Início » Brasil » Faca no pescoço
COLUNA ESPLANADA

Faca no pescoço

Deputados da bancada federal de Minas querem emplacar um parlamentar conterrâneo no comando do Denatran

Faca no pescoço
Deputado Bonifácio Andrada apresenta na CCJ da Câmara parecer sobre a denúncia contra Temer (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Sem espaço na Esplanada dos Ministérios desde o início do Governo de Michel Temer, a bancada federal de Minas Gerais pega carona no relatório do deputado conterrâneo Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que pede o arquivamento da denúncia contra o presidente da República. Parte dos deputados condiciona votos a favor de Temer na Comissão de Constituição e Justiça e no plenário da Câmara à troca do comando do Denatran — Departamento Nacional de Trânsito. Os deputados querem emplacar um deputado de Minas Gerais no cargo, hoje ocupado por um delegado.

Derrapagem

O Denatran é uma fonte de reclamações quanto a investigações em todo o país. A troca de favores ali é grande com um cargo de direção na mão de político.

Sou rei

Os mineiros indicam que acordo entre Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deixou Minas sem ministérios. É que Aécio não quer sombra sobre seu eleitorado.

Supremo incômodo

Ministros do STF não escondem o incômodo com o colega Alexandre de Moraes que, mesmo com vasto histórico ligado ao PSDB, não se declarou em nenhum momento impedido de analisar ações relacionadas ao amigo senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do mandato e em recolhimento domiciliar noturno.

Proximidades

Nas eleições de 2014, a campanha de Aécio pagou mais de R$ 360 mil ao escritório de advocacia de Moraes, que se filiaria ao PSDB um ano depois. Antes de ocupar a cadeira do STF, Moraes comandou o Ministério da Justiça, apadrinhado de Aécio.

Banca partidária

Alexandre Moraes foi voto vencido na Primeira Turma do STF na decisão que determinou o afastamento de Aécio. Votou contra, claro, assim como ontem no plenário da Corte sobre a discussão do direito de o Tribunal afastar ou não parlamentares. Aliás, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, ex-advogados do PT e PSDB, seguiram Moraes.

Um teste

Flávio Rocha, presidente da rede Riachuelo é um dos cotados para se candidatar ao governo de SP, faz palestra no LIDE Brasília dia 17 a convite de Paulo Octávio.

Abraço dos afogados

Lembram da Patrícia Lélis, que denunciou o deputado Pr. Feliciano por estupro e também está na mira da Justiça (ele, acusado de agressão e ela, de extorsão)? Ficou tão fascinada com um encontro com Lula da Silva que tentou virar petista. Mas foi recusada pelo partido. Aliás, Patrícia e Lula têm processos com o camburão rondando suas portas

Na mira…

Dois diretores da Raízen, André Bueno e Emílio Gouvêa, foram até o MP Federal na investigação da adulteração de metanol e colocaram a culpa do caso na falta de fiscalização da ANP. O MPF já encaminhou questionamento para a ANP sobre o caso. Ou seja, a defesa dos responsáveis pelo combustível adulterado está culpando a ANP.

…da lei

Segundo a assessoria, a “ANP prestou informações solicitadas pelo MPF em função de adulteração por metanol no Rio de Janeiro. Neste caso, informou que a irregularidade foi detectada pela Agência”, e que foram “instaurados os processos administrativos”.

Limpeza…

Na esteira do lançamento do Movimento Legalidade, ação envolvendo a prefeitura de São Paulo, empresários e a sociedade civil, o presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, Jonas Donizete, levou a ação para Campinas (SP), que administra.

…urbana

Promete ações integradas para limpar os produtos ilegais, como cigarros e outros, sem desrespeitar o comércio popular. A Frente ainda levará o movimento para Porto Alegre e Recife, ainda este ano.

Justiça

Um dos mais renomados escritórios tributaristas do País, o TODDE Advogados & Consultores Associados recebeu solidariedade de outras grandes bancas e clientes. O juiz Osvaldo Tovani, da 8ª Vara Criminal do TJDFT, não acolheu pedido de prisão preventiva feita pelo MP e rejeitou liminarmente a denúncia oferecida contra dois dos seus sócios-diretores, João Paulo Todde Nogueira e Érico Rodolfo.

Justiça 2

O escritório defendia os presos da operação Patrik — Kriptacoin — acusados de lesar milhares de clientes. É aquela história, o advogado não pode ser preso pelos supostos crimes de um cliente. Foi provado que não houve obstrução de justiça.

Ponto Final

Feliz dia das Crianças para você, que é uma criança de alma. Apenas cresceu de tamanho atropelado(a) pelos anos.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *