Início » Brasil » Dilma lança o PROMAC: Programa de Milhagem Acelerado!
Grita Brasil

Dilma lança o PROMAC: Programa de Milhagem Acelerado!

Com sua popularidade em queda, a presidente resolveu arrumar as malas e viajar pelo país distribuindo dinheiro público

Dilma lança o PROMAC: Programa de Milhagem Acelerado!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas-feiras

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Quer saber, deixa que eu piloto!

Depois de ver sua popularidade cair, Dilma, Lula e o PT se desesperaram. Tinham que fazer alguma coisa. Planejaram investir em propaganda. Mas Dilma resolveu então arrumar as malas e viajar pelo país.

Foi para São João Del Rey, em Minas, reduto de Aécio e num palco montado atrás da estátua de Tancredo Neves anunciou que vai dar R$ 1,9 bilhão para o PAC das Cidades Históricas. Não satisfeita, resolveu dar mais uma passadinha em São Paulo, – maior colégio eleitoral do país – a quarta em apenas 20 dias para anunciar que vai dar R$ 2,1 bilhão para obras (justo) no ABC, reduto petista na região metropolitana. Ela já havia destinado outros R$ 8 bilhões para o PAC da cidade paulista no final de julho.

De onde está saindo assim tanto bilhão, Dilma?

Não quero com isso dizer que sou contra esses bilhões para o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), quanto mais, melhor. É aí que entra a coisa muito bem calculada e premeditada. É a Dilma política e não a Dilma presidente.

É claro que esses bilhões vêm bem a calhar para Dilma e para Fernando Haddad, que foi um dos principais alvos das manifestações ocorridas em São Paulo. Fica nítido que  Dilma está tentando levantar a bola de Haddad (PT) e ao mesmo tempo tentando recuperar alguns possíveis futuros votos dos mais de 31, 253 milhões de eleitores da cidade (ou 22% do eleitorado nacional) para a sua possível reeleição. Isso é marketing de guerrilha. Isso é marketing do molusco.

Sorte dos paulistanos e azar do resto. Garanto que se Sérgio Cabral fosse do PT os cariocas receberiam a visita de Dilma e alguns bilhões.

E o restante do país, Dilma? Você sabia que esse programa anunciado em Minas já foi lançado outras quatro vezes? Como é isso Dilma? É o re-re-re-relançamento do lançamento?

Dilma, você sabia que existe um hospital em Santo Antônio do Descoberto, logo ali na divisa de Goiás com o Distrito Federal, que custou quase R$ 5 milhões e que está pronto há 8 anos, mas nunca atendeu um paciente sequer?  Sabia? Claro que não. Porque se precisar de atendimento vai procurar o Albert Einstein como fez Sarney e Genoino, né?  Você sabia que em Águas Lindas de Goiás a coisa é mais nojenta ainda?  O que seria um dos maiores hospitais do entorno do Distrito Federal é só um esqueleto que já custou R$ 15,6 milhões aos cofres públicos e que para recuperar tudo serão precisos mais R$ 20 milhões. E por causa dessa sua cegueira o Hospital de Base, em Brasília, está em caos total com pacientes aglomerados, e filas para uma cirurgia. Queria ver se fosse com alguém da sua família.

Se liga Dilma. Oferecer ajuda somente para tentar salvar a sua reeleição pode não ser a solução para o seu afogamento eleitoral. Lembre-se que essas pessoas que estão morrendo nas filas dos hospitais também votam, assim como suas famílias.

Tá na cara que por trás disso está o lançamento em causa própria do PROMAC (Programa de Milhagem Acelerado), através do qual Dilma irá acumular pontos em suas viagens que poderão ser convertidos em milhas e trocados por passagens em aviões da FAB ou em prêmios, como marionetes (como ela mesma), por balas de borracha, e spray de pimenta.

E até parece que um presidente fazer algo em causa própria é alguma novidade. O objeto é que muda. Lula teve o mensalão e Dilma até agora tem o PROMAC.

Argh... agora vou ter que comer isso?

Cid Gomes, o glutão!

É revoltante a total falta de caráter – teria outra palavra? –  que mostrou Cid Gomes, governador do Ceará, ao contratar um buffet, no valor de R$ 3,4 milhões, para abastecer a cozinha da residência oficial e o gabinete enquanto que a população carente no sertão cearense sofre com a fome e a sede.

Enquanto o palácio do governo se farta com lagosta, caviar, salmão, bombinhas de escargot e outros pratos exóticos, Cid vai também acumulando suspeitas de gastos fora da razão como a contratação de bandas e megashows (R$ 81 milhões) com estrelas como Plácido Domingos e Ivete Sangalo; o pagamento de R$ 67 milhões com frete de aeronaves para levar a sogra e a família para passear em capitais da Europa, do Caribe e dos Estados Unidos; além de pegar carona em jatinhos e iates de empresários.

Se realmente essas suspeitas forem verdade é caso de internação e prisão. O manicômio judiciário seria apropriado. Num estado que têm várias necessidades, Cid, o glutão, gasta como se tivesse sobrando e como se o dinheiro fosse dele e para ele. Fico pensando se ele deve ser do mesmo time do Sarney, que Lula classificou como não sendo uma pessoa comum. Se for pensar bem, concordo com Lula. Sarney não é uma pessoa. E muito menos esse Cid Gomes. Pessoas comuns não fazem isso. Políticos comuns não fazem isso. Só pessoas especiais devem ter esse dom canalha de ser.

E para você ver como são as coisas, depois de ver a repercussão negativa do contrato básico de R$ 3,4 milhões do governo do Ceará, você acha que Cid, o glutão, se arrependeu? Longe disso. Ele manteve o contrato com o mesmo valor e disse que, em respeito ao povo, que não tem o que comer, vai  mandar tirar do cardápio tudo que tiver nome francês, inglês e até russo. Ele quer só pratos com nome em português. Ele inclusive já marcou um jantar com a imprensa para falar a respeito dessas, segundo eles, falsas e infundadas suspeitas. A assessoria do governador, para mostrar que a coisa é séria, até divulgou o cardápio que contará com uma entrada com canapés de ovas de esturjão e como prato principal será servido peixe de carne rosada Rico em ômega três ao molho de arbusto da família das caparidáceas e muito vinho sangue de boi.

É chicana mesmo?

"Chicana"

Não vou entrar no mérito se o ministro e presidente do STF, Joaquim Barbosa, exagerou quando falou que Lewandowski estaria cometendo chicana ao querer debater sobre a divergência de data em que o crime de corrupção ativa foi cometido pelo Bispo Rodrigues, já condenado no processo do mensalão.

Essa briga dá pano para muita manga. O que deve acontecer no STF é que eles deixem as diferenças de lado, as inimizades ou o que possa haver entre eles (os ministros), e correr com essa nova etapa, que pode durar mais um bom tempo. Ainda mais quando o ministro Lewandowski, que diz não ter pressa, divaga sobre seu voto. É quase que interminável.

Não estamos prontos para ver tudo indo por água abaixo. Merecemos ver o ponto final e que este venha com um final feliz e principalmente justo.

É isso que queremos: Justiça.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambiente fechado.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Elisio disse:

    Até os deputados e senadores entenderam os recados das ruas. Esta mulher está perdida até hoje. Se continuar assim, vai cair mais ainda a sua popularidade.

  2. helo disse:

    Elisio,
    A popularidade não cai. A amioria da população não sabe de Rose, do mensalão e pensa que o que dá errado é culpa do prefeito ou do governador. A turma nas ruas já está com o reforço dos sindicalistas, a mídia ninja, que nada mais é que o próprio PT. O PT do Rio e do Maranhão tiveram que ceder o lugar para o Cabral e pro Sarney. A distribuição do nosso dinheiro já começou.

  3. Miguel Meira disse:

    Querem mesmo saber o que mais eu desejo: que o avião dos dois primeiros caia bem o meio da Amazônia. Não adiante perder mais tempo com eles. Eles tem que cair de qualquer jeito.Que seja de avião ou de helicóptero. Eles são picaretas.
    Lembrem-se que com os gestos de sua gestão (a mais absurda), eles tornaram-se seriais-killer’s do povo brasileiro. Eles e outros estão destruindo a dignidade de um povo.

  4. Miriam Menascé disse:

    Oi, Cláudio
    Estava à espera de que você escrevesse sobre a vinda iminente dos explorados médicos cubanos, mas os assuntos políticos demandam mais espaço, pois são muitos. Certamente, vem bomba na próxima!
    Crônica perfeita. Como sempre, o nosso corajoso porta-voz, Claudio Schamis, diz o que todos queremos dizer. Ainda bem. Temos memória curta, mas você está aí, a postos, para reavivá-la, todas as semanas. Nada pode cair no esquecimento.
    Estamos vivendo um momento político confuso e difícil de ser entendido, na totalidade. Mas há malfeitos que são tão gritantes, que não confundem ninguém. E você não deixou passar nada em branco.
    Gostaria de saber a sua opinião sobre essa corrida do governo, para conseguir reaver a popularidade perdida. Se é que está mesmo perdida, porque ouço a minha secretária do lar dizer que votará na Dilma, pois não quer perder os benefícios que julga ter conseguido. Esclareça-me, please!
    Um abraço
    Miriam Menascé

  5. Mauricio Fernandez disse:

    A base governista no Congresso irá se formar seja sob qual bandeira partidária for, PT, PMDB, PSDB….. tudo em nome da governabilidade. Traduzindo, os partidos terão seus interesses preservados. Portanto o PT e o governo estão com muitas dificuldades no momento e não podem continuar cometendo os equívocos de até então ou o governo de cinquenta anos vai por água abaixo rapidinho.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *