Início » Brasil » Fachin quer ouvir PGR sobre pedido de liberdade de Lula
CONSULTA PRÉVIA

Fachin quer ouvir PGR sobre pedido de liberdade de Lula

Ministro do STF quer ouvir a PGR sobre um pedido da defesa de Lula para que o tribunal suspenda o cumprimento da pena do ex-presidente

Fachin quer ouvir PGR sobre pedido de liberdade de Lula
'Diante da relevância do tema, faz-se mister que se ouça a PGR', disse Fachin (Fonte: José Cruz/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin quer que a Procuradoria Geral da República (PGR) se manifeste sobre um pedido apresentado pela defesa de Lula para que o STF suspenda o cumprimento da pena do ex-presidente.

A defesa de Lula, que está preso desde abril na sede da Polícia Federal em Curitiba, argumenta que há irregularidades no processo que culminou com a prisão do ex-presidente e quer a suspensão da condenação em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Fachin considerou que, “diante da relevância do tema, faz-se mister que se ouça a Procuradoria-Geral da República previamente”.

Em encontro nesta segunda-feira, 11, com o ministro Fachin, o advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, pediu celeridade na análise do caso. “Nós pedimos presteza e ele nos prometeu”, disse Sepúlveda, que ressaltou ainda que Lula “está sofrendo uma injustiça e uma prisão que se diz confortável, mas nunca é confortável uma prisão em solitária, como ele está. E injusta”.

A defesa do ex-presidente quer que a prisão seja suspensa até que os recursos sejam julgados nas instâncias superiores. Os advogados de Lula argumentam que a soltura “não causará nenhum dano à Justiça Pública ou à sociedade” e que a manutenção do ex-presidente na prisão causa “lesão grave de difícil reparação”.

Fontes:
G1 - Fachin envia pedido de liberdade de Lula para manifestação da PGR

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    BANDIDO solto = Guerra Civil!

  2. Sergio david disse:

    O padrão de justiça do Sr. Carlos Alberto Martins está mais para o Maduro/Venezuela do que Canadá/Suiça !!!!!!

  3. carlos alberto martins disse:

    aqui não é Africa ou Jerusalem,porque se fosse,Lula já estaria enforcado a muito tempo.temos que parar de eleger falsos ídolos como mártires da justiça.o Brasil tem que ser passado a limpo para podermos crescer de novo.esses embates jurídicos em torno daqueles que colocaram a nação de joelhos perante a ditadura democrática deveriam fazer lavagem cerebral,e,serem questionados o porque de tanto empenho em dar liberdade a quem conduziu o Brasil a lata de lixo.me tornei revoltado contra a ditadura,manifestando-me publicamente contra a mesma.guardo com muito orgulho em meu arquivo um diploma de uma menção honrosa pelo meu empenho como brasileiro,na luta pela democracia plena e justa,dado pela comissão dos direitos humanos.è duro enfrentar as hienas.

  4. Áureo Ramos de souza disse:

    Eu sou brasileiros e como um bom brasileiro e conhecedor de tudo que aconteceu de 1910 até Dilma. Nada acontecia enquanto os dois dominavam o país e hoje o que se ver é políticos presos por corrupção por um líder hoje preso o qual fez acontecer tudo que se ver hoje em nosso país, os que assim ainda acham Lula líder são de seu lado por receber propinas juntos com sindicatos e movimentos doas sem terra bem equipados com representantes de alta qualidade e que sem terras são esses. Me poupem senhores e senhora,E os propineiros continuam sendo descoberto aos poucos por um juiz capaz de nome Sergio Moro, o Brasil agradece, Que deixem Lula lá no lugar onde todos deviam estar,

  5. Ronald disse:

    Por favor, corrija sua opinião, aos olhos de alguns brasileiros, não da maioria, onde me incluo.

  6. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    Julgamentos são julgamentos e como todos os veredictos podem ser falhos. Não nós esqueçamos do Julgamento de Jesus de Nazaré que o Sinédrio, embora fazendo justiça ao condenar um acidadão acabou por ser considerado “Réus não só os juízes que o condenaram, mas com o passar do tempo queriam condenar um povo todo.

    Outra coisa que é importante saber que hoje completa 54 anos que Nelson Mandela foi condenado a “Prisão Perpétua”. Depois de mais de 28 anos teve sua pena comutada e acabou sendo Presidente da África do Sul.

    Está na hora dos juízes brasileiros reverem seus conceitos e fazer justiça de verdade anulando esta prisão de LULA que é injusta não só aos olhos dos brasileiros, mas também aos olhos do mundo.

    É preciso rever esta “Pena Política” aplicada de forma rápida e sem prova contra o maior líder da América Latina. Se isto não acontecer, dentro de pouco tempo a história irá condenar MORO e outros magistrados brasileiros ao degredo social.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *