Início » Brasil » Estudante causa reviravolta na Comissão da Verdade
Coluna Esplanada

Estudante causa reviravolta na Comissão da Verdade

Comissão teve acesso a documentos, trabalho de investigação de uma estudante de jornalismo, que mostram que bancário foi preso e torturado injustamente durante o regime militar

Estudante causa reviravolta na Comissão da Verdade
Tudo começou quando a estudante Jussara leu a citação da morte suspeita de Abelardo no livro coletânea 'Direito à Verdade e à Memória' (Reprodução/Carta Maior)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Com autorização da Justiça, legistas da Comissão Nacional da Verdade vão exumar o corpo do ex-bancário Abelardo Rausch de Alcântara, morto há 44 anos, durante o regime militar, após ser preso pela Polícia do Exército em Brasília. A CNV teve acesso a documentos inéditos, trabalho de investigação durante 18 meses da estudante de jornalismo Jussara Santos Rodrigues, 22 anos. Em pesquisas e entrevistas com familiares, amigos e legista, ela convenceu a Comissão de que Abelardo foi preso injustamente e foi a óbito com fortes indícios de tortura.

Motivação

Tudo começou quando Jussara leu a citação da morte suspeita de Abelardo no livro coletânea ‘Direito à Verdade e à Memória’. Até então, ninguém tinha aprofundado.

Leandro Mazzini é escritor e colunista do Opinião e Notícia

A prisão

Abelardo não tinha ligação com comunistas. Tesoureiro, foi acusado sem provas de ter roubado dinheiro do banco – foi torturado no Pelotão de Investigações Criminais (PIC).

A desculpa

À época, após retirá-lo do PIC com muitos ferimentos, o Exército teria simulado um acidente de carro e levou Abelardo para um hospital, onde faleceu.

Veredicto da CNV

Conselheiros da CNV avisaram a Jussara que agora têm convicção de que Abelardo é um morto político. A estudante concluiu o curso sob orientação de Angélica Cordova.

O vídeo entrega

Circula entre emails um vídeo-documentário com cenas do julgamento do Mensalão, da entrevista do ex-presidente Lula em Portugal – na qual diz que Mensalão não existiu – e com cenas inéditas de bastidores de encontro de José Dirceu com petistas. Na cena, Dirceu lembra que o projeto de poder do PT junto à máquina pública.

Acima de tudo..

‘Em primeiro lugar, o projeto político é o principal, e o principal é cuidar do PT’, cita Dirceu para os militantes, numa sala. ‘Nós temos que cuidar do partido’, lembra em outro momento. Assista neste link – http://bit.ly/1i7Pmns

Quase caos

Brasileiro, com razão, reclama muito da situação e infraestrutura dos aeroportos – administrados pela Infraero & concessionárias. Mas muitos problemas também são de serviços operados pelas cias aéreas.

Saiba mais

São de responsabilidade das aéreas o atendimento no balcão de check in, despacho & reposição de bagagens e os horários dos voos. Os atendentes em muitos casos colocam na conta de ‘mau tempo’ ou da Infraero eventuais atrasos de aviões e problemas.

Bola nas costas

Um jornal da Alemanha acusa Joseph Blatter, presidente da Fifa, de ligação com a máfia russa. O jornal publicou foto de Blatter com Alimsan Tochtachunow, procurado pela Interpol com mandado de prisão por fraude fiscal, apostas e corrupção em eventos esportivos. A Copa de 2018 será na Rússia.

Bolso apertado

Na capital com maior PIB Per Capita do País, outra prova de que a economia estagnou. Pesquisa da Fecomércio sobre intenção de consumo das famílias mostrou recuo pela segunda vez consecutiva.

Charge de Aliedo

O celular do ministro                                                                                                                                                                                                                          

Boa praça, o então ministro das Cidades no governo Lula, Marcio Fortes, o mais longevo no cargo na Esplanada, empolgou-se numa entrevista a um jornal de grande circulação no Rio e permitiu a publicação de seu celular, para que os cidadãos o telefonassem em questões de emergência concernentes à sua pasta. O jornal publicou o celular na capa, em manchete de alto de página, com a chamada “Ligue para o ministro” e o número do aparelho. Dois dias depois, Fortes estava numa reunião no ministério em Brasília quando seu celular tocou identificando um número desconhecido. Ao atender, ouviu da anônima interlocutora:

– Doutor Marcio Fortes, pelo amor de Deus, eu estou passando mal, me ajuda, manda uma ambulância para mim aqui na rua.

Era uma moradora de Duque de Caxias (RJ). Fortes não titubeou e acionou o SAMU da cidade. A mulher foi socorrida. Mas depois dessa, trocou o celular.

Ponto Final

Com tantas acusações sobre escolhas da Copa na Rússia e Catar, não será surpresa se o Brasil ganhar uma reedição.

______________________________

Com Equipe DF, SP e Nordeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Essa Jussara Santos Rodrigues gastaria de maneira mais útil o seu tempo se o tivesse dedicado à investigação do assassinato do Celso Daniel ou dos mortos pela guerrilha “brasiliano-cubana” dos anos 60. Nem a diuma escaparia se Jussara fosse tão eficiente quanto parece ser ao trabalhar para um organismo totalmente tendencioso quanto essa comissão que de verdade só tem o nome.
    Será tão difícil compreender que se não fossem os militares de 1964 nem imprensa livre teríamos atualmente?
    Uma grande evidência disso é que o próprio Jango se deu conta da porcaria em que estava se metendo, querendo transformar o Brasil em uma filial da defunta Moscou soviética, e resolveu dar o fora.
    Infelizmente o desgraçado do Brizola queria se tornar o Castro brasileiro e, contando até mesmo com a complacência do Jimmy “SOB” Carter, promoveu toda aquela porcaria que nos levou ao ato institucional nº 5.
    Será tão difícil entender isso???

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *