Início » Brasil » Dos 81 senadores do país, 31 têm pendências criminais no STF
levantamento

Dos 81 senadores do país, 31 têm pendências criminais no STF

Levantamento mostra que 40% dos senadores do país respondem a processos ou são alvos de ações penais no Supremo Tribunal Federal

Dos 81 parlamentares do Senado, 31 (40%) respondem a processos ou são alvos de ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). Os dados são de um levantamento feito pela revista Congresso em Foco.

Os senadores são acusados de crimes como corrupção, de burlar a Lei Eleitoral e a Lei de Licitações e crimes de opinião. Dos 31 apontados no levantamento, 12 estão sendo investigados na Operação Lava Jato, entre eles Renan Calheiros (PMDB-AL) e Fernando Collor (PTB-AL), o único que já foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

A revista cita como exemplo o caso do senador, Ivo Cassol (PP-RO), que desde agosto de 2013 utiliza recursos para se livrar da condenação à prisão determinada em agosto de 2013, pelo STF. Ele foi condenado a quatro anos e oito meses em regime semiaberto por improbidade administrativa por direcionar licitações a empresas de conhecidos entre 1998 e 2002, quando era prefeito de Rolim Moura (RO). Além disso, ele terá de pagar uma multa de R$ 201 mil.

Além da condenação Cassol responde a mais 10 acusações no STF: duas ações penais por calúnia e crime eleitoral; e oito inquéritos pelos crimes de peculato, improbidade administrativa, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, crime eleitoral, corrupção passiva, crime contra o meio ambiente e contra a Lei de Licitações.

A revista também relata o caso do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Desde 2013, há um parecer na Procuradoria-Geral da República sugerindo a denúncia contra Renan por peculato, falsidade ideológica e uso de documentos falsos no inquérito 2593, que apura crimes cometidos por ele em 2007, ano em que teve de renunciar à presidência do Senado, em meio a uma série de acusações. Renan também é investigado em outros três inquéritos na Operação Lava Jato, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Fontes:
Congresso em Foco-Quase 40% dos senadores têm pendências criminais

1 Opinião

  1. Markut disse:

    Para ser exato, 38,27% dos senadores, com pendências ,na Justiça, é bem o indicador da imaturidade e desinformação dos nossos eleitores, com larga margem de analfabetos funcionais, ao depositarem o seu voto nas urnas.
    Difícil pensar em democracia, num panorama como este.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *