Início » Brasil » Desmatamento da Mata Atlântica teve queda de 24%
Meio Ambiente

Desmatamento da Mata Atlântica teve queda de 24%

O Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica revela que Piauí, Minas Gerais e Bahia foram os estados que mais desmataram a região

Desmatamento da Mata Atlântica teve queda de 24%
De 2013 a 2014, o desmatamento foi de 183 km² nos remanescentes florestais dos 17 Estados abrangidos pelo bioma, segundo o estudo (Foto: Wikipedia)

Nesta quarta-feira, 27, a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgaram o Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica. O estudo revelou que o desmatamento da Mata Atlântica teve uma queda de 24% no período de 2013 a 2014 em relação ao período anterior.

De 2013 a 2014, o desmatamento foi de 183 km2 nos remanescentes florestais dos 17 estados abrangidos pelo bioma, segundo o estudo. Enquanto isso, no período anterior, a devastação havia chegado a cerca de 240 km2. Os estados que mais desmataram foram: Piauí (56,2 km2), Minas Gerais (56 km2) e Bahia (46 km2).  No entanto, os três registraram redução de 15%, 34% e 2%, respectivamente, em relação ao período anterior.

A diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, Marcia Hirota, diz que a redução do desmatamento do bioma ocorre depois de dois anos seguidos de alta. “É uma ótima notícia, principalmente porque identificamos novos espaços que tendem ao desmatamento zero, ou seja, uma supressão da vegetação abaixo de um quilômetro quadrado”, afirmou ao Estado de S. Paulo.

Para Marcia, as pressões da sociedade e o cumprimento da legislação ajudaram a diminuir a devastação do bioma.  Segundo o estudo, apenas seis estados apresentaram desmatamento acima de um quilômetro quadrado: Piauí, Minas Gerais, Bahia, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Entretanto, ainda houve redução do desmatamento em relação ao período anterior em cinco deles. A exceção é Santa Catarina, que teve um aumento de 3%.

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Devastação cai 24% na Mata Atlântica

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *