Início » Brasil » Ex-diretor da Petrobras abre depoimento dizendo que ficará em silêncio
CPI da petrobrás

Ex-diretor da Petrobras abre depoimento dizendo que ficará em silêncio

Costa optou por preservar o acordo de delação premiada, estabelecido junto ao Ministério Público

Ex-diretor da Petrobras abre depoimento dizendo que ficará em silêncio
Paulo Roberto Costa se cala na CPI da Petrobras (Reprodução/Geraldo Magela/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Começou, há pouco, o depoimento do ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras Paulo Roberto Costa na comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga denúncias de irregularidades na companhia. Costa já comunicou que não responderá às perguntas dos parlamentares, usando seu direito de permanecer calado.

Leia mais: Em meio a disputa eleitoral, Paulo Roberto Costa depõe na CPI da Petrobras

A oposição pediu ao presidente da CPMI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que a sessão seja secreta para dar a Costa oportunidade de falar sem prejudicar o acordo de delação premiada feito com a Justiça. A oferta foi feita ao ex-diretor da Petrobras, que disse que, independentemente disso, não responderia às perguntas. Por isso, a sessão continua aberta e é acompanhada pelo público.

Neste momento, o relator faz perguntas, mesmo ouvindo do depoente que ele não responderá.

 

Fontes:
Agência Brasil-Ex-diretor da Petrobras abre depoimento dizendo que ficará em silêncio

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *