Início » Brasil » Dilma chega aos EUA para participar da Assembleia Geral da ONU
Nova York

Dilma chega aos EUA para participar da Assembleia Geral da ONU

Presidente já avisou que usará seu discurso para criticar as ações de espionagem dos EUA

Dilma chega aos EUA para participar da Assembleia Geral da ONU
Dilma não deve se reunir com líderes de outros países (Fonte: Reprodução/Reuters)

A presidente Dilma Rousseff chegou no início da manhã desta segunda-feira, 23, a Nova York, nos EUA, para participar da 68ª Assembleia Geral da ONU, que começa nesta terça-feira, 24.

Dilma já avisou que usará o discurso na ONU para criticar as ações de espionagem dos EUA divulgadas pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden.

O Palácio do Planalto não confirmou encontros entre a presidente brasileira e líderes de outros países. O Itamaraty informou, no entanto, que o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, participará de pelo menos dez reuniões bilaterais.

Além de participar da Assembleia Geral da ONU, Dilma também deve fazer outros dois discursos em Nova York, incluindo em um evento sobre oportunidades no setor brasileiro de infraestrutura promovido pelo banco Goldman Sachs, o jornal Metro e a rede Bandeirantes de TV.

A previsão é de que Dilma Rousseff retorne dos EUA na próxima quarta-feira, 25. Essa será a terceira participação de Dilma na Assembleia-Geral da ONU como presidente da República.

O evento, que reúne mais de 190 chefes de Estado, acontece uma semana após a presidente brasileira cancelar viagem oficial que faria aos EUA em outubro para reuniões com o presidente Barack Obama. A decisão foi tomada após as denúncias de espionagem dos EUA contra brasileiros, incluindo a própria presidente e a Petrobras.

Fontes:
BBC Brasil - Dilma usará discurso na ONU para criticar espionagem dos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

12 Opiniões

  1. yama disse:

    Corretíssima a sua observação Srª Jane Souza, o “foco” da Dilma não é absolutamente melhorar o povo brasileiro e tenho sérias dúvidas quanto a cidadania da mesma no sentido de “amor à Pátria”. A eficácia dos mecanismos implantados pelo PT com a Maria Letícia, Rosemary, Zé Dirceu e Zé Genoíno foi nesses anos o enriquecimento do grupo, não averiguado OSTENSIVAMENTE pelos mecanismos controladores Nacionais em especial o do LULINHA que hoje é empresário milionário e com todas as benesses dos segredos empresariais com os chineses e latino americanos. A quem interessou as concessões econômicas feitas e aceitas pelo Luis Inácio ao cocaleiro? O aumento abusivo do presso do gás porque não foi questionado? Assim, o verdadeiro necessitado que luta pelo dia-a-dia não sensibiliza a camarada Dilma/Vana Roussef….não se vislumbra o Jus Sanguinis

  2. Jane Souza disse:

    Ridículo ela abrir a sessão falando sobre a espionagem, enquanto o tema mais importante, naõ era esse. Será que tudo isso é por medo do que foi ouvido? Tenha dó né, dona Dilma, teu povo tá morrendo nos hospitais, que não tem aparelhagem suficiente, muitos, não tem nem esparadrapo, ou macas,. e voce fica perdendo tempo com baboseira. Vá cuidar do povo

  3. yama disse:

    A comentarista HELO cita “a fala na ONU a presidenta falou da nossa economia”, observo que o discurso propagandístico é dispensável ante uma observação atenta de quem possui recursos e SABEM EXATAMENTE AONDE INVESTIR COM MELHORES RESULTADOS, CLAREZA NOS NEGÓCIOS E CUMPRIMENTO DOS ACORDOS, para tanto seria NECESSÁRIO E IMPRESCINDÍVEL o Brasil oferecer o que NÃO POSSUI e para tal conhecimento realístico os países COMPRADORES ACOMPANHAM AS INFORMAÇÕES E DADOS OBTIDOS POR LEITURA DAS PUBLICAÇÕES COM INFORMAÇÕES CRÍVEIS E RAZOAVELMENTE HONESTAS.
    COMO SEMPRE A PERSONALIDADE ESCOLHIDA É DA PROPAGANDA ENGANOSA – HAJA VISTA A GRANDE OCORRÊNCIA DE CANCELAMENTO DE CONTRATOS DE COMPRAS COM O BRASIL FEITA PELOS CONTRATANTES.

  4. helo disse:

    Na última fala na ONU a presidenta falou da nossa economia. Falar agora contra a espionagem, que ninguém é favor, é o discurso fácil. Difícil é convencer o mundo de que investir aqui vale a pena. Mas o país infelizmente ainda acredita na propaganda chapa branca. Fico impressionada quanta propaganda do governo está nos maiores jornais e TVs do Brasil. Citaria o leitor Hi Vitality quando diz: “O PT foi às compras”. Nisso, e só nisso, é eficiente.

  5. yama disse:

    Os queixumes dos fracos ante os poderosos, essa é a minha interpretação do simulacro de protesto da Dilma ante uma Assembléia que se encontra assoberbada de graves diferenças e situações de iminente riscos de conflagrações que podem levar o Mundo à uma IIIª grande Guerra. Todas as nações com poder de Guerra se observam e se “espionam” para garantirem as suas próprias seguranças, quem não o FAZ só NÃO FAZ POR INCOMPETÊNCIA E INCAPACIDADE TÉCNICA.
    As metáforas são dispensáveis, mas vale lembrar a exigência dos CV nos acessos e nas verificações de credenciais para quaisquer trabalhos em que se EXIGE CONFIANÇA.

  6. Joaquim Caldas disse:

    De uma coisa os EUA tem conhecimentos:os brasileiros já mutaram para o Brascu ou o CUSIL.,Cuba não precisa de espionagem! Todo munda sabe que Fidel Castro está morto,mas ninguém da a noticia,por que?

  7. Rene Luiz Hirschmann disse:

    O PT esta vendendo a Infraestrutura Brasileira para outros países, afinal tem que ter muito dinheiro para continuar comprando esse congresso.pseudobrasileiro.

  8. Kalil Saliba disse:

    A questão de posicionamento sobre a espionagem quando descoberta , venha de onde vier é uma questão de moral para um governo sério e comprometido com suas instituições e sua conduta perante aos outros paises. Sabemos que a espionagem esta a solta, isso é uma coisa e todos tem conhecimento, mas partir de que é descoberto e revelado, tem-se que tomar providencias energicas sobre o assunto. Sabemos que esse governo capacho dos americanos, e a falsa oposição de aparencia que parece não existir, estão alheios aos acontecimentos. O monopolio da imprensa mercenaria os institutos de opiniões estão na folha de pagamentos desses governos que nos espionam, os arapongas nacionais desinformados por conviniençia também estão na folha de pagamentos desses governos.Esses bandos de cientista politicos e todo os tipos de magos e bruxos a serviço dessa imprensa vendida, são porta voz da conformação e do que vai ficar como esta não tem jeito. Falta honradez , é o que temos visto em todas as instituições, ou seja em todas as personalidades publicas, não podemos falar nem em rarissima exeções porque não existe mesmo. Se me perguntarem o que fazer diante desse quadro, eu respondo simplismente o Brasil cortar as relações com ao americanos até eles retratarem sobre o assunto. Os americanos estão pouco importando com o que a gerente vai falar na assembleia da ONU.

  9. Honório Tonial disse:

    A única preocupação da Presidente Dilma em censurar as bisbilhotagens atribuídas aos Estados Unidos , no seu discurso de abertura da ONU é impressionar, demagogicamente, os eleitores brasileiros para o próximo pleito eleitoral, do quel ´é candidata.

  10. helo disse:

    Os americanos com os satélites captam tudo o que acontece pelo mundo. Certamente não se interessaram em ler o que captaram na Petrobrás quando nenhuma americana entrou no leilão do pré-sal, e nem se importam com os papos da presidenta. Estes protestos deveriam partir dos personagens que interessam os americanos, o Irã, a Síria, o Paquistão, a China. A presidenta francamente em campanha certamente está jogando para os eleitores. Não seria tonta de criar uma crise com o nosso maior importador.

  11. ISAAC J. A. CARMO disse:

    Elmer, você tem razão: esse negócio de espionagem vai continuar, e exatamente por isso o governo americano não explicou o inexplicável e nem se retratou. Agora no nosso caso, precisa sim dar uma dura nos americanos, nem que seja na retórica usada na tribuna das Nações Unidas. Afinal, plo que revelou Snowden até agora, o Brasil é visto pelo governo americano como inimigo em potencial e não como parceiro comercial. Como isso vai continuar, mesmo, resta ao governo brasileiro investir em contra espionagem. Assim, não ficaremos tão vulneráveis aos olhos dos espiões.

  12. Elmer C.Correa Barbosa disse:

    Nossa presidente vai falar sobre espionagem quando se sabe que as potencias econômicas espionam e que vão continuar espionando. Poderia falar sobre a questão da importância da língua portuguesa (260 milhões de falantes), 5ª mais falada no mundo;informar que 17% do PIB dos países que integram a CPLP vem de ‘atividades que envolvem o idioma’; entretendo empresario no Brasil percebe a importância econômica do nosso idioma.
    Fiquemos com Noel Rosa com a letra do seu samba “Não tem tradução”
    “Tudo aquilo que o malandro pronuncia
    Com voz macia é brasileiro, já passou de português
    Amor lá no morro é amor pra chuchu
    As rimas do samba não são I love you
    E esse negócio de alô, alô boy e alô Johnny
    Só pode ser conversa de telefone..”

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *