Início » Brasil » É ou não é piada de salão…
Grita Brasil

É ou não é piada de salão…

Gilberto Carvalho assume mais uma vez o papel de defensor dos fracos, pobres e oprimidos e faz de José Dirceu uma vítima, um perseguido, um injustiçado

É ou não é piada de salão…
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas-feiras
gilberto

“Existem forças do mal, um grupo que está querendo a nossa caveira!”

 

O Carnaval nem chegou ainda e já estão exagerando nas piadas de salão em Brasília. Uma das últimas foi contada pelo ex-ministro Gilberto Carvalho, que defendeu o ex-ministro José Dirceu, que voltou a figurar nas páginas policiais como suspeito de participar do episódio de propina na Petrobras – até porque um político com a experiência dele nunca ficaria de fora. Ele está sendo investigado pela Operação Lava-Jato por ter “prestado serviços” de consultoria pelos quais recebeu “míseros” R$ 4 milhões. E depois vem ele dizer que não tinha dinheiro para pagar a multa de sua condenação no episódio do mensalão. E o pior disso tudo é que mesmo assim José Dirceu influencia os rumos do PT.

Gilberto Carvalho assume mais uma vez o papel cego de defensor dos fracos, pobres e oprimidos e faz de José Dirceu uma vítima, um perseguido, um injustiçado. Tanto no caso do mensalão como no caso do petrolão. Gilberto fala abertamente que tudo isso é uma tentativa – e lá vamos nós de novo – da oposição de criminalizar o partido e com isso tentar impedir uma candidatura do ex-presidente Lula à presidência em 2018.

O que me irrita em tudo isso (também) é o jogo sujo que eles fazem de jogar tudo na conta da oposição. Eles criaram um enredo e tentam vender esse filme para todo o país, no qual o PT é a vítima e os outros da oposição são os carrascos. E essa ideia é até facilmente vendida por eles e comprada pelos eleitores e adoradores de Dilma, Lula, PT & Cia. Como se fosse uma briga David x Golias. Como se houvessem vários Caíns e Abéis.

Para Gilberto a questão é só uma: “Querem nos levar aos tribunais”. E eu afirmo sim, queremos. Mas queremos levar TODOS os envolvidos. Independente do partido. E isso às vezes fica difícil fazer essas pessoas enxergarem. Eu não me preocupo com o partido e sim com o ato cometido pelo político. O malfeito não ficaria mais ou menos bonito, não seria mais ou menos importante, não seria mais ou menos absurdo dependendo da sigla do partido que o político envolvido carrega na sua carteira de identidade.

O nosso problema é com a corrupção, com a propina, com a avacalhação que fazem diante de nossos olhos certos da impunidade. Certos de que um ou outro poderá sucumbir, mas que serão mártires de um bem maior. Só que o bem maior é para eles e não para o povo.

Enquanto as pessoas aceitarem tudo porque recebem algum benefício do governo, vamos continuar aqui debatendo, falando, até a próxima eleição, e a próxima, e a próxima. Quando perceberem que é o roubo deles que mata um na fila do hospital, deixa uma criança sem escola, deixa uma cidade ainda sem receber luz, esgoto e água, não ergue outro hospital, não abre uma nova escola, aí sim poderemos começar a pensar que alguma coisa poderá mudar. Mas enquanto isso não acontecer, será como o final da música “Bilhete” de Ivan Lins: ‘boa sorte, adeus’.

Delação pra lá de premiada!

youssef

Alberto Youssef explica como foi o investimento feito que poderá lhe render R$ 20 milhões em até cinco anos

O doleiro (ainda vivo) Alberto Youssef poderá levar para casa R$ 20 milhões depois de passar uns tempos na cadeia, uma vez que um dos benefícios da delação premiada é a redução da pena. Só que no caso de Youssef seus advogados conseguiram colocar uma cláusula de performance ou taxa de sucesso, na qual ele receberá 2% de todo o dinheiro que ele ajudar a recuperar. Levando-se em consideração que ele já deve ter algum guardado, bem guardado, sem rastro nenhum, é quase um “o crime compensa”. Ou você vai me dizer que esperar cinco anos (pena máxima no caso dele) e sair depois com alguns milhões em sua conta bancária não é o negócio do século? Fora que no acordo alguns imóveis e carros também voltarão para as mãos da família.

Se a moda pegar, será que vamos ter uma enxurrada de novos escândalos e muitos outros Youssefes aparecendo e fazendo o mesmo acordo? É quase um crime perfeito. A lavagem de dinheiro perfeita. O sujeito ajuda a movimentar milhões ou até bilhões em propina e depois faz um acordo e recebe limpos 2% do que ele conseguir trazer de volta. Melhor que qualquer investimento em bolsa, dólar, ouro, CDB, CDI, poupança.

Sei não… Sei não…

Brincar com água é coisa séria!

Agora que chegamos quase ao fundo do poço, literalmente, o governo vem pedir que nós poupemos água e luz. Até aí tudo bem. É só um pedido. Por enquanto. Já falam em racionamento e até em rodízio, do tipo dois dias com e cinco dias sem água em São Paulo.

Mas alto lá, o governo não tem feito muito o seu trabalho. Por que será que conseguimos chegar nessa situação? Por que será que em Israel não existe esse problema e lá nem é preciso lembrar que é no meio do deserto, né? E se lá se tira água do “nada”… Ninguém sente nenhum cheiro ruim não?

Por que não investem em novas tecnologias? Por que não fazem algo? Por que ainda temos um desperdício de quase 40% de toda a água produzida?

Dizem que investem milhões para acabar com tanto desperdício, mas se não está dando muito certo, será que não seria tempo de se rever esses investimentos e direcioná-los de forma diferente?

Falta em minha opinião uma real vontade do governo em resolver esse problema. E só mostrar preocupação depois que o tanque secou é agir um pouco tarde demais. O que no final das contas acaba refletindo em nós, que somos os que pagam todos os patos e contas e fazemos o sacrifício.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambientes fechados.

8 Opiniões

  1. reynaldo disse:

    E vergonhoso para o povo brasileiro honesto trabalhador ficar ciente que esses rebanhos de ladrões onde deveriam devolver todo dinheiro que seria para ser empregado na educação saúde segurança moradia ainda são protegidos fota PT o povo já não suporta se fosse na época do militarismo isso não existia o povo quer respeito político com a nossa nação brasileira respeito a nossa bandeira onde se diz “ORDEM E PROGRESSO” fora PT com toda sua corja isso e uma vergonha BRASIL nós povo honramos o teu nome.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    como eu ia digitando: colocando um metalúrgico na presidência e hoje ver tanto roubo. O Claudio escrinvinhador, falo claro e com seu jeito vemos a realidade das coisas. O que lamento é que não podemos fazer nada, lá o colocamos e de lá não podemos tirar, porque não? Tiramos o Collor por muito menos que isso pois o pior ladrão do Collor foi o PC Farias mas ele era o presidente. Hoje é diferente, eles são maioria e não temem a ninguém e vão roubando e criando medidas provisórias deixando nossa constituição para trás. Tenho fé em Deus que um dia apareça um político que acabe com esta tal de medida provisória, que de provisória não tem nada. Temos que ter atitude e formarmos uma frente de verdade e irmos a Brasilia para derrubar todos que lá estão com poucas exceção. Quanto a seca, eu lamento e lembro-me que os paulistanos gozavam de nós pobres nordestinos e nos chamavam de cabeça chata e que íamos para a terra da garoa. No nordeste hoje chove granizo e na terra da garoa falta água. DEUS SABE O QUE FAZ.

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Nesses 12 ou 13 anos e agora que vemos o que fizemos (eu não ) pensando em mudança e colocando um metarlurgico na presidencia

  4. Henrique de Almeida Lara disse:

    Vou dizer algo que, talvez, nenhum leitor desta coluna goste! Digo porque tenho certeza do que vou dizer. Sou bacharel em Teologia Reformada, licenciado em Filosofia e em Letras, aposentado, mas leio muito e sou grande observador de tudo, principalmente dos fenômenos sócio-políticos e éticos.
    O que Schamis diz é verdade inconteste. Porém, qual a causa do comportamento dos políticos brasieliros, principalmente dos petistas e seus aliados? Pode ser que haja vários prismas para orientar a busca dessa causa e encontrar uma ou várias explicações. Mas olhando para as suas técnicas de torcer, camuflar, ocultar a verdade e desviar o foco da mesma, diria eu que é uma questão muito clara da ética marxista. Para o marxista, o interesse do seu partido, que se confunde com o interesse do seu “grupo”, está acima do bem do mal. Portanto, o fim justifica os meios para eles. O marxista é materialista, não crê em Deus. Todas as religiões são taxadas de superstição e “ópio do povo”. Mas, como a natureza humana, nas profundezas da sua essência, tem necessidade de se apegar a algo superior a si mesma, quando não tem Deus ela faz, inconscientemente, para si um “deus”. Como o marxista procura eliminar Deus da sua vida, faz do seu partido “um deus” para si. E, por causa desse deus, está pronto a sacrificar tudo mais, até mesmo a sua honra e o respeito a seu próprio nome. Pode até negar esta minha afirmação, mas a verdade é que se sacrifica, torna-se martir, pelo seu deus inconscientemente. Assim não tem sensibilidade para se condoer na hora da violação dos direitos humanos. O seu analgésico é a esmola, bolsa família, que jamais promoveu a pessoa humana. E o povo fica cego. Quando e como vamos resolver on problema do nosso País?

  5. carlos disse:

    QUE ELE VAI PAGAR NO INFERNO, ai como seria bom que todos esses vagabundos que roubam o pais pegassem um cancer, que ai iam ver se os roubo com´pensava mesmo.

  6. carlos disse:

    E meu amigo, enquanto esses ladrões estão desviando dinheiro para outros beneficio em pro de si mesmo, o povo paga a conta, e sofre com a falta de agua. como foi bem citado na reportagem como é que em Israel que é no meio do deserto não tem esses problemas? é porque lar o o pouco que tem é preservado e não roubado como no Brasil. começando pela presidente são todos ladrões. basta ver o que o ex-governador de Brasília fez, e é porque e do mesmo partido da pilantra Dilma, e a mesma mora no distrito federal mas não sofre com os problemas porque tem dinheiro, além do alto salário para roubar, porque governa não é isso não, ainda tem os frutos dos roubos para se tratar fora Brasil, enquanto os pobres tem de morrer nas filas de hospitais falidos. Agora o luiz ladrão lula da silva, ta vendo que dinheiro não e´tudo, porque o tanto que eles mas os compassas deles roubaram no mensalão, não evitou que o cancer dele voltasse e tenho fé em DEUS

  7. José Marques disse:

    OS POLITICOS QUE SÃO A FAVOR DE JOSÉ DIRCEU É CONCERTEZA DA SUA PATOTA E CONTRA O POVO QUE PAGA POR TUDO COM SUOR DO SEU TRABALHO.

    JÁ ESTOU ACREDITANDO QUE HÁ JUIZES QUE NÃO VENDEM E CUMPREM O SEU DEVER DE PUNIR OS CULPADOS QUE ROUBAM O NOSSO BRASIL.

  8. Rsmeraldo Ramos Neto disse:

    Sobre as vergonhosas evidências dos fatos acima, não vale a pena comentar. Entretanto, todo fato por pior que seja, pode trazer consequências benéficas para o país, oferecendo aos seus cidadãos oportunidades de evolução em seus diversificados campos de atuação. Essa crise de água e por consequência energética, por exemplo, culpa de previsibilidade e ineficácia de gestão e governabilidade, oferece aos muitos empreendedores do setor, individuais ou agregados a empresas, institutos, fundações ou mesmo governo, os mais inimagináveis nichos de novos negócios, embasados naturalmente nas emergentes e urgentes necessidades do país, surgidas com essa crise. E aos profissionais da área, oportunidades de evolução tecnológica, forçando novos estudos e especializações, antes carentes de demanda.Tudo isso fruto da cegueira de longo prazo e ausência de previsibilidade em função do que está ocorrendo com a evolução natural do nosso planeta, para melhor ou para pior, provocada pelo homem ou pela própria natureza. Se você ou sua empresa operam em algum segmento do setor, ponham o cérebro pra funcionar e bons negócios.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *