Início » Brasil » Dodge defende denúncia contra Bolsonaro por racismo
PGR

Dodge defende denúncia contra Bolsonaro por racismo

Procuradora-geral da República defende que STF aceite a denúncia contra o deputado referente a declarações racistas dadas em palestra no Rio de Janeiro

Dodge defende denúncia contra Bolsonaro por racismo
Na ocasião, Bolsonaro se referiu a quilombolas como seres inferiores, inúteis e preguiçosos (Foto: José Cruz/ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou na última quinta-feira, 28, um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) defendendo o recebimento da denúncia contra o deputado Jair Bolsonaro (PSL/RJ) por manifestação discriminatória contra quilombolas, indígenas e refugiados.

O parecer ocorre no âmbito do inquérito 4694, sobre as declarações feitas por Bolsonaro em uma palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, em abril do ano passado. Na ocasião, o deputado falou sobre visitas a comunidades quilombolas, referindo-se a eles como seres inferiores, inúteis e preguiçosos, igualando-os a mercadorias. Ele também defendeu o fim da demarcação de reservas quilombolas e indígenas e disse que estrangeiros, em referência aos refugiados, poderiam se envolver em práticas de guerrilha e luta armada.

Segundo Dodge, as expressões usadas por Bolsonaro ultrapassam a liberdade de pensamento e transbordam para o conteúdo discriminatório e preconceituoso aos grupos aos quais ofende. Em seu parecer, a procuradora-geral da República conclui que a conduta praticada pelo deputado tem adequação aos núcleos contidos no Artigo 20 da Lei nº 7.716/1989, como “praticar”, “induzir” e “incitar” a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Dodge também rechaça a tentativa da defesa de Bolsonaro de incluir as declarações racistas em contexto de manifestação política e, consequentemente, acobertadas pela imunidade parlamentar do deputado.

O discurso no Clube Hebraica não foi a primeira vez em que Bolsonaro teceu declarações de cunho discriminatório e racista. Em 2011, durante entrevista ao programa CQC, da Band, ao ser questionado sobre o que faria se seu filho se apaixonasse por uma negra, Bolsonaro respondeu que não corria esse risco, “pois seus filhos foram muito bem educados”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Kyrie Sarahy disse:

    É inacreditável que venha a ser aceita a candidatura à presidência do país de uma criatura, pública e notoriamente preconceituosa e radical que não hesita em manifestar esses seus princípios antidemocráticos e cristão, quer em público quer em particular nas apresentatações que realiza em público, ou em particular. Oxalá tenha êxito a denúncia proferida pela Procuradora Geral da República Raquel Dodge tenha êxito e que a candidatura daquela figura nefasta não se materialize. Que Deus nos ajude e proteja!

  2. H,I.C. Mayol disse:

    É inadmissível que se permita a candidatura à presidência do país de uma pessoa, notória e publicamente conhecida pelas suas posições preconceituosas, antidemocráticas e anticristãs; que não hesita em manifestar tais princípios em todas suas apresentações públicas ou particulares, em tentativa condenável de influenciar a opinião pública com seus pensamentos nefastos. Oxalá tenha êxito a denúncia formulada pela Procuradora Geral da República Raquel Dodge para que o denunciado seja processado pelo crime de racismo, cuja condenação seria muito em-vinda. Que Deus nos ajude e proteja. Amém!

  3. Roberto1776 disse:

    A procuradora não tem nada de mais importante a fazer?

  4. Buckminster disse:

    Desde 1988 nossa constituição tem promovido o sofrimento de muitas pessoas juntamente com políticos, mídias e demais gravatas que não são exemplos de nada! Estão percebendo nitidamente que Bolsonaro é a possibilidade de mudança que o povo precisa para não continuar servindo de escravo para aqueles que lucram com desgraças alheias. Que tais denúncias vazias não prosperem por que sejam denunciados os milhares de políticos, mídias e empresários que afundam o Brasil. Bolsonaro presidente sim!!!!!

  5. Buckminster disse:

    O Brasil tem dois problemas: os ignorantes e os abutres que insistem em manter o estado de ignorância das massas para continuarem mantendo suas luxúrias.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *