Início » Brasil » Em novos diálogos, procuradores criticam atuação de Moro
'THE INTERCEPT BRASIL'

Em novos diálogos, procuradores criticam atuação de Moro

'Moro viola sempre o sistema', diz procuradora em mensagem vazada pelo 'Intercept Brasil'

Em novos diálogos, procuradores criticam atuação de Moro
Moro afirma que não vê irregularidades no conteúdo divulgado (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Procuradores do Ministério Público Federal (MPF) criticaram o então juiz federal Sérgio Moro às vésperas dele receber o convite para assumir o comando do Ministério da Justiça no governo do presidente Jair Bolsonaro. A revelação foi feita pelo site “The Intercept Brasil” em novas conversas vazadas.

De acordo com o site, procuradores estariam preocupados que a entrada de Moro na política prejudicasse a credibilidade da Operação Lava Jato.

As conversas revelam ainda que procuradores criticaram violações éticas do ex-juiz em relação à sua entrada no governo e a decisões jurídicas anteriores, quando Moro era juiz federal da 13ª Vara de Curitiba e responsável pelas decisões em primeira instância da Lava Jato.

Sérgio Moro foi convidado oficialmente para ser ministro da Justiça dias após a eleição de Bolsonaro como presidente da República. O agora ex-juiz admitiu posteriormente que havia sido sondado durante o pleito eleitoral.

O site “The Intercept Brasil” divulgou um diálogo do dia 1º de novembro, pouco antes da confirmação da entrada de Moro na política, no qual a procuradora Monique Cheker afirmou em um grupo chamado BD que “Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados”.

Um outro procurador, do MP de São Paulo, Ângelo Augusto Costa, afirmou: “eu não confio no Moro, não”.

Monique escreveu ainda: “Moro é inquisitivo, só manda para o MP quando quer corroborar suas ideias, decide sem pedido do MP (variasssss vezes) e respeitosamente o MPF do PR sempre tolerou isso pelos ótimos resultados alcançados pela lava jato […] Desde que eu estava no Paraná, em 2008, ele já atuava assim”.

Em conversas em um outro grupo, intitulado Filhos do Januario 3, a procuradora Jerusa Viercili, da força-tarefa em Curitiba, afirmou: “Acho péssimo. Só dá ênfase às alegações de parcialidade e partidarismo”, referindo-se à ida de Sérgio Moro para a política.

A procuradora e integrante Laura Tessler completou: “Também acho péssimo. Ministério da Justiça nem pensar. Além de ele não ter poder para fazer mudanças positivas, vai queimar a Lava Jato. Já tem gente falando que isso mostraria a parcialidade dele ao julgar o PT. E o discurso vai pegar. Péssimo. E ‘Bozo’ é muito malvisto? Se juntar a ele vai queimar o Moro”.

O atual ministro Sérgio Moro afirma que os vazamentos do site “Intercept Brasil” são criminosos e que não se lembra das mensagens. Moro ressalta, no entanto, que não vê irregularidades no conteúdo divulgado.

Fontes:
Uol - Em diálogos vazados, procuradores criticam Moro: "viola sistema acusatório"

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Roberto Henry Ebelt disse:

    Por que o nosso site OPINIÃO E NOTÍCIAS repercute notícias que não têm um mínimo de embasamento e que, se autênticas, foram obtidas de modo desonesto? Além disso o site UOL não tem grandes credibilidades.

  2. carlos alberto martins disse:

    no dia de hoje 31,o povo foi as ruas numa gigantesca manifestação de apoio ao MORO.è uma demonstração de que o povo sabe o que quér,isto é,acabar com os estelionatários do poder.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *