Início » Brasil » Fala de Paulo Guedes sobre AI-5 gera indignação entre políticos
REPÚDIO

Fala de Paulo Guedes sobre AI-5 gera indignação entre políticos

Ministro da Economia disse que não é possível se assustar com a ideia de alguém pedir o AI-5

Fala de Paulo Guedes sobre AI-5 gera indignação entre políticos
'Não se assustem se alguém pedir o AI-5', diz Guedes (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em entrevista coletiva em Washington nesta segunda-feira, 25, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que não é possível se assustar com a ideia de alguém pedir o AI-5 diante de uma possível radicalização das manifestações no Brasil.

A fala de Guedes gerou repúdio entre políticos e se tornou o assunto mais comentado no Twitter na manhã desta terça-feira, 26.

Guedes afirmou em Washington que os discursos do ex-presidente Lula, após ele ter sido solto, levam ao acirramento das ações do governo Bolsonaro.

“É irresponsável chamar alguém pra rua agora pra fazer quebradeira. Pra dizer que tem que tomar o poder. Se você acredita numa democracia, quem acredita numa democracia espera vencer e ser eleito. Não chama ninguém pra quebrar nada na rua. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo pra quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente?”, disse Guedes, referindo-se ao período do regime militar.

No mês passado, o deputado Eduardo Bolsonaro também gerou polêmica ao sugerir a criação de um novo AI-5 no caso de uma radicalização da esquerda. A fala, que também gerou indignação, foi desautorizada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A fala de guedes gerou reações de nomes como Fernando Haddad (PT), que falou em “um governo de covardes, sob todos os aspectos”; Gleisi Hoffmann (PT), que afirmou que o “governo prepara uso da violência contra movimentos sociais” e destacou que “Guedes defende uso do AI5”; Ivan Valente, que ressaltou que “Guedes aprendeu com Pinochet que neoliberalismo combina com ditadura e resolveu fazer ameaças”; Manuela D’Ávila, que destacou que “Guedes, o fã de Pinochet, fala em AI5. Bolsonaro, fã de Ustra, envia o excludente de ilicitude para o congresso para “evitar mobilizações sociais”. Precisa desenhar o que eles imaginam para o país?”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Luiz Carvalho disse:

    Paulo Guedes, o “gênio”, reconhecido internacionalmente pela lisura (leia ausência de processos judiciais) e pelas idéias inovadoras, experiência em assuntos de relacionamento político e economia pública.
    Será que ele está competindo com a Damares?

  2. Roberto Henry Ebelt disse:

    ASSUSTAR? Só bandido se assustou com o AI 5 provocado por aquele deputado safado, um tal de Márcio, se não me engano. Uma sociedade apodrecida pelo câncer socialista instilado em nossa terra durante 8 mandatos socialistas só se erradica com uma boa dose de quimioterápicos tipo AI5. Não é com dipirona que se cura um organismo apodrecido como a sociedade brasileira.

  3. Rafael de Barros Faria disse:

    Caiu a máscara do Pinochet do posto ipiranga. Enquanto isso, toma pibinho com a fuga de capital de investidores.

  4. Almanakut Brasil disse:

    Só AI-5 não resolveria nos dias atuais, mas sim o AI-5 mil, com cinco mil PEÇONHENTOS no paredão de fuzilamento, para nunca mais deixar herança maldita para o futuro.

    Não errem mais, MILITARES!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *