Início » Brasil » Dilma anuncia meta para zerar o desmatamento ilegal em dez anos
Viagem aos EUA

Dilma anuncia meta para zerar o desmatamento ilegal em dez anos

Em comunicado conjunto com Obama, Dilma anuncia meta para zerar o desmatamento ilegal, reflorestar 12 milhões de hectares e aumentar em 20% o uso de fontes renováveis

Dilma anuncia meta para zerar o desmatamento ilegal em dez anos
O Brasil era um dos últimos países que ainda não tinham apresentado suas metas para COP-21 (Foto: ABr)

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira, 30, em comunicado conjunto com o presidente americano, Barack Obama, as metas do Brasil para a Conferência do Clima de Paris (COP-21), que ocorrerá em dezembro deste ano.

Leia mais: Veja os países que já divulgaram as metas de corte de emissão de gases estufa

A meta do Brasil será zerar o desmatamento ilegal nos próximos dez anos e restaurar e reflorestar até 12 milhões de hectares de florestas até 2030. No comunicado, Brasil e EUA também se comprometeram a aumentar em 20% a presença de fontes renováveis em suas matrizes energéticas.

Segundo o documento, a contribuição do Brasil “será baseada na implementação de políticas amplas, inclusive nos setores de florestas, uso da terra, indústria e energia”. “O Brasil implementará políticas com vistas à eliminação do desmatamento ilegal, em conjunto com o aumento ambicioso de estoques de carbono por meio de reflorestamento e da restauração florestal. Para tanto, o Brasil pretende restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas até 2030”, diz o texto.

Os Estados Unidos já apresentaram suas metas no ano passado. O país pretende cortar, até 2025, de 26% a 28% suas emissões de gases estufa. O Brasil era um dos últimos países que ainda não tinham apresentado suas metas para as negociações globais do clima.

O anúncio das metas brasileiras era um dos principais objetivos de Obama durante a visita oficial de Dilma aos Estados Unidos. Com a busca pelo desmatamento ilegal zero, Dilma pretende resgatar o protagonismo do Brasil nas questões ambientais. O país foi o que mais reduziu as emissões de gases estufa nos últimos dez anos, além de ter cumprido integralmente e de forma antecipada as metas climáticas para 2020.

Além das metas climáticas, os dois países anunciaram outras parceiras. A principal delas é a liberação da importação da carne bovina brasileira aos EUA, após 15 anos de restrição. Os EUA vão permitir a entrada de carne bovina de 14 estados brasileiros, sob a condição de inspecionar o risco de transmissão de febre aftosa. O Ministério da Agricultura estima que a suspensão da restrição vai  movimentar 40 mil toneladas anuais do produto.

Fontes:
O Globo-Dilma vai anunciar meta de desmatamento ilegal zero nos próximos dez anos
Folha-EUA dão primeiro passo para importar carne bovina do Brasil após 15 anos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *