Início » Brasil » Dilma anuncia redução na conta de luz a partir desta quinta
Corte de 18%

Dilma anuncia redução na conta de luz a partir desta quinta

Presidente diz que Brasil não corre 'risco de racionamento ou qualquer tipo de estrangulamento, no curto, médio ou no longo prazo'

Dilma anuncia redução na conta de luz a partir desta quinta
Redução na conta de luz custará R$ 8,46 bilhões aos cofres do Tesouro Naciona (Fonte: Reprodução)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A partir desta quinta-feira, 24, a conta de luz fica mais barata. O anúncio foi feito pela presidente Dilma Rousseff na noite desta quarta-feira, 23, em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV.

Leia também: Cidades-sede podem ficar sem luz durante a Copa
Leia também: Lobão diz que não há risco de racionamento e mantém plano para setor
Leia também: Dilma aprova lei que permite redução na conta de energia
Leia também: Termelétricas podem ser usadas de maneira permanente em 2013

De acordo com a presidente, o Brasil tem energia suficiente para o presente e para o futuro, “sem nenhum risco de racionamento ou qualquer tipo de estrangulamento, no curto, médio ou no longo prazo”. Dilma disse também que o sistema do país “é um dos mais seguros do mundo”.

A redução na conta de luz é maior do que a anunciada em setembro do ano passado. O corte será de 18% para as residências e de até 32% para as indústrias, agricultura, comércio e serviços.

Críticas

 

A presidente assinou nesta quarta um decreto e uma medida provisória com os novos índices de redução das tarifas. Dilma também criticou as previsões daqueles que, segundo ela, “são sempre do contra”.

“Nesse novo Brasil, aqueles que são sempre do contra estão ficando para trás. Pois nosso país avança sem retrocesso em meio a um mundo cheio de dificuldades”, afirmou a presidente.

Ainda segundo Dilma, mesmo as populações dos estados cujas concessionárias de energia não aderiram ao plano do governo terão a conta de luz reduzida. O governo compensará com recursos do Tesouro o valor que caberia às concessionárias que não aderiram. Com isso, o desconto na conta de luz dos brasileiros custará R$ 8,46 bilhões aos cofres do Tesouro Nacional.

Além disso, o governo irá transferir para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) a responsabilidade pelo pagamento de uma série de subsídios hoje pagos pelos consumidores. Essa medida obrigará o Tesouro a depositar R$ 4,4 bilhões na conta do CDE em 2013.

http://youtu.be/nRiGHVMu3Fg

Fontes:
G1 - Dilma confirma redução na conta de luz e critica 'pessimistas'
Último Segundo - Dilma anuncia redução de 18% na conta de luz e descarta risco de racionamento

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. helo disse:

    Dilma é teimosa e não gosta de ser contrariada. Choveu e ela antecipou a promessa. Que bom. E as termoelétricas que tanto criticou estão a toda.

  2. jose eduardo dias yunis disse:

    Obrigado São Pedro.

  3. Mauricio Fernandez disse:

    Existe realmente falta de chuva. Mas a falta maior é de ações corretas. Reduções hoje poderão reverter-se em aumentos amanhã ao sabor dos humores políticos partidários exercitando o velho esquema caça níquel de angariar votos. Com tempestades eleitorais escurecendo os horizontes do nordeste e do norte por conta das desastradas “articulações” do ex deputado federal Paulo Rocha do PT que fala em nome do Governo e marca reuniões em ministérios e outros orgãos com o pleno conhecimento e apoio do Ministro de Minas e Energia Edison Lobão. É certo a grande tempestade, pelo descontentamento gerado em importantes setores do próprio governo, pela singularidade dos projetos, assim como a repulsa da sociedade em geral que descortina e desconfia das ações engendradas pelo ex deputado. Um fenomenal engodo que envolve a credibilidade de negócios empresariais, a credibilidade de ministros e até de setores insuspeitos estão sendo alvos de imensa indignação. São fatos e atos divulgados publicamente como ações saneadoras e de desenvolvimento mas que não comportam o mínimo de requisitos para o real convencimento sequer da população mais simples e desavisada. Uma vergonha!

  4. João Silva disse:

    Muito bom Parabén…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *