Início » Brasil » Eduardo Cunha autoriza criação de nova CPI da Petrobras
Câmara

Eduardo Cunha autoriza criação de nova CPI da Petrobras

No ano passado, duas CPIs semelhantes, comandadas por parlamentares governistas, terminaram em pizza

Eduardo Cunha autoriza criação de nova CPI da Petrobras
Câmara dos deputados terá uma nova investigação sobre corrupção na Petrobras (Divulgação: Agência Senado)

O novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), autorizou nesta quinta-feira, 5, a criação de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Petrobras. O pedido para criar a comissão foi protocolado na última terça-feira, 3, pela oposição. A CPI vai investigar a prática de corrupção na estatal no período de 2005 a 2015.

A distribuição dos cargos na comissão é feita de forma proporcional às bancadas dos partidos, de modo que PT e PMDB, que têm a maior quantidade de deputados, devem ficar com presidência e relatoria. O início dos trabalhos da CPI deve ficar para depois do Carnaval. O prazo da investigação é de 120 dias, prorrogável por mais 60.

No ano passado, duas CPIs foram criadas para investigar as denúncias de irregularidades na estatal – uma CPI mista, com a participação de deputados e senadores, e uma CPI só do Senado. As duas comissões foram comandadas por parlamentares governistas e terminaram sem resultados significativos.

A CPI tem poderes de investigação semelhantes aos das autoridades judiciais, como ouvir indiciados e testemunhas, requisitar informações e documentos de órgãos públicos, tomar depoimentos e até requisitar os serviços policiais.

 

3 Opiniões

  1. Joaquim Caldas disse:

    Todas as CPIs não passam de habeas corpos para manter bandidos soltos .É uma forma de se criar a auto defesa dos parlamentares.Apura-se todas as denúncias,elaboram-se dossiês,mas nada de concreto com a lei.Por quê entrar no mundo do crime se existem meios lícitos de ser desonestos?

  2. Joma Bastos disse:

    Cunha que é alvo de processos judiciais por improbidade administrativa e crimes contra a ordem financeira, nem deveria estar como deputado.
    Mas não deixo de apoiar uma nova CPI para investigar a Petrobras.

  3. Leo de Abreu disse:

    Prezados,

    Apenas uma pergunta: vocês, do ON, não vão agora apoiar esse indivíduo, ou será que vão?

    Entendo as manifestações desse respeitoso jornal contra os inúmeros absurdos que vêm sendo cometidos pelos colaboradores do atual governo, mas daí induzir o leitor a pensar que o novo comandante da Câmara Federal é um respeitável e impoluto guardião dos bons costumes, com toda a certeza fará com que muitos leitores deixem de acompanhar as notícas e comentários publicados pelo ON.

    Abraços,

    Leo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *