Início » Brasil » Dilma, a vítima!
Grita Brasil

Dilma, a vítima!

Quem não conhece, pode acabar tendo compaixão de ver uma presidente sendo achincalhada e fazendo com que algumas pessoas a coloquem no papel de vítima

Dilma, a vítima!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas


sniff, sniff, eu sou vítima, sniff, sniff

Sniff, sniff, eu sou vítima, sniff, sniff

Quem não conhece, pode acabar tendo compaixão de ver uma presidente sendo achincalhada diariamente quase que em praça pública e fazendo com que algumas pessoas a coloquem no papel de vítima. Uma pobre coitada, injustiçada, perseguida, mal falada.

Dilma é vítima? Sim, mas não dentro do conceito que todos acham que conhecem. Dilma é algoz? Sim, com certeza. E entre a vítima e o algoz nesse caso existe uma linha muito tênue fazendo com que alguns até tenham dúvida de seu real papel nesse emaranhado de acontecimentos e fatos que não param de revelar mais e mais coisas escabrosas no episódio Petrolão, e que está longe de aparecer mais grana e personagens.

Mas não tem problema. Explico para os menos abastados de massa cinzenta. Mas não se sintam vítimas. Acontece nas melhores e piores famílias. Vai saber?

Dilma é algoz quando comete, como definiu muito bem Miriam Leitão, estelionato eleitoral. Ou seja, durante a venda de mais um mandato com ela a frente, ela vem e diz que pintaria um quadro cor de rosa, que o trabalhador, que a economia, que a educação, que a saúde, que o Bolsa Família – que o raio que não a partiu – iriam ser cor de sonho, de Alice no País das Maravilhas e quando a obra foi ficando pronta e ela (Dilma) começou a mostrar partes da grande “obra prima” – leia-se seu governo – muitos começaram a ver cor de lama. Ou cor de estelionato. Ou de burro quando foge.

Dilma é vítima – e esperamos que seja mesmo – no sentido de que tudo isso que a levou ser reeleita, passando pelo dinheiro arrecadado segundo ela sempre legalmente para a sua campanha, mas que segundo os envolvidos (empreiteiros) na Operação Lava-Jato têm falado em delações premiadas não seria tudo bem assim legal e que esse dinheiro teria uma ligação direta na obtenção de vantagens em contratos com a Petrobras e, por conseguinte com a corrupção na Petrobras cabendo à Justiça a leitura disso como sendo fato ilícito e se isso já seria objeto da perda de mandato. Ou (também) pela aprovação ou não das contas de Dilma em 2014 pelo TCU, onde existem pedaladas fiscais que chegam a R$ 40 bilhões – um troco –, e também maquiagens e as ofensas contábeis em grande número passando pela Lei de Responsabilidade Fiscal e que poderia levar também a perda de mandato. Mas como passa pelo Congresso…

O fato é que a vítima literalmente falando e no sentido que conhecemos não é uma, duas ou meia dúzia de pessoas, não é você, nem eu. É praticamente o país todo – excluindo-se os que ainda acham tudo lindo – que vem assistindo a tudo isso temeroso do que poderá ser o amanhã se tudo continuar como está, ou seja, com a Dilma ainda no comando até quando 2018 chegar.

Quando Dilma fala que tudo isso é golpe, eu rebato que isso sim é que é golpe. Não existe golpismo. Existem fatos, a Justiça, os acuados, os delatores. E é essa engrenagem que Dilma e os seus chamam de golpismo.

Quem não for grego verá!

Ação e Reação!

A terceira Lei de Newton com certeza não se aplica ao governo Dilma. Até porque eles não são muito chegados a essa coisa de lei. Essa é uma palavra que pouco transita dentro desse governo. Só se for uma lei muito boa que possa justificar algo que os favoreça e ajude a justificar algum malfeito. Uma lei de conveniência.

Segundo Newton a toda ação corresponde uma reação de mesma intensidade, mesma direção e em sentido contrário. E não é o que vemos.

O governo desvirtuou a lei. Ao invés de Dilma parar tudo e tentar uma manobra de recomeçar, de alguma coisa, ela fica ladrando como se estivesse com raiva, articulando manobras para se defender ao invés de sentar para encontrar alguma solução que mostre a todos que ela enxerga que seu governo não anda bem, que o país não nada bem e que ela está disposta a mudar e fazer com que entremos nos eixos novamente. Mas será que tivermos nos eixos nos últimos doze anos?

Olhando essa foto e para corroborar o que disse, poderíamos dizer que o governo Dilma é retratado na primeira Lei de Newton que justifica o que vivemos. A Lei da Inércia que baseada nas conclusões de Galileu diz que: “Por inércia, um corpo em repouso tende a continuar em repouso.”

Ou seja, enquanto o governo Dilma não fizer realmente o seu dever de casa…

Quem não for grego (também) verá!

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    dilma aprendeu com o jacaré,o qual chora quando come sua preza.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *