Início » Brasil » Em parceria com UE, Brasil promove seminário contra fake news
FAKE NEWS

Em parceria com UE, Brasil promove seminário contra fake news

As fake news têm elevado a preocupação da Justiça e da política brasileira com a proximidade das eleições

Em parceria com UE, Brasil promove seminário contra fake news
O seminário vai acontecer entre 8h30 e 18h da próxima quinta-feira, 21 (Foto: Divulgação/TSE)

Em parceria com a União Europeia, o Brasil vai promover, pela primeira vez, o seminário internacional Fake News: Experiências e Desafios, que acontece na próxima quinta-feira, 21. O evento, organizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ocorre em Brasília, mas será transmitido ao vivo pelo Facebook, Twitter e YouTube do órgão.

As fake news têm elevado a preocupação da Justiça e da política brasileira com a proximidade das eleições. Não é à toa que, tanto o Congresso Nacional, quanto a Justiça Eleitoral tem se dedicado no combate a propagação de falsas notícias. Pelas redes sociais, o TSE faz uma extensa campanha alertando sobre o risco das fake news, com diferentes postagens sobre o tema.

“O seminário é oportuno e uma ótima oportunidade para intercambiar informações e conhecer as experiências dos nossos colegas europeus sobre esse assunto, que é uma séria e real ameaça ao processo democrático”, destacou o presidente do TSE, o ministro Luiz Fux.

A principal preocupação é que a propagação das notícias falsas prejudique o processo democrático brasileiro durante as eleições deste ano. Diferentes acusações afirmam que as eleições americanas, ocorridas em 2016, tiveram a influência de fake news. Nas redes sociais, não é incomum se deparar com notícias falsas. O assassinato de Marielle Franco (Psol-RJ), por exemplo, chamou a atenção pelas fake news divulgadas depois da morte da vereadora.

O seminário, que acontece entre 8h30 e 18h, vai contar com a presença de membros da União Europeia, como do embaixador da União Europeia no Brasil, João Gomes Cravinho, e de membros da política e da Justiça brasileira, como da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, dos ministros das Relações Exteriores e dos Direitos Humanos, Aloysio Nunes e Gustavo do Vale Rocha, respectivamente, entre outros. A programação está disponível no site do evento.

 

Leia também: TSE e partidos firmam acordo contra fake news
Leia também: Em ano eleitoral, Congresso intensifica combate às fake news
Leia também: Fake News: quando as imagens mentem
Leia também: Como escapar da mentira na era da desinformação

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *