Início » Brasil » Dilma aposta em redes sociais e humor para melhorar a comunicação
afinando o discurso

Dilma aposta em redes sociais e humor para melhorar a comunicação

Presidente divulgará cinco vídeos nas redes sociais esta semana. Há meses, o governo vem sendo criticado pela falta de habilidade de Dilma em se comunicar

Dilma aposta em redes sociais e humor para melhorar a comunicação
Dilma adotou um tom mais espirituoso em suas falas, mas a estratégia teve o resultado oposto (Foto: Agência Brasil)

Dilma Rousseff está empenhada em melhorar a estratégia de comunicação de seu governo. Para isso, no último fim de semana, a presidente gravou cinco vídeos que serão divulgados ao longo desta semana nas redes sociais.

Os vídeos têm duração entre 30 segundos e um minuto. Neles, Dilma aparece explicando para o espectador a crise política que afeta o Brasil, o corte de gastos promovido pelo ajuste fiscal do governo e condena a intolerância que tomou conta das discussões políticas. A presidente também reafirma a independência das instituições do país, em referência às acusações de que o governo estaria interferindo nas investigações da Operação Lava-Jato.

Há meses, a estratégia de comunicação do governo vem sendo criticada até pelos principais aliados de Dilma, que afirmam que o problema é um  dos responsáveis pela baixíssima popularidade da presidente.

Em março deste ano, Thomas Traumann abdicou do cargo de ministro chefe da Secretaria de Comunicação Social, após o vazamento de um relatório do órgão com criticas à comunicação da presidente. No documento, Traumann afirmava que o governo estava “levando uma goleada da oposição nas redes sociais” e que a comunicação de Dilma com a população é precária desde seu primeiro mandato.

Até mesmo o ex-presidente Lula já reclamou da falta de habilidade de Dilma em se comunicar. Em fevereiro deste ano, quando o ajuste fiscal estava sendo elaborado, Lula disse que Dilma errou ao não explicar para a população o porquê de “sacrifícios” como os cortes em benefícios trabalhistas.

A comunicação de Dilma também foi criticada pelo conselho da estatal Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em abril deste ano, uma nota divulgada pela empresa se queixou do “descaso” da presidente e pediu ao governo para retomar “a atenção com a comunicação pública” (leia aqui anota na íntegra).

A presidente tentou contornar a situação adotando um tom mais espirituoso em suas falas. A estratégia, no entanto, teve o resultado oposto. Em junho, por exemplo, em um discurso de improviso na abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, Dilma brincou ao saudar a mandioca como “uma das maiores conquistas do Brasil” e ao afirmar que, além do homo sapiens, também existe a mulher sapiens. A brincadeira acabou fazendo da presidente alvo chacota na internet.

Fontes:
O Globo-Dilma grava vídeos para as redes sociais
Estadão-Lula critica estratégia de comunicação do governo Dilma
Exame-7 broncas da Comunicação do Planalto ao governo Dilma

3 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    O único humor possível na comunicação de Dilma Rousseff é aquele em que ela é alvo de chacota! Fazer humor exige inteligência aguçada, raciocínio rápido e “senso de ridículo”, coisas que Dilma Rousseff não demonstra ter… Se Dilma Rousseff quis fazer humor ao falar em ‘mulher sapiens’, foi muito infeliz, como aliás já o fora ao ‘saudar a mandioca’, e citar o fogo e a colaboração como ‘processos tecnológicos’! É muito disparate num pronunciamento só!
    Mas, para quem já disse coisas como ‘tentar repor o dentifrício no tubo’ e outras asneiras com um tom professoral, não dá pra esperar nada melhor…
    O estilo ‘linha dura’ do primeiro mandato, de ‘tolerância zero’ com os ‘maus feitos’ (ou seriam ‘mal feitos’, porque foram descobertos!!) não passou de um jogo de cena que não foi além daquilo mesmo, tendo que, logo em seguida, se curvar ao fisiologismo de sempre.

  2. Ludwig Von Drake disse:

    Por conta disso nós temos que aturar dona Dilma de cinco em cinco minutos falando baboseiras na voz do Brasil. Deveria ela manter o estilo linha dura, do inicio do primeiro mandato,quando ela varreu da esplanada muitos ministros falcatruas da época do Lulla, com destaque para Alfredo Nascimento, que virou ministro para abrir vaga de senador pelo Amazonas, para João Pedro, um “cumpadre” do Lulla.

  3. Roberto Henry Ebelt disse:

    Todos os vídeos dela são cômicos. Imaginem agora quando ela vai tentar usar mais humor..
    Até em latim ela já andou nos divertindo sem ter a mínima ideia de como é o plural de “mulier” (ou femina) e plural do adjetivo “sapiens”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *