Início » Brasil » Falando sério agora!
GRITA BRASIL

Falando sério agora!

Será que agora podemos falar sério? Podemos começar a trabalhar? Começar a pensar no futuro desse país tupiniquim?

Falando sério agora!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Quer saber, graças a Deus acabou a Copa para o Brasil. Pronto, falei. Estava com esse grito entalado na minha garganta. Agora me sinto clean. Leve.

Não estava mais aguentando aquela pseudoeuforia por uma seleção que nem me representava tanto assim. As pessoas faziam dos jogos eventos. Ruas fechavam, tinham engarrafamentos, aquela coisa de se vai ter aula ou não na escola, se o banco vai abrir, que horas vai abrir. Funcionário público? Considere logo ponto facultativo. O país praticamente parava para ver a amarelinha jogar e o Neymar atuar em mais uma queda de se fazer inveja a qualquer ator de Hollywood.

Neymar virou chacota mundial. Virou inspiração para músicas e comerciais. Virou notícia, mas não pelo seu talento com a bola. Virou chacota. Piada, e deixou feia a imagem do que já foi o futebol arte.

Será que agora podemos falar sério? Podemos começar a trabalhar? Começar a pensar no futuro desse país tupiniquim que continua com todos os seus problemas e sem nenhuma perspectiva de que irão se resolver nas próximas décadas? Podemos?

Acordem, pois as eleições estão aí, batendo à porta. E talvez muitos não tenham ainda se atentado a isso, e que logo depois estaremos desejando já um feliz ano novo.

Esse ano de 2018 era um ano praticamente perdido. Começa o ano e logo vem o Carnaval, passa um pouquinho, a Copa e aí já é Natal na Líder Magazine, e então feliz Ano Novo. De novo?

Como assim? Pois é assim mesmo. E não esperem muito do Congresso. Pois é ano de eleição e eles não irão querer sujar ainda mais a imagem votando questões polêmicas. Vamos deixar isso pra nova turma, que no fim das contas serão eles mesmos. Mas eles precisam garantir mais quatro anos de mordomias, roubos, desvios. Então, vamos entrar num pequeno recesso. Afinal, somos mortais e precisamos de férias.

Férias! O que é isso que não me pertence?

Mas falando em pertencer e fazendo um twist no assunto… O que foi essa comédia pastelão da soltura do Lula? Solta. Prende. Solta. Prende. Se na Polícia Federal tivesse uma porta giratória seria mais fácil pro Lula.

E tinha escutado por aí que a soltura de Lula já estava armada para acontecer assim que o Brasil ganhasse da Bélgica. Iam aproveitar a euforia e fazer o carnaval de sempre. O Brasil não passou, mas tentaram passar com o Lula pela porta, mas não deu certo.

Mas dizem que ainda vai dar. Que ele será candidato e voltará a subir a rampa do Planalto e que aí sim o “Messias”, o homem de alma mais honesta do mundo, voltará, fará o Brasil crescer e voilá, seremos um país sério de novo.

Mas enquanto eles lá ficarem nessa palhaçada de que existe a possibilidade de Lula ser ainda alguma coisa, muita coisa que poderia já mostrar sinais de mudança de rumo talvez começassem a acontecer.

Mas como não somos um país sério, fica difícil tentar falar sério.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    minha opinião é a de sempre:vamos devolver o Brasil para os portugueses com um pedido de desculpas pelas porcaria que fizemos,caso contrario vamos ferrar ainda mais ésta nação.dizem as más línguas que o amanhã só a Deus pertence,só não disseram em que época isso se dará,pelo andar da carruagem, vai demorar muito.quando D.Pedro gritou independencia ou mórte,não sabia que nos tornaríamos dependente de uma classe política promotora de democracia ditatorial e destrutiva,e,muito menos que morte por estarmos morrendo por falta de saude e nas filas do SUS.pobre do povo que como as hienas vivem da podridão e ainda riem de felicidade

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *