Início » Brasil » Exército de prontidão
COLUNA ESPLANADA

Exército de prontidão

Governo analisa a possibilidade de autorizar o emprego das Forças Armadas para a garantia da Lei e da Ordem no dia 30 de junho

Exército de prontidão
Governo está disposto a recorrer à medida para evitar novo quebra-quebra na Esplanada dos Ministérios (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O presidente Michel Temer, o ministro Raul Jungmann (Defesa) e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sergio Etchegoyen, analisam a possibilidade de autorizar, novamente, o emprego das Forças Armadas para a garantia da Lei e da Ordem no dia 30 de junho — data de novo protesto e greve geral convocados pelas centrais sindicais. Apesar de polêmica, o Governo está disposto a recorrer à medida para evitar novo quebra-quebra na Esplanada dos Ministérios.

A conta

A AGU tenta cobrar a conta das centrais da quebradeira na Esplanada. Reparos (os pequenos) passaram de R$ 1,5 milhão. Sindicatos dizem que foram black-blocs.

Teoria

A associação dos servidores da Abin está revoltada com a VEJA. Considera a reportagem irresponsável e sem qualquer prova de que espionou o ministro Fachin.

Contra-ataque

Agora, a Asbin quer investigação sobre as teorias da revista: “Exigimos uma apuração rigorosa das supostas investigações (..) para garantia de idoneidade da Agência”.

Confusão

É confusa a perda dos direitos políticos do deputado Paulinho da Força Sindical, presidente do Solidariedade. O PGR, Rodrigo Janot, mandara arquivar o inquérito 2778 que o deputado respondia por improbidade administrativa. Foi o TRF da 3ª Região (desembargadora Consuela Yoshida) quem entrou no circuito e enquadrou o político.

Consolo

A comitiva de aliados para consolar o deputado Paulinho foi grande ontem à tarde. Desde office-boys e garçons, passando por parlamentares amigos até o ministro Ronaldo Nogueira, do Trabalho, pasta controlada pelo PTB e sonho de Paulinho.

Em tempo

Paulinho foi condenado por usar verba gorda do FAT, ligado ao ministério, para contratar sem licitação ONG para ministrar cursos profissionalizantes.

Anistia$

A pedido da AGU, a Justiça Federal determinou o bloqueio de bens em R$ 5,2 milhões de quatro servidores do Ministério do Planejamento após serem constatados “fartos indícios” de ação fraudulenta e improbidade administrativa na concessão de anistias.

Do nosso

No despacho, o juiz Charles Frazão afirma que a servidora atuou em “conluio” com três outros réus para conceder ilegalmente benefícios do Programa de Anistia. Os prejuízos são de R$ 1.116.647,87.

Ficha Limpa

Com prováveis candidatos na mira da Justiça, parlamentares do Governo e da oposição deixam numa gaveta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado o projeto que veda a candidatura de réus à Presidência da República.

Tudo em casa

A proposta, de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT), altera a Lei Ficha Limpa e aguarda a indicação de relator no colegiado presidido pelo senador Edson Lobão (PMDB-MA), aliado do presidente Michel Temer.

O de sempre

A bancada do PT na Câmara vai entrar com ação no STF contra o que taxa de “toma lá, dá cá” e discriminação contra oposição. O líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), detalha cifras ao afirmar que a base de apoio de Temer tem recebido recursos e liberação de emendas em volumes até dez vezes superiores aos destinados à oposição.

Faz sentido

Reclama o líder petista: “O governo liberou em média, nos últimos meses, aos parlamentares do PSC, R$ 2,4 milhões e, para (os deputados do) PMDB, um total de R$ 1,59 milhão. Para o PT a média da liberação de emendas obrigatórias foi de R$ 243 mil, para o PDT, R$ 255 mil e, para o PCdoB, R$ 234 mil”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Beraldo disse:

    A intervenção militar convocada, constitucionalmente, pela Presidencia do STF, não seria para reprimir o povo e sim para apear do
    poder, a corruptela instalada em Brasília.

    Povo nas ruas FORA TEMER!

  2. Ronaldo disse:

    Para que não haja comportamentos inadequados e fora de propósito de uma minoria que sempre se infiltra em manifestações legitimas, não se torna necessária a presença de Forças Armadas na contenção dessas minorias mais exaltadas com a situação do nosso País e a situação do povo, onde persiste e avança para 15 milhões de desempregados. As forças locais de Segurança, tais como, Policia Militar, desde que bem orientadas e treinadas são o suficiente para conter quaisquer anormalidades e exageros. Não se pode expor as Forças Armadas, que , ainda são um bastião de respeito e dignidade e tem por missão defender o território nacional e não servir de bate paus.

  3. Carlos Valoir Simões disse:

    Os comandantes militares sabem que a tropa não concorda com o ser usada para reprimir trabalhadores. Eles temem insubordinação e motim, isso exporia o Exército.

  4. Beraldo disse:

    Estas mesmas Forcas Armadas poderão vir a assumir o comando do país, por convocação da Presidência do STF,quando as manifestações de rua contarem com a classe média.
    Moedas tem dois lados.

  5. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    NÃO ESQUEÇAM QUE A FRANÇA EM 1789 TINHA UM DOS MELHORES EXÉRCITO DO MUNDO E NÃO FOI SUFICIENTE PARA CONTER A FÚRIA DOS SANSCULOTE.

    Se o povo estiver disposto a fazer a Revolução, não tem polícia e nem Exército que segure. Imagine o povo com os nervos a flor da pele trabalhando que nem cavalo para pagar imposto para essa NOBREZA REPUBLICANA que só consome o Erário público e não fazem nada para a população. Depois os corruptos tem medo do povo tentam se proteger até com forças especiais pago as nossas custas para Proteger a Nação em caso de Guerra Externa.

    Na Revolução Francesa, justamente foi o fato do Rei ameaçar com o Exército que mais enfureceu o Povo, pois este força é de Defesa Nacional e não para defender traidores da Pátria, corruptos se utilizam de milhares de recursos desviado da população.

    Espero que o Exército Brasileiro consciente de seu dever com a Pátria e o povo venha se recusar a prestar serviço aos corruptos que merecem serem linchados na Praça dos Três Poderes pela fúria popular. Vamos sair as ruas vamos encher Brasília, vamos convocar os soldados da Pátria para que se junte ao povo como fizeram os Soldados de Luiz XIV, invés de defenderem a Ordem dos Corruptos, preferiram defender o povo espoliado pelos sugadores do sangue nacional.

    Vamos lá. Desta vez é pra valer! Avante povo brasileiro Marchemos para Brasília. Vamos fazer a nossa Revolução derrubando este Estado Cleptocrático e com ele a República da Corrupção. As vezes é preciso piorar para depois melhorar.

  6. laercio disse:

    Chamem o exército mesmo! Vocês sabem que os crescente movimentos são como uma sobra da ação de vocês!
    São tantas as patifarias que a polícia não consegue mais conter a mesma proporção que tem os movimentos.

    Um exército que era para estar nas fronteiras garantindo a não entra de armas e drogas agora vai ficar fazendo policiamento ostensivo preventivo devido também a desproporção da polícia em face o gigantismo das greves.

    Isto mostra bem que nossa política está ineficaz, as coisas não estão onde deveriam estar é isso tem preço alto para o povo.

    Mais uma vez o povo recebe chutes na face mas ninguém cita sobre a necessidade de haver novos dispositivos constitucionais que garantam ao povo o acionamento quando da percepção de patifarias.

    A população não tem representantes políticos, quiseram implantar este pensamento em nossas mentes vida repetição mas na verdade democracia e representantes estão ausentes na nação brasileira.

    O povo está em estado de choque e nada consegue falar, fazer… Do jeito que os políticos querem!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *