Início » Brasil » Em 2015, produção industrial teve queda recorde de 8,3%
INDÚSTRIA BRASILEIRA

Em 2015, produção industrial teve queda recorde de 8,3%

Declínio foi o maior desde 2003, ano do início da série da Pesquisa Industrial Mensal do IBGE

Em 2015, produção industrial teve queda recorde de 8,3%
Pior resultado havia sido em 2009 de 7,1% (Foto: Wikipedia)

Em 2015, o setor industrial brasileiro registrou queda de produção de 8,3%, a maior desde 2003, ano de início da série de Pesquisa Industrial Mensal do IBGE. Foi o segundo ano seguido de queda na produção. As previsões para 2016 são de nova retratação, mesmo que com menor intensidade.

Só no mês de dezembro, a produção caiu 0,7% em relação a novembro, e 11,9% comparado com o mesmo período em 2014. O pior resultado até então tinha sido de 7,1%, em 2009.

De acordo com a Bloomberg News, era esperada uma queda de 10,6%, com estimativas variando de – 8,3% a -13,2%. Esperava-se estabilidade para o mês de dezembro, com previsões de recuo de 0,6% e alta de 1,3%.

“O ano de 2015 foi marcadamente caracterizado por taxas negativas, que se intensificaram ao longo do ano. O resultado foi sempre aumentando a intensidade de queda”, disse o gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, André Luiz Macedo. Ele diz que o comportamento da indústria pode ser explicado tanto pela falta de confiança do empresário, que adia e inibe investimentos, quanto pela insegurança dos consumidores, além do fato de mercado de trabalho estar mais restrito, o crédito mais caro e escasso, e a inflação em alta, o que compromete o poder de compra das famílias.

Todas as categorias da indústria registraram queda em 2015, em especial a produção de bens de capital, que caiu 25,5%. A produção de bens duráveis – cujo consumo está diretamente ligado ao crédito – caiu 18,7% no passado.

Ainda de acordo com André Macedo, a alta do dólar foi benéfica para alguns segmentos da indústria, mas não o suficiente para compensar os outros setores. Com o câmbio mais valorizado, as exportações se tornam mais competitivas, como no caso do setor de celulose, que aumentou 8% da produção em 2015.

Fontes:
O Globo-Produção industrial tem queda histórica em 2015, de 8,3%

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. JORGE ALMADA disse:

    A CRISE NO DIA A DIA DOS EMPRESÁRIOS E TRABALHADORES BRASILEIROS
    Estes dados fornecidos pelo IBGE de queda na produção de 8,3% são para uma boa parte dos ministros do governo Dilma e Políticos uma expressão da crise em números e que o governo vai corrigir com incentivos de credito a juros mais baixos pelo BNDES.
    O empresariado de forma nenhuma vai investir em compras de máquinas, ampliação de linha de produção e a contratação de empregados, pois não há consumo e pior não há credibilidade na Gestão do GOVERNO DILMA E NO AJUSTE DAS CONTAS PÚBLICAS E CONTROLE DA INFLAÇÃO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *