Início » Brasil » E agora, Brasil?
GRITA BRASIL

E agora, Brasil?

Nunca se roubou tanto à luz do dia e na calada da noite

E agora, Brasil?
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

A tal temida lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que deixou Brasília, deputados, senadores e ministros com certa dificuldade em dormir, foi revelada e nos deixa de forma transparente um recado, ou melhor, uma reflexão que passa longe da filosofia: e agora, Brasil?

Como digerir cada um dos nomes e como lidar com essa triste realidade de estarmos sendo comandados por uma quadrilha sem precedentes, pudor e culpa?

Nomes pesados da nossa política, pessoas poderosas, e que na verdade são a escória do mundo, são o que de pior pode existir na espécie humana. Se é que se pode chamar alguém dessa quadrilha de humano.

Estou estarrecido não com os nomes — alguns eu tinha certeza –, mas em como deixamos isso correr solto ao longo dessas décadas todas.

Sei que a corrupção não foi criada no governo Lula. Ela vem de muito tempo atrás. Talvez desde sempre, mas acredito que o governo do PT foi quem chutou o pau da barraca e quis abocanhar tudo. Em vez de roubar duas ou três fatias do bolo, eles quiseram roubar o bolo todo, o prato do bolo, a espátula e os guardanapos, pois vai que a coisa suja no final.

E sujou. A sujeira virou um mar de lama. Nunca se roubou tanto à luz do dia e na calada da noite.

Agora então estamos num país morto, depauperado, doente, quebrado e com muitos de seus estados quebrados também, à míngua. Abaixo do limbo.

O governo atual não tem feito muita coisa para salvar nada. Falam em reformas, falam em mudanças, mas como fazer mudanças e reformas se as pessoas que lá estão, ou que aí estão, são as mesmas que levaram o país a estar nessa situação?

Hoje (ontem) o país foi palco de manifestações em vários estados, e eu pergunto: e daí? Não acredito mais em manifestações assim. Nem sei mais em que acredito, e nem sei mais o que seria eficaz nesse ponto que chegamos.

Parar o país seria a solução? Mas parar mesmo. Tudo. Todos. Unidos. Mas às vezes acho que o país só é aquela nação unida em tempos de Copa do Mundo.

Temos que seriamente parar e estudar todos esses nomes envolvidos e revelados por essa nova lista e partir para brigar. Temos que exigir que as investigações corram, andem e que todos sejam condenados se culpados forem.

Temos que nos lembrar que ano que vem é ano de eleição. E aí como faremos? O que faremos?

Chega de dar crédito. O político brasileiro não está aí para nos defender, nos representar. E como resolver isso? Sinceramente, não sei.

Já falei isso em outra coluna, mas se Brasília explodisse com toda a classe politica dentro do Congresso e do Senado e não sobrasse ninguém, como se passa na série “Designated Survivor”, da Netflix, eu confesso que poderia ser um belo recomeço.

Mas as pessoas têm que mudar também. Não adianta só apontar para o político ladrão e corrupto. Pode parecer um exemplo bobo, mas se formos olhar de forma mais aguçada conseguimos ver como funciona a mente do nosso povo. Não de todo, mas de uma parcela. E essa parcela às vezes acaba comprometendo o todo. Eu sou motorista da Uber, e semana passada — pela segunda vez — entraram três homens de classe alta no meu carro e assim que entraram me ofereceram R$ 10 para que eu levasse mais dois passageiros além do permitido. Diante da minha negativa, eles ainda insistiram e encheram a boca para dizer: mas são dez reais que vamos te dar por fora. Eu disse: fiquem à vontade para chamar outro Uber e aí vocês tentam com ele, ou vocês podem simplesmente se dividir e solicitar um outro carro.

É um exemplo tolo, mas é essa mesma pessoa que depois critica um político que recebe propina.

Por essas e outras é que não acredito em uma mudança tão cedo em nosso país. Temos que mudar muita coisa: valores, índole, caráter… e isso leva tempo e, ao mesmo tempo, não temos tempo, temos que fazer algo acontecer. Mas como? Não sei. Você sabe? Se sim, comece a fazer.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Se beber chama o meu Uber.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. carlos alberto martins disse:

    a muito tempo em eleições no rio de janeiro,o povo votou para governador um rinoceronte de nome cacaréco.hoje em dia os animais que nos são fornecidos para votarmos,são lobos,hienas,só que de duas patas.bons tempos em que podíamos escolher nóssos animais como candidatos a serem politicos.deixando a brincadeira de lado,é lamentavel saber que mesmo com lava-jato iremos ter politicos com o carater mais sujo que pau de galinheiro.o congresso e o senado,com aval de um stj e um stf,moralmente falidos,irão votar leis que os perdoarão de todas as patifarias cometidas.a única fórma de acabar com a máfia da corrupção é o povo ir as ruas como se fosse uma passeata gay,isto é aos milhões na av paulista.está na hóra de dar-mos um novo grito de independencia ou mórte.quem se arrisca?

  2. Carlos Valoir Simões disse:

    Os termos “direita” e “esquerda” surgiram em 1789, na França (228 anos), então não se pode dizer que a “extrema direita” governou o país por 502 anos. Aliás, o Brasil como país surgiu em 1815, e como nação apenas em 1822.

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    ELES ESTÃO UM DECRETO DE VOTARMOS POR PARTIDO E ELEGERÁ O PARTIDO QUE TIVER MAIS VOTOS OU MELHOR FICARÁ AS MESMAS RAPOSAS VELHA. CLAUDIO ADORO LER SUAS CRÔNICAS ENTão eu pergunto em quem vamos votar em 2018? EIS A QUESTÃO?

  4. Beraldo disse:

    A direita radical esteve no poder por 502 anos. Só de Republica ja são 128 anos.

    Atribuir ao PT a corrupção que assola o país não é razoável.

    Em tempo,é sempre bom repetir:O ENEM deve aumentar ainda mais o rigor,na avaliação de REDAÇÃO.

  5. Selma Carvalho disse:

    Para mim é culpa do PT SIM!. Ele subiu ao PODER para mudar isso e não PARA SER ISSO PIOR
    o problema é que as pessoas esqueceram PORQUE colocaram o PT lá,
    esqueceram as promessas de campanha do PT.
    Ai o discurso volta a ser TODO MUNDO FAZ, TODO MUNDO MENTE, TODO MUNDO ROUBA.
    Então para os esquecidos votem em 2018 no LULA novamente, Quem sabe ele VOLTARÁ a fazer parcerias com o PMDB de Temer né?

  6. Beraldo disse:

    O autor está caindo na real.A extrema direita governou o país por 502 anos, plantando corrupção. Só falta agora, ele parar com o argumento inconsistente,de colocar a maior parcela de culpa no PT, por tudo de ruim que acontece no País.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *