Início » Brasil » ‘Dilma cospe no prato em que comeu’, diz FHC
'Ingrata'

‘Dilma cospe no prato em que comeu’, diz FHC

Presidente Dilma afirmou na semana passada que não recebeu herança da gestão tucana

‘Dilma cospe no prato em que comeu’, diz FHC
FHC e Dilma Rousseff (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em resposta a um discurso da presidente Dilma Rousseff na última semana, que afirmou que não recebeu herança da gestão tucana, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta segunda-feira, 25, que Dilma é “ingrata”.

Leia também: Campanha eleitoral brasileira começou antes do previsto

FHC disse ainda que “a presidente cospe no prato em que comeu” e que “o PT usurpa o poder”. As afirmações foram feitas durante um evento do PSDB em Belo Horizonte, que também contou com a participação do senador Aécio Neves, possível candidato tucano à presidência em 2014.

Além de reforçar a pré-candidatura de Aécio Neves, FHC aproveitou o encontro para atacar o Partido dos Trabalhadores. “O PT tinha duas metas. O socialismo e a ética. Sobre o socialismo nunca mais falaram. Sobre a ética, meu Deus, não precisamos nem falar”, ironizou o ex-presidente.

‘Fadiga de quem está no governo’

A estratégia de Aécio parece ser destacar a gestão de Fernando Henrique Cardoso, que, por sua vez, garantiu que o senador é o “único” candidato do PSDB à presidência.

“O Brasil está com fadiga de quem está no governo […] Mas não estamos lançando candidaturas. Estamos construindo uma candidatura”, ressaltou FHC.

Fontes:
Uol - Em evento com Aécio, FHC afirma que Dilma "cospe no prato em que comeu"

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Markut disse:

    A presidente ao se desdizer, quanto à herança recebida,revela o verdadeiro ponto do esgarçamento do seu pensamento, que seria, supostamente e não confirmada, uma reviravolta nos usos e costumes do lulismo, ávido em se perpetuar no poder e contrariando toda a tênue espectativa de que, aos poucos e com grandes dficuldades, ela iria se desvencilhar dessas lamentaveis amarras. A ilusão acabou.

  2. Anti Feudalismo disse:

    Quem são eles pra falar em ingratidão?!?! Falam em ingratidão e não falam da ingratidão que tiveram com o próprio Serra?!?! Deixaram o cara ser candidato seguidas vezes, com todos os problemas que ele não conseguia administrar nas secretarias da segurança pública, educação e saúde do estado de sp, para o cara se queimar de vez e se aposentar politicamente. Agora eles vem falar de ingratidão?!?! Ahahahahahah. Com relação ao Serra esses tucanalhas seguiram direitinho os conselhos de Nicolau Maquiavel, mas a oposição que estão fazendo ao PT é tiro no próprio pé. Aos tucanalhas e simpatizantes de plantão fica a dica gratuita: Releiam “O Príncipe”, pois estão fazendo tudo que ele disse pra Lourenço não fazer.

  3. helo disse:

    Anti Feudal,
    Mais do que ingratidão, há uma obsessão do governo em negar a boa herança, que até excede os conselhos ardilosos dados por Maquiavel.
    Vencer um discurso de negação do passado, sobretudo quando colhendo os seus bons frutos, tornou o caminho difícil para Serra ou qualquer outro, Serra, ao contrário do que diz você e o discurso, fez ótimas administrações, sobretudo na Saúde. É verdade que, apesar de sua história ser mais à esquerda que a de Lula, é desprovido do carisma e ardil do opositor.
    Alguns conselhos discutíveis de Maquiavel dão ao governante poderes até de assassinar, pelas conhecidas “razões de estado”.
    Diria: leiam o renascentista não como diz você como uma boa dica gratuita, mas para melhor observar o presente.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *