Início » Brasil » Dilma Rousseff, profissão: chantagista presidencial!
Grita Brasil

Dilma Rousseff, profissão: chantagista presidencial!

Chantagem oficial. É assim que a presidente Dilma age e trabalha. Na base da chantagem

Dilma Rousseff, profissão: chantagista presidencial!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

 

Dilma na reunião em que ela tramava como seria a chantagem

Dilma na reunião em que ela tramava como seria a chantagem

Chantagem oficial. É assim que a sua presidente Dilma Rousseff – sua sim, porque eu não votei nela de novo e ela nunca me representou nem aqui nem na China e nem no Paraguai – age e trabalha. Na base da chantagem.

O governo pressiona o Congresso Nacional agora para que este diga sim, amém, e aprove a proposta que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 que permitiria ao governo descumprir a meta fiscal deste ano. Como se essa fossa a única coisa que foi descumprida.

E a chantagem feita seria que com o sim, Dilma liberaria um pouco mais de R$ 444,7 milhões para emendas individuais de parlamentares. Quase que uma propina oficial.

O que o governo quer é que os gastos com toda a máquina pública sejam ampliados em R$ 10 bilhões. Minha dúvida é se nesses R$ 10 bilhões estão previstos as propinas, ou isso seria um por fora. Até porque já tem muita galinha com o papo cheio e outras coisitas mais.

Mas na sua quarta tentativa de votar essa proposta que permite que o governo descumpra a meta, houve agora tumulto nas galerias da Câmara o que acabou interrompendo a votação e obrigou o presidente do Senado, Renan Calheiros a suspender os trabalhos. Entre tapas sem beijos manifestantes, parlamentares e seguranças trocaram carícias e juras de amor. Renan ainda soltou que por causa de vinte e seis pessoas assalariadas os trabalhos do Congresso Nacional foram interrompidos. Ui…. Só não gostei do tom que ele falou assalariados.

Se alguns parlamentares e o presidente Renan Calheiros acharam um absurdo a manifestação, acharam que foram desrespeitados, será que eles se perguntam o por que disso tudo? Será que em nenhum momento eles questionam se os manifestantes também não se sentem desrespeitados com tudo o que temos visto por aí?

Sei que é uma questão delicada, parece até olho por olho dente por dente. Tipo se o parlamentar me desrespeitou eu também tenho o direito de pagar com a mesma moeda. Eu entendo, mas não concordo. Eu faria – como faço – diferente, eu tento tirar todos esses parlamentares que me desrespeitaram durante seu mandato não dando o meu voto para ele. E garanto que muitos dos insatisfeitos não pensam nisso na hora do voto. Mas agora o novo Congresso já está formado, com deputados e senadores para mais quatro anos. Cabe ao eleitor se lembrar disso em 2018.

E o salário…

Bem o salário mínimo vai mal obrigado. E talvez por isso o generoso relator do Orçamento da União de 2015, senador Romero Jucá (PMDB-RR), deve elevar o salário mínimo para R$ 790,00. E quando falo que é generoso é porque Jucá quer “arredondar” o salário que é previsto para ser R$ 788,06. Porém, o valor só será conhecido do grande público no final de dezembro, quando a presidente Dilma editará uma medida. Jucá tão atencioso com o povo lembrou que o ajuste é necessário porque a inflação (INPC) do ano já sofreu uma elevação nas contas do governo. Imagina se não fosse necessário.

Em contrapartida deputados querem votar agora em dezembro o aumento deles. Afinal eles são filhos de Deus né? – eu já acho que tem dedo do demônio aí no meio –, mas há controvérsias.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a ideia é garantir pelo menos a correção da inflação nos subsídios parlamentares que estão sem reajuste há quatro anos. Com os cálculos deles, a correção elevaria os salários de R$ 26,7 mil para R$ 33,7 mil. E como há outro projeto tramitando na Casa que eleva o salário para R$ 35,9 mil, há deputados que defendem que o mesmo valor seja garantido aos parlamentares. Com essa proposta sobem também os salários dos ministros de estado e da presidente Dilma Rousseff.

Não tenho dúvidas de que esse aumento será aprovado num piscar de olhos como sempre foram aprovados os aumentos dos parlamentares. Diferentemente do salário mínimo que sempre é um problema para ser aprovado e precisa sempre de muitas contas e reuniões antes de se dar algum aumento. E sempre é como se fosse uma esmola. Aumento verdadeiro, esse não nos pertence. Durma com essa.

Enquanto Paulo Roberto fala... Cerveró diz que de nada sabe e que não há nada

Enquanto Paulo Roberto fala… Cerveró diz que de nada sabe e que não há nada

Soltando o verbo.

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras – que soube bem abastecer várias pessoas – Paulo Roberto Costa, resolveu falar em uma nova sessão que trata das irregularidades descobertas na Petrobras, se estendem a todo o Brasil, atingindo obras como rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrelétricas. Ainda confirmou o envolvimento de dezenas de políticos. Será que Paulo sabe de alguma coisa assim com as obras da Copa do Mundo? Eu não duvido nada. Talvez tenham feito melhor, tipo padrão FIFA, e ninguém descobriu.

Quem comeu o verbo foi o ex-diretor da Área Internacional, Nestor Cerveró, que disse desconhecer qualquer irregularidade e que desconhece essa tal de propina. Será que estamos olhando direito para a mesma questão?

E quem aproveitou para soltar o verbo foi o senador Aécio Neves que numa entrevista ao repórter Roberto D´Ávilla, disse que não perdeu a eleição para um partido político e sim para uma organização criminosa. E quem ficou todo ofendidinho foi o presidente do PT, Rui Falcão que prometeu processar o senador. Ah coitado.

Seu Rui Falcão que me desculpe, mas se isso não é uma organização criminosa, e o mensalão não foi organizado por uma quadrilha, sinceramente não sei mais como nominar certas coisas que acontecem no governo Dilma e aconteceram no governo Lula.

Uma coisa é certa, não acho que na altura do campeonato se possa ficar ofendido por tão pouco. Esse é um dos grandes problemas do PT.

Salve as baleias. Não joguem lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

20 Opiniões

  1. Beraldo Dabés Filho disse:

    Consultorias internacionais, principalmente americanas, avaliaram a Vale em R$ 92 bilhões, à época da sua propinoprivatização. Incompreensível e sem sentido a expressão “somente uma fração foi leiloada e a cifra publicada”.
    Vítimas são os chororoqueiros bissextos, que perdem eleição presidencial a cada quatro anos e sonham com um golpe midiático, via impeachment, para se livrarem das derrotas que lhes impõe o PT.
    _____________________________________________________________________
    EM 2018, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

  2. helo disse:

    Alguns petistas falam tanto em golpe que pensam que um impeachmente seria a melhor saída para esse imbroglio e a melhor chance de se livrarem da Dilma. Gostam do papel de vítimas. Mas não acontecerá. Será esta sangria até 2018. vítimas

  3. jovelino bispo vieira disse:

    “O MAIOR TRUNFO DO DEMONIO E FAZER COM QUE NINGUEM ACREDITE EM SUA EXISTENCIA”, por muito tempo o PT escondeu suas verdadeirad intencoes para o Brasil, diziam que lutaram pela democracia, ” balela”, a guerrilha tinha um unico objetivo, implantar o comunismo no Brasil, a intervencao militar foi um remedio amargo mas foi preciso, tem aqueles q engoliram a ladainha d que as ” diretas ja” derrubou ( ou ajudou a derrubar) a ditadura, na verdade os militares tendo em vista que o comunismo nao representava mais perigo e o povo em massa pediam. por eleicoes diretas entao simplesmente entregaram o pais a um governo democratico, como era previsto, diferente da ditadura comunista q jamais entrega o poder, na verdade o comunismo e o inverso da democracia , um pais comunista jamais sera democratico e vice versa, mas nao precisam acreditar em mim, basta prestar atencao no que acontece na bolivia, venezuela, argentina,cuba, coreia do norte etc

  4. jovelino bispo vieira disse:

    O PT podia dar aulas de terrorismo ao PCC ou ao comando vermelho, a roubalheira e tanta que fica dificil nominar, o PT gastou bilhoes na copa mais cara do mundo, milhoes em um porto ( em cuba) , fora a ajuda financeira q sempre da aos ” hermamos” comunistas, fora a roubalheira no ” petrolao,” mensalao, e claro…em diversas obras do PAC aonde tem as maos do PT, sem falar da propria ideologia desse partido formado por terroristas e assassinos , acho ate que os federais deviam aproveitar e reabrir o caso Celso Daniel, mas o incrivel e ver que apesar se tudo isso ainda tem gente q defende esses caras ,esses ” zumbis torcedores” do PT comfundem partido politico com time de futebol! espero que a ficha caia pra esses mentes atrofiadas e parem de defender essa ” seita” esquerdopata

  5. helo disse:

    R$ 92 bilhões foi a avaliação de todo o capital da Vale? Há uma distorção. Somente uma fração do capital foi leiloado e a cifra publicada. Nada comparável às propinas atuais alarmantes, sem leilão, não publicadas oficialmente e apuradas não pelo poder executivo (Dilma) mas pelo poder judiciário. Dilma não só não mandou investigar como não ajudou ou comentou sobre o crime. Como presidente do Conselho da Petrobrás e a responsável maior pelos maus negócios da companhia, o que fez? Acusou um diretor da Petrobrás. O ministro do STF, nomeado por Dilma liberou o Sr. Duque que em delação premiada a acusava. “A privatização foi o embrião de tudo”. Que tudo? Das malas de dinheiro? Me poupe.

  6. Beraldo Dabés Filho disse:

    Concordo, as cifras são realmente alarmantes. A maior delas, inclusive não foi citada, a da Propinoprivataria, comandada e operada pela dupla infernal, FHC e Serra, onde uma Vale que valia R$ 92 bilhões foi entregue por R$ 3 bilhões. Concordo também que roubos de “uns” não podem justificar roubos de “outros”. A grande diferença, no entanto, é que os “uns” que não eram do conhecimento dos Mandatários do PT, foram apurados e julgados e os “outros” eram do conhecimento dos mandatários do PSDB, que não só os praticaram como autorizaram. Aliás, a falta de apuração e consequente impunidade da Propinoprivataria foi o embrião de tudo. Inspiração para um novo dito popular: já que o pau não deu em João pode não dar em Maria.
    ____________________________________________________________________
    EM 2018, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

  7. helo disse:

    Concordo com Dabés, crime não tem partido. Felizmente não pertenço a partido nenhum. Quando se diz que Paulo roubou, não quer dizer que Pedro é inocente. O que não dá é mencionar o mensalão e o atual petrolão e a resposta ser sobre o crime alheio. O que isso quer dizer? Que roubar é aceitável porque comum? Que se todos roubam podemos também roubar? Ao dizer ” e por falar em mensalão” por que não falar em mensalão? As cifras são de tirar o fôlego, manchete internacional.

  8. Beraldo Dabés Filho disse:

    Tudo blá blá blá sem sem conteúdo convincente. A última sentença, incompreensível e contraditória em si mesma, reflete bem a inconsistência do restante, que inclui bobagens como “não foi um tirano mas ditador”, “foram autoritários e pouco democráticos”, além de tiradinhas ingênuas como “liturgia eleitoral alemã”, “falta de qualquer superego”. E por falar em mensalão e petrolão, como ficou a Compra da Reeleição de FHC? Como ficou o Propinoduto do Rodoanel operado pelo Paulo Preto? Como ficou o Mensalão Mineiro do PSDB do Eduardo Azeredo? Como vai ficar o Propinoduto revelado pela alemã Siemens e pela francesa Alsthom relacionado ao fornecimento de máquinas e tecnologia para o sistema de transporte ferroviário de São Paulo, durante três governos consecutivos do PSDB em São Paulo? O Alckmim e o Serra devolverão R$ 950 milhões aos cofres públicos? E a parte do Mário Covas quem pagará? Seus herdeiros, que certamente ficaram com uma bela pensão vitalícia? Eta oposiçãozinha incompetente, desorientada e medíocre. Mineiramente, repetindo pela enésima vez: quem tem telhado de vidro não joga pedra no telhado alheio. Mais uma: pau que dá em João dá em Maria.
    ____________________________________________________________________
    EM 2018, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO.

  9. helo disse:

    Hitler seguiu a liturgia eleitoral alemã e líder com o apoio da maioria, Maduro também, Idi Amin de fato não se elegeu. Não foi um tirano mas um ditador. Apesar de muitas diferenças, todos estes presidentes foram autoritários e pouco democráticos. A ideia de golpe deve estar na mente do mineiro Dabés ou de outros com pensamento também autoritário. Gosto da liberdade, e nem penso que corremos qualquer risco de golpe. Penso que o atual governo é autoritário, medíocre e complacente com a corrupção, vide mensalão e petrolão. Falta de qualquer superego. Pensam errado e paranoicamente em golpe porque com razão têm medo que por seus graves equívocos não se elejam mais.

  10. Beraldo Dabés Filho disse:

    Desorientação total mesmo. O austríaco Hitler, por circunstâncias históricas que agora não vem ao caso, foi nomeado chanceler da Alemanha e com a morte do Presidente que o nomeara, acumulou os dois cargos e assumiu o poder total na Alemanha e deu no que deu. Idi Amim, idem,. tomou o poder em Uganda e assumiu o comando do Exército e do país, também deu no que deu. Ambos não foram, pois, civis eleitos e apenas o Maduro na Venezuela, foi eleito Presidente no rastro da popularidade de Hugo Chavez e carrega a pecha de autoritário. Citá-los, no contexto do artigo ora comentado, remete à subconsciência do desejo de um Golpe de Estado no Brasil, que vem povoando os sonhos ocultos da oposiçãozinha incompetente, que não vislumbra outra forma de chegar ao poder. Fácil: EM 2018, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

  11. helo disse:

    Desculpe Dabés errei o termo, serei mais clara: O dinheiro é que está no poder, onde vivem os poderosos ricamente. Propinas pra lá e pra cá. Burguês está mais vinculado a quem trabalha por conta própria. Esses políticos ricos sem produzir, estão no poder, de mãos dadas com o capital e não param de crescer. A ditadura militar não emplaca mais. Deu errado, foi trágica e nem os militares pensam nessa empreitada de mau fim. Os jovens irão como naquele tempo para as ruas. Agora pela tarifa zero, contra a corrupção, sem se dar conta que a democracia é frágil, que os regimes autoritários podem vir de civis eleitos como um Hitler, um Maduro ou um Idi Amin. Estes não choram, não se abalam com seus malfeitos., nem sabem que o que fazem é errado. Se acham os tais. Não pra mim. Meu sentimento é de pena deles e dos brasileiros trabalhadores.

  12. Beraldo Dabés Filho disse:

    A burguesia está no poder e o Exército está sem vontade intervir. É isto mesmo????????????? A oposiçãozinha incompetente, desorientada e chororoqueira, abusa do direito de errar. Eita!!!!!!!!
    ____________________________________________________________________
    EM 208, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

  13. Vicente disse:

    EU TERIA VERGONHA SE TIVESSE AJUDADO ESSA COISA SE ELEGER!!!

  14. Áureo Laurito disse:

    Gostaria de saber dos politicos se os mesmos não tem vergonha junto de seus familiares ( esposa,filhos,irmaos)e eleitores em aprovar a tal de meta fiscal (sinonimo) de corrupção,de defender a robalheira da pETROBRAS DE ter como heroi os palatinos do Mensalão.Familiares de politico corrupto vc não se envergonha ou são farinha do mesmo saco

  15. Áureo Ramos de Souza disse:

    O Povo que votou hoje é chamado pelo Renam Calheiros de Assalariados, ele sabe que foram o assalariados que o colocou neste patamar e hoje se esquece. Sei que estes políticos ladrão não terão entrada no Reino do Céu. As vezes penso na luta desenfreada dos homens contra os próprios homens, AVE MARIA.

  16. Jose Milton De Quevedo disse:

    Espero sinceramente que o Brasil Acorde deste Torpor e, saia novamente para as Ruas e mostre indignação com o que está ocorrendo no País!
    Esta Chaga que se Chama Corrupção que envolveu e envolve com seus tentáculos, os governantes desta Nação.
    Reclamamos o surgimento de uma liderança que venha, trazer Ordem e Justiça, que mude o Sistema Arcaico, que mude o Código Civil se preciso for que mude a Constituição também.
    Que estes novos lideres ainda cultivem a Vergonha e coloquem o País no patamar que merece.
    Chega de sermos Emergentes, Somos um País de proporções Continentais Temos Riquezas no Mar, no Subsolo,Terras Férteis e Pessoas com vontade de trabalhar e Produzir.
    Só precisamos mudar a nossa Conciência e amar nosso País, gostar dele, não dando espaço para que os Germes malignos da politicagem, se proliferem entre nós.
    Devemos sim fazer uma Profilaxia geral em todos os segmentos da nossa sociedade a começar por nós escolhendo bem nossos Representantes.

  17. Luiz Ramos disse:

    Como não poderia ser diferente, a terrorista búlgara age como sempre agiu: chantagem, terror, assalto, e tudo o mais que não presta. E também não me representa. Por favor, corrija e lapso, pois Romero Jucá não é senador pelo Paraná e sim por Roraima. É pernambucano e foi para Roraima “fazer a vida” e chegou aonde está !!!

  18. helo disse:

    Um acadêmico enfim empregou a palavra: ” A presidenta age inconstitucionalissimamente”

  19. helo disse:

    A Burguesia que não produz e é sem limites está no poder. Banqueiro no Ministério da Fazenda, desvios bilionários para o Partido, dinheiro em offshores, empresários ganhando trabalho pelo BNDES sem transparência e pagando propinas para o poder. O poder corrompe, porém o poder absoluto corrompe absolutamente.Militares estão sem vontade de intervir outra vez, o judiciário está dominado. O golpe já foi dado, o impeachment do Collor foi possível em tempos democráticos. Dilma e Maduro já escaparam desse risco. Quem sofreu impeachment foi o povo brasileiro. Impeachment comandado pelo o poder atual.

  20. Beraldo Dabés Filho disse:

    O Aécio Pinóquio, ao se deslocar politicamente de Minas Gerais para São Paulo, traçou seu futuro. Já foi até escolhido pelo PSDB para ser o braço político de um já planejado golpe midiático de estado, via impeachment de Dilma Rousseff. O plano do golpe é provocar o enfrentamento social acirrado e a intervenção do Exército para a “manutenção da ordem”. O Aécio Pinóquio já deu evidentes sinais neste sentido, com declarações do tipo “seremos um EXÉRCITO” de opositores” e “este governo é ilegítimo”. Contrariamente ao impeachment do Collor, o vice não assumiria e um colegiado de Generais prometeria eleições em “n” meses. E aí? A história, não raro, costuma se repetir. A ARENA está montada…
    ____________________________________________________________________
    EM 2018, SE HOUVER ELEIÇÃO, NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *