Início » Brasil » EUA ignoram reação de Dilma, mas pedem desculpas a Merkel
espionagem

EUA ignoram reação de Dilma, mas pedem desculpas a Merkel

A postura americana em relação à espionagem de Merkel nem de longe lembra a que foi adotada em relação às reclamações de Dilma Rousseff

EUA ignoram reação de Dilma, mas pedem desculpas a Merkel
Reclamação de Dilma não teve qualquer repercussão na Casa Branca (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Ao descobrir que foi espionada durante 10 anos pelo governo americano, a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, cobrou explicações da Casa Banca e declarou que a espionagem de países aliados não é aceitável.

Imediatamente, o governo americano mudou seu discurso sobre a espionagem, pediu desculpas e propôs uma série de acordos à primeira-ministra. As medidas para conter o impasse diplomático incluíram até mesmo um telefonema de Barack Obama prometendo a Merkel que “nem no presente, nem no futuro” seu celular seria novamente grampeado.

A postura americana em relação à espionagem de Merkel nem de longe lembra a que foi adotada em relação às reclamações de Dilma Rousseff sobre a espionagem americana ao governo brasileiro. Talvez porque os diplomatas americanos atribuíam a reação de Dilma à campanha eleitoral e ao sentimento de antiamericanismo da esquerda latino-americana, o que não se aplica ao viés conservador de Merkel.

Obama não pediu desculpas nem deu garantias que o Brasil não será novamente espionado. A decisão de Dilma de cancelar sua visita aos Estados Unidos também não teve qualquer repercussão na Casa Branca.

Em um discurso realizado após a espionagem a Merkel vir à tona, a senadora Dianne Feinstein, uma das maiores defensoras do esquema de espionagem, mudou seu discurso e pediu uma revisão completa dos programas da Agência de Segurança Nacional americana. Dianne declarou que se opõe totalmente à espionagem dos “líderes aliados, incluindo França, Espanha, México e Alemanha”. É interessante notar que a senadora não mencionou o Brasil ao falar dos países aliados.

Ao final do ano, a Casa Branca deve concluir o processo de revisão de seus programas de espionagem. Os diplomatas brasileiros temem que os Estados Unidos fechem um acordo com a União Europeia, deixando o Brasil de lado.

Fontes:
Folha-Reclamação de Dilma é desprezada nos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

20 Opiniões

  1. helo disse:

    Era esperável a resposta melhor à Merckel que à Dilma. O Brasil adora fazer cara feia para eles, apóia Chávez, Fidel, Ahmadinejad, investe em Cuba, Venezuela e Bolívia, não parece de fato estar ligando para o nosso maior importador. Se ele fecha com a Europa, nós fecharemos com o Mercosul e Cristina.

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    Era esperado que a reação americana no caso desse flagrante de espionagem ao governo alemão, na figura da Primeira Ministra Angela Merkel, fosse ser diferente (comparado ao caso brasileiro); afinal, meçamos a importância econômica, política, e estratégica militar dos dois países. A Alemanha é, simplesmente, a economia mais forte da Europa, aliada americana de décadas, e ocupa papel-chave na OTAN! Enquanto o Brasil, é o quê? Sejamos honestos na resposta!… Ainda mais considerado o alinhamento político do governo atual, antiamericano!

    Espionagem (ou, de forma mais sutil, ‘coleta de informações’!) é algo que nunca vai deixar de existir entre os países, mesmo entre os ditos ‘aliados’. Os EUA têm todos os motivos legítimos para manter programas de vigilância no mundo todo, e não vão deixar de fazê-lo, ora bolas! Assim como todas as outras potências também o fazem, em maior ou menor grau! O governo brasileiro precisa é para de “arrotar importância” (que não tem!), e começar a fazer o ‘trabalho de casa’, investindo o que é preciso investir para garantir meios e recursos à defesa nacional; que nos dias de hoje, mais do que nunca, passa também pelo aspecto da Segurança da Informação! Ou então, que vão chorar na cama que é lugar quente!!

  3. yama disse:

    INICIALMENTE, QUERO PROTESTAR COM A CONDUTA DO OPINIÃO E NOTÍCIA QUE TEM SISTEMATICAMENTE NÃO RECEBIDO OS COMENTÁRIOS EM QUE SE EXPRESSA A CONTRARIEDADE COM A SUBSERVIÊNCIA DO ATUAL GOVERNO UFANISTA/BOLIVARIANO/SOCIALISMO MORENO e A ATUAL GOVERNANÇA DO PARTIDO PT E A REPRESENTANTE VENTRÍLOCA DO LUIS INÁCIO.

  4. Michel disse:

    Os petistas adoram ficar de mãos dadas com a turma opositora ao EUA, agora querem ser tratados como aliados ? isso é piada…

  5. José Miguel disse:

    KKKKKKK………..

  6. Da redação disse:

    Não entendemos a queixa da leitora Yama. Só neste mês de outubro publicamos comentários dela nos dias 5, 8, 10, 17 e 20. E em todo este ano não temos nenhum comentário dela que não tenha sido publicado.

  7. DJALMA BENTES disse:

    Ora, ora, ora. O que que a petralhada quer? Não sabem que os gringos são pouco menos arrogantes que eles? Tem que se dar respeito, para ser respeitado. VOTE: 000+CONFIRMA.

  8. DJALMA BENTES disse:

    André Luiz, É só o capo Lulla que diz que o Brasil é importante no cenário mundial. E a petralhada toda bate palmas. Tudo orquestrado para ufanar os bolsistas (50.000.000 de votos). VOTE: 000+CONFIRMA.

  9. Sérgio Augusto Kniphoff disse:

    Mais uma vez o Brasil sendo prejudicado pelos PTralhas! Até quando isto vai continuar?

  10. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu começo rindo bastante com referencia a André Luiz, ora André o Brasil é o País do futebol só e o resto é bolsa e bolso cheio de real para as próximas campanhas. Como poderia Obama dá atenção a Dilma que é parceira de Cuba a qual os EUA acredito tenha vontade de estourar uma bomba. Obama disse assim Brasil, Dilma deixa para lá.

  11. HiVitality disse:

    Se um vizinho seu, bandido e bêbado, que ao se mudar deixasse em seu lugar uma comparsa, que conseguisse baixar ainda mais a média qualitativa da fauna condominial, vigiá-la seria o mínimo que eu faria. No lugar de Obama, por segurança derrubaria o Aerodilllma com a animalzinha dentro.

  12. Rafael Sarnelli disse:

    Eh! Parece que não era só o De Gaulle que não acreditava na seriedade do Brasil…

  13. brites barreto disse:

    Eu tenho certeza que os Estados Unidos nada tem a espionar dessas pessoas,pois o nivel de instrução não é um dos melhores, mas elas e familiares utilizam de produtos dos Estados Unidos,exemplos: A penicilina nada mais é que uma substância com efeito bactericida produzida por um fungo. Ela foi acidentalmente descoberta em 1928 por Alexander Fleming, micro-ondas. Spencer , Em 1956, Wilson Greatbatch, um professor de engenharia na Universidade de Buffalo, marca-passos,a tecnologia da NASA,Agência Espacial Norte-Americana),somando algumas mascas de carros criadas nos EUA, ;Lexus LS 460L .
    Infiniti M35 X (AWD),
    BMW 135i (manual) .
    Porsche 911 Carrera S (manual) ,
    Infiniti M35 (RWD)
    Infiniti G37,
    Toyota Sienna XLE (FWD),
    Chevrolet Corvette Z06 (manual),
    Hyundai Genesis 3.8,
    Lexus ES 350,
    Honda Odyssey . Essas pessoas são lucidas? eu Brites de Souza Barreto Neta , nunca vi algo tão absurdo como (Dilma Rousseff) ,aceverar isso.Envergonho-me. que minha nação seja ridicularmente representada.

  14. Sandro L B disse:

    Foi uma boa manobra de Dilminha, tinha problemas internos e desviou o assunto para espionagem, conseguiu acabar com os protestos, no mais o país segue seu rumo em plena campanha eleitoral

  15. André Luiz D. Queiroz disse:

    Áureo Ramos,
    Entendi que o amigo riu-se bastante das ironias que tentei expressar em meu comentário. Se foi assim, que bom! 🙂

    Mas tenho que contestar um pouco sua opinião: o Brasil não é ‘só’ o “país do futebol”…! Apesar do atraso atávico de nosso desenvolvimento social e econômico, que se reflete na falta de seriedade de nossas instituições republicanas (alguém aí lembrou a citação atribuída a De Gaulle?…), o Brasil é sim um país de importância no cenário mundial, por conta de sua extensão territorial (o 5º maior do mundo), do tamanho de sua população e de sua economia (que é considerável, sem ficarmos nos prendendo a sua posição no ranking mundial! Ninguém aqui está jogando “Super Trunfo”!), e das reservas de recursos naturais (minerais, terras agraveis, recursos hídricos e biodiversidade) abundantes no país!

    O Brasil é, de fato, o país com melhores condições de exercer um posição de “liderança” na América do Sul (daí a disputa com a Argentina!) e, num bloco mais amplo, entre os países emergentes (mas não nos BRIC!). E interessa muitíssimo aos EUA que a política brasileira siga alinhada aos EUA; eles não poderiam aceitar de forma alguma que o Brasil “se transformasse em outra Cuba!”, sabemos bem disso.

    Sem arroubos ufanistas de “Brasfil Puténsfia!”, como lembrou o amigo DJALMA BENTES, mas reconheçamos a importância que o Brasil já ocupa no cenário mundial, e aquela à qual ainda pode chegar!, se a sociedade (não o Estado…!) brasileira souber atuar, desde já, para garantir um futuro mais próspero e justo para todos, que não seja embalado em “bolsas família” e

    Eu penso assim!

  16. André Luiz D. Queiroz disse:

    (…) para garantir um futuro mais próspero e justo para todos, que não seja embalado em “bolsas família” e delírios ideológicos ! … ficou faltando a conclusão do parágrafo!! 😉

  17. Beraldo Dabés Filho disse:

    Enganam-se os que imaginam a Alemanha como aliada incondicional dos EEUU. O seu mero alinhamento econômico não tem nenhum valor de aliança (amizade) e sim de mera conveniência conjuntural desde o final da 2ª Guerra Mundial, passando pela derrubada do Muro de Berlim. O que ocorreu de fato, no caso do pedido de desculpas do Obama, é que a Alemanha é mais importante para os ianques do que a recíproca. Mas, pensando bem, o a palavra do Barack “Obanana” e nada é a mesma coisa! A Prisão de Guântanamo, que ele prometeu desativar no primeiro ano de governo do seu primeiro mandato está lá e bem pior do que antes.
    Por outro lado, fácil entender que no lugar dele, ninguém pediria desculpas a Dilma que, além de ser a primeira a repudiar a espionagem, o fez de forma direta e dura em pleno “palanque da ONU”, acrescentando ainda o cancelamento da viagem que faria aos EEUU, a convite do “Obanana”. Ele fez dos males o menor: ficou calado. Elementar…
    _________________________________________
    NÃO VOTE EM BRANCO E NEM ANULE SEU VOTO!

  18. André Luiz D. Queiroz disse:

    Beraldo,
    De fato, entre países não há “amizade” e sim “interesses comuns”. E toda nação soberana manterá suas alianças com outras na medida que isso lhe convenha e que as partes zelem pelo cumprimento dos acordos mútuos. Não sei se é válido dizer que a Alemanha é mais importante para os EUA do que os EUA o são para a Alemanha:; há muita coisa em jogo, para ambos os lados…

    Discordo respeitosamente de sua opinião quanto a Barack Obama; o fato de que ele não tenha ainda cumprido a promessa de campanha de fechar a prisão de Guantánamo, eu não vejo como sendo por “falta de palavra”, mas sim porque Obama enfrenta pesada oposição no Congresso Americano (com maioria republicana!), e a conjuntura internacional ainda não o permite fazê-lo! Ponto! Lembre-se: diferente do Brasil, o Presidente Americano não vive a governar por meio de ‘Decretos’ e ‘Medidas Provisórias’…

  19. Mauricio Fernandez disse:

    O Brasil, na pessoa de sua representação maior prova do próprio veneno. Na etiqueta dos meios diplomáticos sabe-se da importância na preservação dos interesses comuns entre dois países que na totalidade dos casos abrangem aspectos estratégicos e econômicos. Fora disso, pode ‘não existir vida’ mas existe ‘pedigree’ nascente de todo o corporativismo que possamos conhecer. O Brasil é o país do ‘pedigree’, do ‘sotaque’ entranhados até os ossos e portanto esqueceu, se é que soube algum dia, dos próprios valores éticos e morais de seu povo e de sua terra. Entre um país europeu e um sul americano adorador de ‘pedigrees’ em torno de quem irão se reunir, aqueles dos nascedouros corporativistas, se por ventura em determinada manhã se descobrir fundeados em suas costas marítimas um ou dois vasos de guerra com mísseis de longo alcance? Os EUA apenas cumprem com a lógica de uma atenção maior a quem é o que parece e não a quem parece o que não é.

  20. BATATÃO disse:

    É PORQUE A DILMA É FROUXA SE EU FOSSE O PRESIDENTE DO BRASIL EU FARIA O BARACK OBAMA PEDIR DESCULPAS DE JOELHOS E CHUPAR MEU POLEGAR CALEJADO.
    ESSE TIPO DE ESPIONAGEM DEU MAIS QUE RAZÃO PRA DILMA ESCULACHAR ESSE GOVERNO MEGALOMANÍACO AMERICANO QUE QUER SER DONO DO MUNDO. ELA NÃO TEM QUE FICAR IMPLORANDO PRA ESSES PALHAÇOS( GOVERNO AMERICANO ) SE DESCULPAREM NÃO , JÁ QUE NÃO SE DESCULPARAM , O BRASIL TEM QUE ACHAR UM JEITO DE Fxxxx COM ELES NO SAPATINHO , SEI LÁ DÁ UNS BILHÕES DE PREJUÍZO E NEM ADIANTA O BRASIL RECLAMAR NA ONU PORQUE A ONU É CU DE PICA AMERICANO.
    O BRASIL TÁ CERTO DE APOIA O AHMADINEJAD , ACHO QUE NINGUÉM DEVERIA TER ARMAS NUCLEARES , MAS SE EUA , ISRAEL, CHINA , FRANÇA, RÚSSIA E O Cxxxxxx TEM O IRÃ TEM DIREITO DE TER.
    O BRASIL ESTAVA CERTO DE APOIAR O HUGO CHÁVEZ , QUE PEITA O IMPERIALISMO AMERICANO.
    O BRASIL TÁ CERTO DE RECLAMAR PRA Cxxxxxxx DESSA ESPIONAGEM .

    NÃO GOSTO DO PT NEM DO PSDB, PARTIDO POLÍTICO NO BRASIL SÃO TODOS Bxxxxx , MAS ACHO QUE NESSAS QUESTÕES DE APOIO AO CORRETO NO QUE SE TRATA DE CENÁRIO INTERNACIONAL O GOVERNO TEM SE SAÍDO NA GRANDE PARTE BEM , PORQUE NA HORA DE PEITAR OS EUA E ALGUNS PAÍSES EUROPEUS A MAIORIA FICA DE Cxxxxxx NA MÃO. POR UM MUNDO MAIS JUSTO TEM SE LUTAR NÃO PODE SER COVARDE, QUANDO SE TRATA DE JUSTIÇA A DIPLOMACIA TEM QUE TER FACE E VOZ DE LEÃO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *