Início » Brasil » Dinheiro de Eike some dos cofres da 3ª Vara Criminal Federal do Rio
Caso Eike

Dinheiro de Eike some dos cofres da 3ª Vara Criminal Federal do Rio

A Corregedoria do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro abriu uma investigação para descobrir o paradeiro dos R$ 116 mil de Eike que estavam em poder da Justiça

Dinheiro de Eike some dos cofres da 3ª Vara Criminal Federal do Rio
Os carros do empresário estavam sendo utilizados indevidamente pelo juiz que comanda da 3ª Vara Criminal (Foto: Reprodução/O Globo)

Parte do dinheiro de Eike Batista, que estava em poder da 3ª Vara Criminal Federal do Rio, desapareceu dos cofres da Justiça. A Corregedoria do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro abriu inquérito para investigar o paradeiro de R$ 116 mil confiscados do empresário. Segundo a Veja, além do montante de Eike, outros R$ 600 mil, apreendidos durante a prisão do traficante espanhol Oliver Ortiz de Zarate Martin, em junho de 2013, também sumiram.

O juiz que comanda a 3ª Vara Criminal, Flávio Roberto de Souza, foi afastado do caso pelo Conselho Nacional de Justiça e pelo Tribunal Regional Federal do Rio, após ter saído flagrado utilizando o carro do empresário, ter mais dois veículos da família Batista em sua garagem e o piano de Eike na casa de um de seus vizinhos. A Corregedoria descobriu o sumiço do dinheiro após uma junta de juízes investigar o caso. Segundo fontes, o juiz não era o único a ter acesso ao cofre onde estavam armazenadas as cédulas.

O Ministério Público Federal (MPF) confirmou o sumiço do dinheiro, mas não quis entrar em detalhes, apenas afirmou que o caso será investigado e que o procedimento do juiz será analisado pela Corregedoria e pelo MPF. No início da semana passada o juiz recebeu licença médica até o dia 8 de abril.

“Com este novo fato, começamos a entender o porquê do juiz estar agindo de forma descabida, violenta, arbitrária e com crueldade. Já que os bens forma usados indevidamente, entendemos que se faz urgente, por ser de direito, a devolução de todos os bens ao Eike”, disse o advogado da família Batista, Ari Bergher, confirmando que irá requerer a liberação dos bens apreendidos.

Fontes:
O Globo-Parte de dinheiro de Eike some do cofre da Justiça

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *