Início » Brasil » Encontro de Pimentel com Aécio irritou Dilma
Coluna Esplanada

Encontro de Pimentel com Aécio irritou Dilma

Presidente Dilma quer manter o controle da base em Minas, seu estado natal e o segundo maior colégio eleitoral

Encontro de Pimentel com Aécio irritou Dilma
Pacto de não-agressão e não-devassa nas contas de Pimentel com Aécio causou ciúme na chefe da nação (Fonte: Reprodução/Montagem)

A presidente Dilma Rousseff ficou muito irritada ao descobrir pela imprensa a reunião entre o governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e o senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB). Ela quer manter o controle da base em Minas, seu estado natal e o segundo maior colégio eleitoral. O pacto de não-agressão e não-devassa nas contas de Pimentel com Aécio causou ciúme na chefe da nação. Pimentel foi avisado de que a presidente quer saber de todos os passos em nível nacional do petista.

Na conta

O crédito de Pimentel é tão grande com a presidente que ele está negociando emplacar um nome de sua confiança na presidência da Previ, como noticiou a Coluna.

Cada um na sua

Pimentel e Dilma são amigos inseparáveis e de alta confiança mútua desde os tempos do regime militar, em Belo Horizonte. Mas Dilma se esquece de que cresceram…

Tão longe, tão perto

Em palestra na Câmara, o especialista em combate ao terrorismo espanhol Fernando Reinares alertou que o Brasil precisa ver o fenômeno como cada vez mais próximo.

Vem de longe…

Não é de hoje que a Petrobras dá dor de cabeça — ao governo e a investidores. Na edição de 1º de novembro de 1983, há 31 anos, o Jornal do Brasil noticiava com destaque que a CVM — Comissão de Valores Mobiliários barrou uma meganegociação de ações da estatal ao perceber transação fraudulenta entre dois grandes acionistas.

…a negociata

Segundo a reportagem, o Banco Fonte vendeu 900 milhões de ações para o Bozano Simonsen, mas a CVM bloqueou porque os credores driblariam o fisco e não pagariam 16% do Imposto de Renda sobre dividendos. Isso, claro, quando as ações valiam algo.

Cela nobre

O MP do DF impetrou mandado de segurança contra o Juizado de Execuções Penais para impedir que a nova ‘Ala de Vulneráveis’ da Papuda seja destinada a mensaleiros detidos. A ala tem celas confortáveis, ao contrário das restantes no complexo.

Ele e mais 100

Sobrou para José Eduardo Cardozo. Lindomar Terena, líder indígena da reserva Buriti (MS), barrado na Câmara ontem com tribo, soltou que ele é o ‘Ministro da Injustiça’.

Castigo

Um policial legislativo levou flechada na perna durante tentativa de invasão do plenário na votação da PEC que dá poderes ao Congresso para demarcações. A flecha passa bem.

Roupa suja

Cotado para assumir o comando da usina binacional Itaipu, reduto de estrelados petistas, o secretário do Tesouro Arno Augustin foi visto entediado numa lavanderia da Vila Planalto, em Brasília, no sábado pela manhã. Pela cara, não anda satisfeito.

Banco de DNA

O Sistema Penitenciário federal concluiu coleta de DNA de 62 detentos em Catanduvas. Foi usado cotonete para coletar saliva. Os advogados tentaram impedir alegando violação de direitos humanos. A Coluna revelou o método na edição de 20 de abril.

Taxiando

O senador boliviano Roger Molina pode se tornar piloto de helicóptero comercial no Brasil. Enquanto aguarda a decisão do Comitê Nacional para Refugiados sobre o seu caso, revalidou seu brevê pela ANAC. Passou em todas as provas.

Que crise?

O futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já se enturma. Foi à confraternização da cúpula da Caixa na Churrascaria Porcão em Brasília, na última quinta (11). O bancão fechou a casa para 1.300 funcionários. Até às 5h de sexta havia gente com prato cheio.

Balanço do mal

Balanço deste 2014 da ONG Repórteres Sem Fronteira: até ontem, 119 jornalistas sequestrados, 66 mortos e 178 encarcerados pelo mundo. A Síria lidera os assassinatos, com 15, seguida da Palestina (7), Ucrânia (6) e Iraque (4).

No xadrez

Os países líderes no item jornalistas presos são China (29), Eritreia (28), Irã (19) e Egito (16). Ucrânia, Líbia e Síria lideram os sequestros, com 33, 29 e 27, respectivamente.

Ponto Final

Enquanto a Caixa pagará R$ 240 milhões na Mega da Virada, a presidente Dilma promete a aliados dia 1º uma mega virada… a conferir.

1 Opinião

  1. helo disse:

    Dilma se esncontra com FHC. Por que Aécio, que trabalharam no mesmo período não poderiam se encontrar? A presidenta gosta de controlar tudo. Como não dá, tudo fica parado. Graça Foster quer sair, Dilma veta.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *