Início » Brasil » Do seu, do nosso
COLUNA ESPLANADA

Do seu, do nosso

Fundo Eleitoral de R$ 3,7 bilhões é uma proposta temerária para o povo

Do seu, do nosso
Congresso quer aprovar Fundo Eleitoral para uso dos partidos nas campanhas municipais de 2020 (Fonte: Reprodução/Nelson Jr./ ASICS/ TSE)

Uma prova de que o Fundo Eleitoral de R$ 3,7 bilhões, de verba pública, que o Congresso Nacional quer aprovar para uso dos partidos nas campanhas municipais de 2020 é uma proposta temerária para o povo. O Tribunal Superior Eleitoral vota hoje relatório do ministro Jorge Mussi sobre a prestação de contas do PHS em 2018. Dos R$ 3,9 milhões usados pelo diretório nacional do fundo partidário, não há comprovação dos gastos de R$ 2,6 milhões – ou estupendos 84% da verba do seu, do nosso dinheiro.

Mais essa

Além de dobrar o Fundo Eleitoral, em projeto de lei que tramita na Câmara, uma ala da Câmara sonha em retomar o financiamento de empresas para políticos e partidos.

Só doido 1

A Mesa Diretora da Câmara Federal nem homologara a sua filiação ao PSDB e o deputado Alexandre Frota, ainda PSL, votou pela bancada tucana na noite de terça.

Só doido 2

A NASA transmitia ao vivo ontem vídeo de módulo da Estação Internacional, com interação de alto nível no Twitter, até um brasileiro mandar o bom senso para o espaço e digitar “Bolsonaro lixxxxo”.

Deuses nos tronos

O Conselho Nacional do Ministério Público fechou o cerco a procuradores e promotores fora da linha. Já foram 26 punidos até julho – dois demitidos. Ok, tudo bem, o xerifado não é imune à lupa. Mas vale perguntar: quando é que o Conselho Nacional de Justiça vai averiguar as condutas de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal?

Barrado no PDT

‘Donos’ do PDT de Pernambuco, Zé Queiroz e o filho, Wolney Queiroz, querem melar qualquer intenção de o deputado federal estreante Túlio Gadelha de se lançar à Prefeitura do Recife. Novato na legenda, Túlio ascendeu – e para muitos colegas, foi eleito – por ser namorado da apresentadora de TV Fátima Bernardes.

Balançando…

O estilo político-marqueteiro do governador de São Paulo, João Dória (PSDB), começa a lhe dar dor de cabeça. Ele perdeu a primeira colocação no ranking de popularidade digital entre os governadores para o colega da Bahia, Rui Costa (PT), constatou sondagem inédita da Quaest a partir do software IPD – Índice de Popularidade Digital.

…nas redes

O IPD é uma ferramenta que acompanha, desde janeiro, a popularidade ‘digital’ de governadores, prefeitos e congressistas. 

Atenção, tropa!

No vídeo que flagra o sequestrador da Ponte jogando mochila no chão, os dois agentes de elite no front estavam cabisbaixos com foco no celular e não viram. Alvos fáceis.

Trator português

Integrantes da Associação de Hotéis e Restaurantes de Pernambuco fazem pressão em órgãos públicos para impedir que o grupo português Teixeira de Duarte construa mega resort de mil apartamentos em Porto de Galinhas, destino praiano mais procurado da região. Citam até que os 70 hectares do empreendimento são terra da União.

Maresia comercial

A turma alega que o comércio local será fortemente afetado, com fechamento de pequenos bares e pousadas, e consequentemente desemprego. 

Saúde & Leitura

O Rio de Janeiro já vive o clima da Bienal do Livro. A Fresenius Medical Care e o Projeto LER instalaram postos de troca de livros em clínicas de diálise em alguns bairros. Cada sessão de diálise dura 4 horas; e um livro é saudável companhia.   

ESPLANADEIRA

# Começa hoje em Pirenópolis, cidade histórica de Goiás, a Flipiri, feira do livro. O homenageado é o imortal da ABL Ignácio de Loyola Brandão. # O XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e o II Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego serão realizados no CICB em Brasília. 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Luiz Alberto Franco disse:

    O silêncio do ínclito jornalista a respeito dos problemas de desmatamento e das queimadas (houve demonstração factual da correlação) é ensurdecedor. É como se para a Coluna Esplanada eles não existissem.
    Seria talvez um indicativo da sua simpatia por nosso führer?

  2. carlos alberto martins disse:

    no que tange ao quesito de verba para os partidos,temos que levar em conta que os corruptos,os ladrões,os estelionatários,e a corja que habita o congresso e o senado,foram eleitos por um povo carnavalesco e irresponsavel,isto é nós o povo brasileiro,portanto não adianta reclamar de seus padrinhos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *