Início » Brasil » EUA recuam e não apoiam entrada do Brasil na OCDE
RELAÇÕES INTERNACIONAIS

EUA recuam e não apoiam entrada do Brasil na OCDE

Alto funcionário da Casa Branca, porém, diz que os EUA apoiam o ingresso do Brasil, mas destaca que a prioridade são a Argentina e a Romênia

EUA recuam e não apoiam entrada do Brasil na OCDE
Em carta, EUA não endossaram a tentativa de entrada do Brasil (Foto: Alan Santos/PR)

O governo dos Estados Unidos recuou e não endossou a tentativa do Brasil de entrar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). No último mês de março, em viagem aos EUA, o presidente Jair Bolsonaro tinha conquistado o apoio de Donald Trump na empreitada.

De acordo com a agência de notícias Bloomberg, que revelouo recuo, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, rejeitou uma ampliação de ingresso de países na OCDE. Ademais, afirmou que Washington só apoia as tentativas da Argentina e da Romênia – como já previa a proposta anterior.

Segundo a cópia de uma carta enviada por Pompeo ao secretário-geral da OCDE, Angel Gurria, no último dia 28 de agosto, “os EUA continuam a preferir o alargamento a um ritmo medido”. A agência de notícias Bloomberg, dos Estados Unidos, teria tido acesso ao documento, revelando o conteúdo nesta quinta-feira, 10.

De acordo com um alto funcionário da Casa Branca, que não quis ser identificado, os Estados Unidos ainda apoiam a entrada do Brasil na OCDE, mas a prioridade é garantir o ingresso da Argentina e da Romênia. A OCDE explicou, através de um comunicado, que seis países estão tendo pedidos de ingresso analisados atualmente.

Leia mais: Entenda o impasse envolvendo o Brasil e a OCDE

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dinarte da Costa Passos disse:

    Eu já tinha cantado pedra! Americano não tem amigo, seu maior amigo é seu interesse econômico, financeiro e político. Vejam o que eles fizeram com os curdos, abandonaram a próprio sorte para morrer pela espada dos turcos.

    Afirmei categoricamente que eles abandonaram o s curdos e iriam abandonar o “Bozo”. Dito e feito! É bom para esse governo lambe bota de americano ver que não vale a pena ficar do lado de Washington.

    O Bozo será abandonado a própria sorte para sangrar até morrer como os americanos já fizeram com presidente de algumas republiquetas qua já não lhe interessam mais.

  2. Rogerio Faria disse:

    Eles apoiariam se fosse o Temer, o vampiro tupiniquim, mas como ele já era, vão apoiar a Romênia, que tem o Drácula da Transilvânia.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *