Início » Brasil » EUA recomendam cuidado a americanos em viagem pelo Brasil
RISCO ELEVADO

EUA recomendam cuidado a americanos em viagem pelo Brasil

Governo americano classificou o Brasil como nível dois no novo sistema de alerta, mesmo patamar do Congo, Arábia Saudita e Colômbia

EUA recomendam cuidado a americanos em viagem pelo Brasil
Segundo o Departamento de Estado dos EUA, Brasil conta com ‘áreas com maior risco de segurança’ (Foto: Departamento de Estado Americano)

O Departamento de Estado dos EUA classificou o Brasil como nível dois no novo sistema de alerta para americanos em viagem pelo mundo, divulgado na última quarta-feira, 10. De acordo com a publicação, o turista precisa aumentar o cuidado em território brasileiro, pois o país conta com “áreas com maior risco de segurança”. A classificação tem quatro níveis diferentes.

No mesmo nível que o Brasil estão países como Congo, Egito, Colômbia e Arábia Saudita. Espanha, Inglaterra, França e Alemanha também estão no mesmo patamar, mas devido aos riscos de ataque terrorista, motivo pelo qual a publicação do órgão não faz alusão a áreas de “maior risco de segurança” em relação a estes países.

Referente ao Brasil, uma das recomendações que a publicação dá aos americanos é não viajar para nenhuma área a 150 quilômetros de distância das fronteiras do Brasil com Peru, Venezuela, Bolívia, Suriname, Paraguai, Guiana, Colômbia e Guiana Francesa. Isso porque, de acordo com o Departamento de Estado, existe alta incidência de crimes na região.

“Crimes violentos, como assassinatos, assaltos a mão armada e roubo de carros são comuns em áreas urbanas, dia e noite. Atividade de gangues e crime organizado são generalizados”, explica o site do Departamento de Estado.

O órgão também orienta os turistas americanos a não visitar favelas, mesmo que acompanhados por empresas de turismo; a praia da Pina, em Recife (PE), à noite; e cidades satélites de Brasília também no período noturno.

“Não viaje para as áreas de favela, onde a polícia local e militar não opera, mesmo numa visita guiada. Nem as empresas de turismo, nem a polícia podem garantir sua segurança ao entrar em favelas. Exceto em circunstâncias limitadas e com aprovação prévia, funcionários do governo americano não podem visitar todas as favelas de São Paulo, todas as favelas de Porto Alegre, todas as favelas não pacificadas de Recife, a favela do Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte, e todas as favelas do Rio de Janeiro”, afirma o texto.

Os americanos que planejam viajar para a Rússia, sede da Copa do Mundo de 2018, também receberam como recomendação reconsiderar a viagem graças às “áreas de risco de segurança elevado”, assim como países como Paquistão, Venezuela e Cuba.

Fontes:
O Globo - EUA recomendam 'aumentar o cuidado' em viagens ao Brasil

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Eder disse:

    Só vem fazer turismo aqurle individuo totalmente desinformado e sem noção do perigo, principalmente o turismo no RJ. Acorda ai turistada.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *