Início » Brasil » Empreiteiras terão de ressarcir a Petrobras para firmar acordo de delação premiada
Corrupção na petrobras

Empreiteiras terão de ressarcir a Petrobras para firmar acordo de delação premiada

Para fechar o acordo, empreiteiras terão de refazer os contratos superfaturados, entregar os nomes dos que pagaram e receberam propina e expor como o esquema de funcionava

Empreiteiras terão de ressarcir a Petrobras para firmar acordo de delação premiada
Acordo de delação premiada livrará as empreiteiras de ficarem proibidas de fazer negócios com o governo (Reprodução/BBC)

A Controladoria Geral da União (CGU) listou uma série de condições para que as empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção na Petrobras possam fazer o acordo de delação premiada, que as livrará da proibição de fazer novos negócios com o governo no futuro. Na última terça-feira, 18, algumas empreiteiras já entraram em contato com a CGU para falar sobre o acordo.

Segundo o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, as empreiteiras terão de ressarcir o prejuízo causado à Petrobras, refazer os contratos superfaturados, entregar os nomes dos envolvidos no esquema que pagaram e receberam propina e expor como o esquema funcionava.

As exigências são uma compensação essencial para que seja firmado um acordo de delação premiada. “Isso é inafastável. Não há como firmar o acordo sem que haja compensação”, disse Hage, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

As empreiteiras suspeitas de envolvimento no esquema são:  Camargo Correia, OAS, Odebrecht, UTC, Quiroz Galvão, Engevix, Mendes Junior, Galvão Engenharia e Iesa.

Fontes:
O Globo-Empreiteiras terão de devolver dinheiro para escapar de punição
Folha-Citado, diretor da Petrobras deve deixar o cargo

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    E os concursos públicos que as empresas venceram com propina aos políticos? Como vão ficar?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *