos de tinta e toner


A tecnologia atual de reciclagem desse produto já permite aproveitar todos os seus componentes. No programa de reciclagem da HP, as partes plásticas são trituradas, misturadas a outras fontes de plástico reciclável – como garrafas PET – e empregadas na fabricação de novos cartuchos de tinta. Os componentes metálicos e o resto de tinta são igualmente reaproveitados em outros ciclos de produção. Hoje em dia, a maioria das lojas recolhem cartuchos usados.

5. jeans


A produção do jeans requer um grande esforço do meio ambiente; das plantações de algodão ao desenvolvimento do tecido, pelo elevado consumo de água. Grandes empresas como a Levi’s já investem na produção de peças mais sustentáveis; confeccionadas com algodão tradicional e materiais recicláveis como garrafas PET, comprimidas e transformadas em fibras de poliéster. Empresas menores fazem jeans com algodão orgânico ou usam retalhos e fibras de peças antigas para confeccionar as novas. É possível reciclar o jeans entregando o material a empresas especializadas, que transformam o tecido em outras peças de vestuário ou em produtos para isolamento térmico de casas.

6. cd/dvd


Os CDs e DVDs não deveriam ser descartados no meio ambiente e sim reciclados. Entretanto, a tecnologia para reaproveitar os componentes desses objetos é cara e incomum no Brasil. Nos países desenvolvidos, esses discos passam por uma desmagnetização que separa as diferentes camadas da mídia, permitindo a reciclagem do plástico, que constituí 90% da estrutura do cd/dvd. Esse objetos levam mais de 400 anos para se decompor no meio ambiente. Logo, como no Brasil não dispomos de uma solução para reciclar o produto, a ideia é reduzir o consumo ou procurar cooperativas que dão um fim criativo/artístico para os CDs velhos.

7. tênis velhos (que já não podem mais ser doados)


Os tênis também podem ser reciclados. O material que compõe esses calçados pode ser utilizado posteriormente na fabricação de tatames de EVA, pistas de corrida, quadras e campos de grama artificial, por exemplo. Além disso, o tênis também pode ser utilizado como combustível. Em 2012, a Adidas lançou o programa “Pegada Sustentável”, cujo objetivo era recolher tênis velhos e utilizá-los como combustível limpo em fornos de cimento. Entretanto, o site oficial da marca não informa se o programa continua e quais lojas recolhem os tênis. A Nike por sua vez, mantém um programa nos Estados Unidos de produção de quadras esportivas feitas a partir de tênis velhos. Porém, o programa nunca chegou ao Brasil.

Fontes:
Super Interessante-7 outros itens que podem ser reciclados (e você não sabia)

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    A reportagem é de grande relevância feita por condomínios e outros locais de grande porte, mais acontecer como o caso de um catador de lixo pela madrugada de São Paulo apanhou de boizinho e ainda levou uma garrafada na cabeça, o coitado estava trabalhando e depois a policia vem dizer que ele já era procurado por isso e por aquilo. Se fosse o filho deles o que fariam.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *