Início » Brasil » Fachin autoriza PF a interrogar Temer
DEPOIMENTO POR ESCRITO

Fachin autoriza PF a interrogar Temer

Após as perguntas serem formuladas, presidente terá 24 horas para respondê-las, por escrito

Fachin autoriza PF a interrogar Temer
Fachin também determinou a separação do inquérito contra Temer da investigação contra o senador Aécio Neves (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta terça-feira, 30, que a Polícia Federal (PF) tome o depoimento de Michel Temer no inquérito em que o presidente é investigado com base nas delações premiadas de executivos da JBS.

Leia também: Jornal diz que dono da JBS relatou crimes a Temer
Leia também: Dono da JBS grava Temer dando aval à compra do silêncio de Cunha

Após as perguntas serem formuladas, Temer terá 24 horas para respondê-las, por escrito. Fachin deu prazo de dez dias para que a Polícia Federal encerre as investigações, que apuram suspeitas de prática dos crimes de corrupção passiva, obstrução à Justiça e formação de organização criminosa.

Como uma das investigadas já está presa, Fachin quer pressa na conclusão das investigações. Trata-se de Roberta Funaro Yoshimoto, irmã do operador Lúcio Funaro.

O ministro Edson Fachin também determinou a separação do inquérito contra Michel Temer da investigação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas manteve as investigações contra o deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) no mesmo inquérito que o do presidente.

A defesa de Michel Temer tinha pedido para que ele fosse investigado sozinho. Fachin concluiu, no entanto, que os indícios que pesam sobre Temer e Loures são semelhantes.

Fontes:
O Globo - Fachin determina depoimento de Temer e dá 10 dias para PF concluir inquérito

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Beraldo disse:

    Como separar o mandante do executor do crime?

    O Temer, se ficar, é só até a conclusão das reformas determinadas pelas forças apátridas do empresariado multinacinal/nacional.

    Massa salarial/ aposentadorias reduzidas e os lucros do capital aumentados na mesma proporção,

    Aí o Temer sai/cai com as “buuras cheias”, pra compensar a perda da aposentadoria semanal de R$ 500 mil da JBS.

    Eis o Brasil, novamente eterna republiqueta de banana, samba e futebol.

  2. laercio disse:

    Uma constituição funcional teria afastado todos os suspeitos até que houvesse a apuração final.
    Não é possível que em um ambiente com tantas denúncias não haja culpados; todavia, enquanto o povo aguarda os desdobramentos fica a mercês dos problemas econômicos causados por pessoas que não tem nenhum comprimido com o Brasil, apenas querem sair com os bolsos cheios…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *