Início » Brasil » Estudo promete baratear baterias menos poluentes
energia verde

Estudo promete baratear baterias menos poluentes

Químico brasileiro desenvolve técnica que reduz o custo de produção de baterias de células de combustível

Estudo promete baratear baterias menos poluentes
No estudo, partículas de platina foram reduzidas a nanopartículas (Reprodução/Veja)

As baterias de células de combustível são menos poluentes, mais duradouras e mais eficientes que as baterias de lítio, amplamente utilizadas pelo mercado. Porém, o alto custo de produção é um obstáculo para que possam ser produzidas em larga escala. Atualmente o uso desse tipo de bateria é restrito aos carros elétricos.

Um estudo conduzido pelo químico Adir José Moreira, da Universidade de São Paulo, promete baratear em até 50% o custo de produção das baterias de célula de combustível.

O que torna a bateria de células de combustível cara é a grande quantidade de platina presente na sua composição. O elemento faz com que uma bateria de célula de combustível para notebook custe R$ 2 mil, enquanto uma de lítio custa, no máximo, R$ 500.

A pesquisa de Moreira conseguiu reduzir em 70% a quantidade de platina utilizada na fabricação da bateria, alcançando 50% da eficácia de uma célula tradicional. Usando nanotecnologia, o químico foi capaz de reduzir o tamanho das partículas de platina e transformá-las em nanopartículas, mais fáceis de manipular.

Moreira acredita que o estudo é o primeiro passo para o barateamento da bateria de células de combustível. “Acredito que possamos reduzir o preço das baterias em relação as que existem atualmente no mercado em 50%.”, diz o químico.

Fontes:
Veja-Brasileiro cria técnica que deixa baterias 50% mais baratas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. adalberto s. oliveira disse:

    adir, parabens, vc é um dos poucos quimicos que estuda as baterias eletricas, portanto parabenis outra vez.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *